sábado, 23 de outubro de 2010

Saúde Bucal é mais que escovar os dentes

BELO HORIZONTE (22/10/10) - Quando se fala em Saúde Bucal, sobretudo em datas comemorativas como a da próxima segunda-feira (25), ocasião em que se comemora o seu dia nacional, logo se imagina a recomendação e a prática de cuidados elementares, como escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia e após as refeições, utilizar o fio dental, entre outros.

“Não se separa a Saúde Bucal do restante. Boa alimentação, higiene, são itens necessários. Mas a saúde como um todo deve ser observada”, ressalta a coordenadora de Saúde Bucal da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Daniele Lopes Leal. Ela destaca que no que diz respeito à área, o usuário do serviço de saúde deve ser estimulado a ser independente, mas encontrando respaldo no serviço de saúde. “Incentivamos o autocuidado, mas de forma assistida, apoiada”.

Para atingir estes objetivos, a SES vem desenvolvendo o Projeto de Reorganização da Atenção em Saúde Bucal (PRA–Saúde Bucal), baseado na metodologia do Plano Diretor da Atenção Primária à Saúde.

De acordo com Daniele, com a implantação do PRA–Saúde Bucal as pessoas poderão construir, juntas, uma metodologia que fortaleça os municípios na construção de respostas aos problemas e necessidades de saúde da população. “Nosso objetivo é promover o resgate da saúde bucal como um direito de cidadania”, afirma ela.

A coordenadora afirmou que, por meio do projeto, o Estado definiu uma metodologia para a operacionalização das diretrizes estaduais, que procuram a organização da atenção, dentro de uma proposta de discussão local e adaptação às diferentes realidades. Este processo representará um passo significativo para o fortalecimento da autonomia dos municípios na condução dos seus serviços de saúde bucal.

Projeto piloto

Segundo Daniele, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que as metas para a saúde bucal em 2020 estejam ligadas diretamente ao aumento da qualidade dos serviços. Estes devem, cada vez mais, se basear nos princípios de promoção à saúde, atenção primária, prevenção e tratamento efetivo das condições bucais, e no avanço nos sistemas de informação e definição de metas locais.

Tendo em vista estas recomendações, o PRA–Saúde Bucal é uma proposta de esforço conjunto de profissionais, gestores e cidadãos para, por meio do planejamento, organização, operacionalização e monitoramento das ações, buscar resultados concretos na melhoria dos indicadores de saúde bucal, da resolubilidade da atenção, e da qualidade de vida da população.

O projeto vem sendo implantado nas microrregiões de Pirapora e Uberlândia. “Esperamos que em 2011 possamos entrar na fase de ampliação, levando o projeto para outros setores do Estado. Assim, vamos organizar os serviços, todos os processos de trabalhoe os fluxos para atingirmos as metas e possibilitar que todos os mineiros tenham acesso à saúde bucal de qualidade e ainda de acordo com os princípios do SUS, como a equidade, a integralidade e a universalidade”, finaliza.

Saúde Bucal em Minas

A Atenção em Saúde Bucal em Minas Gerais está sendo redimensionada para prestar serviços de maneira integral, onde as ações de proteção, prevenção, tratamento, cura e reabilitação da saúde sejam disponibilizadas simultaneamente ao cidadão.

A ação para promover esta estratégia é desenvolvida nas Unidades Básica de Saúde. Atualmente, 3.831 equipes da Estratégia Saúde da Família atuam em 827 municípios de Minas Gerais. Deste total, 2.026 equipes possuem profissionais de Saúde Bucal.

Por meio do fortalecimento das equipes de saúde bucal nas UBSs a SES busca promover e reorganizar a Atenção em Saúde Bucal no Estado.

