Mão na Massa capacita mais jovens para o mercado de trabalho

Dayana Rodrigues, 16 anos, moradora do bairro Novo Dom Bosco, na região Noroeste de Belo Horizonte, já pode ‘colocar a mão na massa’. Ela recebeu, nessa quinta-feira (4), o certificado de conclusão do curso “Jovem Empreendedor”, e está pronta para entrar no mercado de trabalho. A iniciativa integra o Projeto Mão na Massa, da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej), por meio da Coordenadoria Especial da Juventude e parceria com o Centro Universitário de Belo Horizonte (Uni-BH). O programa oferece qualificação aos jovens em situação de vulnerabilidade social da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e cria oportunidades de trabalho e renda.

Criado em 2009, o projeto já beneficiou mais de 600 jovens de Belo Horizonte e Santa Luzia e, além de Dayana, receberam o diploma mais 20 jovens. A professora Leila Said, que coordena o curso, conta que Dayana foi se transformando durante a capacitação. “Os valores e as perspectivas dela mudaram completamente, com melhor desempenho na escola, postura, autoestima e um novo olhar sobre o mundo”, avalia.

Dayana concorda e diz que ao chegar ao curso aprendeu a importância de usar roupa adequada no serviço, do trabalho em equipe, de não ficar de braços cruzados e de esquecer as gírias no ambiente profissional. “Lá fora as pessoas não me dão ouvidos, não acreditam muito em mim, mas aqui me senti totalmente valorizada e estou preparada para conquistar um trabalho”, relata.

Jailton Costa Gomes, 16 anos, do bairro Palmital, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), também acaba de concluir um dos cursos oferecidos pelo Mão na Massa, o de “Derivados do Leite”, e já garantiu sua vaga no mercado. “Graças ao projeto me dei bem na entrevista de emprego. Dos 15 concorrentes, fui um dos três selecionados e vou trabalhar de atendente num restaurante de um shopping na zona Sul de Belo Horizonte”, comemora. Ele diz que tudo o que aprendeu no curso poderá ser aplicado no dia-a-dia: higienização, limpeza, organização e as receitas. “Aprendi a fazer queijo, iogurte e sorvete e sei que posso crescer mais”, conta.

Além dos cursos Derivados do Leite (52 horas/aula) e Jovem Empreendor (45 horas/aula), o Mão na Massa ofereceu, neste semestre, vagas para aulas nas áreas de Panificação (30 horas/aula) e Cuidador de Idosos (40 horas/aula), cujas atividades serão encerradas no final deste mês.

Os cursos são gratuitos e acontecem nos laboratórios do Uni-BH, Campus Estoril. As aulas são ministradas por alunos de engenharia de alimentos, fisioterapia e administração, sob a supervisão dos professores da instituição de ensino.

fonte: Ag. Minas

Comentários