Relator pede arquivamento da CPI do Mensalinho

Na reunião de segunda-feira, foi apresentado junto ao plenário da Câmara Municipal, o relatório da CPI do Mensalino, feito pelo vereador Gilmar Iru (PDT). O documento pede o arquivamento da comissão palarmentar de inquérito.

Segundo Gilmar, as denúncias feitas pelo ex-secretário Ernane Chipanzé ficaram sem fundamento, pois não continham provas concretas para a pedir a condenação dos acusados, no caso o Prefeito Haroldo Queiroz e sua esposa Maria da Conceição Queiroz.

Entretanto, o vereador Fernando Cabral, presidente da CPI, informou que a comissão não tem como condenar ninguém, e sim , requerer ao Ministério Público, a condenação dos acusados, se houver provas conclusivas.

Os trabalhos da CPI duraram cerca de 180 dias. Houve vários depoimentos, mas no entanto, os acusados Haroldo Queiroz, Maria da Conceição Queiroz e Tereza Queiroz se recusaram a depor.

Comentários