Autoestima

Possuir dentes saudáveis trazem benefícios não só ao próprio corpo, mas também mantém à autoestima. É o que pode se comprovar conversando com a funcionária pública Marli Nacif. Aos 66 anos, ela considera um privilégio estar com uma boa saúde bucal, fato que a ajuda, inclusive, a manter ativa sua vida social. “Possuo todos os dentes e cuido muito bem deles para que eu possa preservar aquilo que eu tenho. Sem falar que um belo sorriso é como um cartão de visitas. Ajuda você a arrumar um emprego, a se relacionar e a se sentir bem consigo mesmo”.

fonte: Ag. Minas

O Câncer de Mama no Alvo da Moda vira case de Marketing

Projeto que tem renda revertida para o IBCC conta com parcerias com grandes empresas
Por Rayane Marcolino, do Mundo do Marketing | 21/10/2010


uma campanha beneficente que, além de ajudar a prevenção do câncer de mama, também virasse um objeto de desejo de moda. Foi esse o objetivo do estilista Ralph Lauren ao criar em 1994 – junto com outros colegas de profissão membros do Conselho dos Designers de Moda da América (CFDA) – o Fashion Targets Breast Cancer, nos Estados Unidos. No início de 1995, a ação foi trazida para o Brasil com o apoio do Instituto Brasileiro de Controle de Câncer (IBCC). O país foi o segundo do mundo a realizar o projeto que hoje é um case de sucesso de Marketing, mesmo sem contar com nenhuma verba destinada para isso.

Em 15 anos de existência no Brasil, a campanha O Câncer de Mama no Alvo da Moda arrecadou cerca de R$ 57,5 milhões com a venda de mais de 15 milhões de produtos licenciados. Os valores recebidos resultaram no aumento na qualidade das instalações do IBCC e na quantidade de atendimentos, que hoje chegam a 1.500 por dia. Para conseguir esse resultado, o projeto conta com parcerias com mais de 100 empresas e a participação voluntária de cerca de 400 artistas.

A Hering é a principal parceira que ajuda na consolidação da campanha. A marca de roupas foi a primeira a fazer parte da iniciativa com a produção e comercialização das camisas. Desde a primeira edição, foram vendidas mais de sete milhões de camisetas, que têm R$ 6,50 de seu valor revertido para o IBCC. Em 2010, a expectativa é que sejam comercializadas 50 mil unidades.

Venda de camisetas é o grande negócio
“A campanha nos Estados Unidos era feita basicamente por meio das camisetas e aqui no Brasil a Hering é sinônimo de camiseta boa, por isso fui logo procurá-los”, conta Onésimo Affini Junior, Produtor Executivo da campanha. Para estabelecer “O Câncer de Mama no alvo da moda” como um objeto de desejo fashion, Affini procurou as grifes Zoomp, Ellus, M. Officer e Forum – na época as quatro maiores da moda brasileira – para também comercializarem as camisas e formarem um tipo de CFDA brasileiro.

O trabalho de consolidar a marca como desejo de moda não acabou naquela época. Até hoje Affini tem preocupação na hora de escolher seus parceiros para não tornar a marca popular demais a ponto de comprometer as vendas em longo prazo. “Uma rede de supermercados já nos procurou querendo comercializar as camisetas, i que nos faria crescer em vendas rapidamente, mas faria com quem o desejo pelo produto diminuísse a ponto de fazer as vendas caírem”, explica Affini.

Para continuar reforçando o aspecto fashion da ação, a cada edição do São Paulo Fashion Week, um estilista brasileiro desenha novas camisetas para a Hering. As peças dessas edições especiais rendem R$ 7,20 por unidade para a campanha. Já participaram dessa ação nomes como Alexandre Herchcovitch, Walter Rodrigues (em modelo na foto à esquerda), Fause Haten e Oskar Metsavaht, da Osklen. Para a próxima edição da semana de moda a estilista Simone Nunes é quem desenhará para a causa.

Outros parceiros
A participação de artistas vestindo as camisas é outra característica da campanha tanto no Brasil quanto em outros países. Por aqui, mais de 400 nomes como Xuxa, Angélica, Tony Ramos e Glória Pires já emprestaram sua imagem de forma voluntária para o projeto. Enquanto nos Estados Unidos as modelos Naomi Campbell, Claudia Schiffer e a atriz Sienna Miller são alguns dos exemplos. Além da marca, outras grandes parceiras foram firmadas pela campanha durante esses 15 anos.

