Nestlé segue como marca mais forte do Brasil

Top 10 da Superbrands aponta três empresas do setor bancário, declínio da Coca-Cola e McDonald’s em 2º

Por Thiago Terra, do Mundo do Marketing | 10/12/2010
thiago@mundodomarketing.com.br

Dentre 1,2 mil marcas no Brasil, a mais forte delas ainda é a Nestlé. O McDonald’s, talvez pelas comidas saudáveis que passou a oferecer, é a segunda da lista das 500 marcas mais fortes do país segundo a Superbrands Brasil. A sexta edição do estudo - e do livro - mostra que a economia brasileira ajudou para que mais de uma marca de banco dividissem o Top 10 pela primeira vez e que a poderosa Coca-Cola descesse duas posições em um ano.

Apesar do aumento da força de marca, algumas empresas deixam a desejar em serviços e, por isso, perderam espaço para as que surgem que, por méritos, ganham a preferência do consumidor pela inovação. A última lista da Superbrands continha a marca do Bradesco como a única dentre as instituições financeiras. Hoje em sexto lugar, o banco está junto com Itaú e Banco do Brasil entre as dez mais fortes.

A explicação é que durante a crise financeira de 2008 os bancos se mantiveram firme e isto reflete em segurança e planejamento bem executado, o que a deixa forte aos olhos do consumidor. Por outro lado, o que originou o declínio na marca de grandes corporações é o mérito das que chegaram. “O desempenho é relativo. A Coca-Cola é forte, mas é madura e tem pouca alteração em sua performance”, diz Gilson Nunes sócio-CEO da Superbrands no Brasil, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Comentários