Minas Gerais se destaca em avaliação internacional de Educação

Foi divulgado, nesta terça-feira (7), o relatório preliminar do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), ano base 2009. Elaborado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o documento aponta o Brasil como um dos três países que mais evoluíram em educação na última década. Minas é um dos estados que alavancou esse crescimento, conquistando o primeiro lugar entre os estados do sudeste e o quarto nacional.



A prova do Pisa analisa os conhecimentos de estudantes de todos os estados brasileiros nas áreas de ciências, leitura e matemática. No relatório divulgado nesta terça, o Brasil conseguiu uma média 33 pontos maior que a obtida em 2000 e ficou com 401 pontos. Minas Gerais ficou bem acima da média nacional, com 422; no ranking dos estados brasileiros só fica atrás do Distrito Federal, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “Minas Gerais, ao contrário dos estados do Sul que são bastante homogêneos, é um estado com muitas diferenças regionais e mesmo assim nosso estado está sempre muito bem colocado nas avaliações. O resultado do Pisa é compatível com os bons resultados que temos nas avaliações nacionais”, explica a secretária de Estado de Educação, Vanessa Guimarães Pinto.



O Pisa é realizado de três em três anos. Entre 2006 e 2009, Minas Gerais conseguiu um salto significativo. Em leitura, o estado passou de 413 para 431 pontos; em matemática, de 386 para 408; e em ciências, de 406 para 429. Esses resultados fizeram com que a média de Minas subisse de 401 para 422 em apenas três anos. Segundo Vanessa Guimarães, Minas pode e deve contribuir para o crescimento da média do Brasil na avaliação. “A meta de crescimento do país para 2012 é alcançar a média de 417 pontos. Minas Gerais já superou esse patamar, mas precisa continuar crescendo de forma sólida para ajudar a alavancar a meta nacional”, analisa.

fonte: Ag. Minas

Comentários