Em 2000, a Estrela lançou a boneca Susi no Alvo da Moda, que ganhou novas versões em 2008 e no ano passado (foto), dessa vez com a assinatura do hair stylist Wanderley Nunes. Em um segmento bem diferente, a Porto Brasil lançou uma linha de louças que conta com tigela, copos e canecas que levam o logo da campanha. No ramo de papelaria o alvo está presente por meio das agendas da marca Pombo e da Suzano, que disponibiliza em embalagens de 250 folhas cartilhas com informações sobre como fazer o autoexame nas mamas.

Já o Bradesco, através da Bradesco Capitalização, comercializa o título de capitalização Pé Quente O Câncer de Mama no Alvo da Moda, que reverte parte de seu valor para o IBCC. A campanha conta ainda com alguns outros parceiros sazonais como o Q!Bazar, feira que dá descontos em roupas de grifes famosas e também doa parte de sua renda para o projeto.

Marketing e publicidade voluntários
Além das empresas que atuam com o licenciamento, outros voluntários na parte institucional da campanha ajudam o trabalho. A Ernest & Young, que presta serviço de auditoria e assessoria, é responsável pela revisão dos critérios de apuração dos valores repassados ao Instituto. Já a Ogilvy é a agência responsável pela publicidade do “O Câncer de Mama no Alvo da Moda”, produzindo todos os anúncios e filmes da ação.

Mesmo as parcerias sendo responsáveis pela maior parte do Marketing de “O Câncer de Mama no Alvo da Moda”, os organizadores do projeto realizam ainda outras iniciativas com o objetivo de reforçar a marca na mente do consumidor. Realizada desde 1999, a Corrida e Caminhada Contra o Câncer de Mama já teve 40 edições em 11 cidades e reuniu mais de 96 mil participantes. “A ideia da corrida nasceu devido à nossa falta de verba para o Marketing. Queríamos criar algo que gerasse visibilidade para a marca”, afirma Onésimo Affini.

Para o executivo, essa criatividade e o profissionalismo são essenciais para o sucesso da campanha. “É devido a muito trabalho e à associação com empresas sérias e com credibilidade perante os consumidores que conseguimos crescer”, afirma Affini, garantindo que o sucesso é reconhecido pelo próprio Ralph Lauren, que pede que ele conte o case do Brasil em reuniões com outros países que também realizam ação como Argentina, Inglaterra, França e Portugal.

Rede Teia + Teatro Transformação oferece oficinas teatrais e convida “Palhaços à Vista” para turnê no centro oeste mineiro.


O programa Rede Teia + Teatro Transformação, patrocinado pela ArcelorMittal BioEnergia convida a Cia. Circunstância para apresentar o espetáculo de rua “Palhaços à Vista” gratuitamente em cinco cidades mineiras na região centro oeste, de 27 a 30 de outubro.

O enredo conta a história de quatro palhaços andarilhos, herdeiros de um pequeno circo, que fazem de tudo para manter viva a tradição das artes circenses. Durante a apresentação, o público assiste a um espetáculo que é construído e reconstruído na rua através do estado de graça do palhaço, trazendo a magia do circo para todas as idades.

Para completar a ação no mês de outubro e novembro, a Rede Teia, convida profissionais para ministrar oficinas teatrais com o objetivo de despertar o interesse de adolescentes, jovens e adultos das cidades e Abaeté, Bom Despacho, Dores do Indaiá, Martinho Campos e Quartel Geral.

O processo de aprendizagem de cada oficina é realizado ao longo de cinco encontros onde o conhecimento é adquirido gradativamente sob forma de jogos de concentração, expressão e criação.

Os resultados, ao final das oficinas, serão mostrados sob diversas formas: com apresentação de cenas para o grupo ou para um público restrito, com contação de histórias no espaço urbano da cidade e nas ruas, com bonecos confeccionados a partir de um texto teatral ou com apresentações de números circenses.

Ao todo serão 3 oficinas por cidade, o primeiras oficinas acontecem entre os dias 25 e 29 de outubro. Os interessados, maiores de 14 anos podem fazer sua inscrição gratuitamente no blog da Rede Teia (www.redeteia.blogspot.com) ou nos postos de inscrição em sua cidade no horário de 10 às 16h. Maiores informações no próprio blog ou nos telefones (31) 3481-8524 ou (31) 8865-8580.
A ArcelorMittal BioEnergia

Cemig alerta para incidência de raios no período chuvoso

A Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig alerta à população para a maior incidência de raios no Estado em virtude das chuvas. Este ano, em Minas, o início do período chuvoso, que começou em meados de setembro e segue até março, é marcado por aumento na incidência de raios, em relação ao mesmo período do ano passado. Em setembro deste ano, foram registrados 18.759 raios contra 13.412 em 2009, o que representa um aumento de cerca de 40%.

De acordo com Carlos Wagner Coelho, técnico em planejamento hidroenergético da Cemig, esse aumento no número de raios está relacionado à maior quantidade de chuvas no mês de setembro, situação diferente do ocorrido no ano passado em que as chuvas começaram em outubro.

Dentro da área monitorada pela Cemig, compreendida pelas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do País, Minas Gerais está entre os estados que recebem maior incidência de descargas atmosféricas. Segundo Carlos Wagner Coelho, a alta incidência de raios em Minas se dá em virtude do posicionamento geográfico do Estado. “Estamos numa faixa de transição que sofre influência de frentes frias, de linhas de instabilidade e de Zonas de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), e, tudo isso, colabora para que Minas Gerais receba maior quantidade de raios”, afirma.

No primeiro semestre de 2009, foram contabilizadas 738.875 descargas atmosféricas no Estado, enquanto no primeiro semestre deste ano somaram-se 263.363, redução de aproximadamente 65%. Essa redução, explica Carlos Wagner, se deu pelo fato de o período chuvoso do primeiro semestre de 2010 ter sido caracterizado como anômalo, pois as chuvas foram abaixo da média.

Na capital mineira, até setembro deste ano, foram registrados 356 raios. As cidades de Uberaba, assim como no ano passado, e João Pinheiro, são as que, até o mês passado, registraram maior incidência de raios.

Cidade
Região
Nº de raios
Uberaba
Triângulo Mineiro
8.109
João Pinheiro
Noroeste
5.586
Prata
Centro-Oeste
5.140
Frutal
Triângulo Mineiro
4.540
Sacramento
Triângulo Mineiro
4.407
Buritizeiro
Norte
3.353
Paracatu
Noroeste
3.224

Proteção
Aparelhos eletrônicos não são as únicas vítimas de uma tempestade com raios. O consumidor também deve estar atento para não ser atingido diretamente por descargas atmosféricas, procurando se abrigar durante as chuvas e mantendo-se distante de árvores ou grades metálicas.

A Cemig protege seu sistema elétrico por meio de para-raios de baixa e média tensão, instalados em todos os transformadores da rede de distribuição. Porém as sobretensões na rede, provocadas por raios, podem incidir diretamente próximo às ou nas próprias instalações dos consumidores ou, ainda, penetrar por outras vias que não a rede elétrica. Dessa forma, a Cemig recomenda que os consumidores também tomem medidas para proteger suas instalações.

De acordo com o engenheiro de operação Marcos Vinicius Carneiro, da Cemig, o consumidor pode se prevenir instalando equipamentos como para-raios, mas ele recomenda uma medida mais eficiente e econômica para evitar prejuízos: desligar da tomada os equipamentos eletrônicos mais sensíveis, como televisores e aparelhos de DVD. “Após o fim das descargas atmosféricas, que geralmente não duram muito tempo, o consumidor pode ligar os aparelhos novamente”, esclarece.

Sempre que houver suspeita de que os danos a um equipamento tenham sido provocados por raios que atingiram a rede elétrica da Cemig, o consumidor deve procurar, primeiramente, o atendimento do Fale com a Cemig, pelo telefone 116, para solicitar a análise de ressarcimento.

Confira algumas dicas:

O que você deve fazer dentro de casa:
· não tome banho ou use torneira elétrica durante as tempestades;
· evite contato com qualquer objeto que possua estrutura metálica;
· não ligue aparelhos e motores elétricos para não queimar os equipamentos;
· afaste-se das tomadas e evite usar o telefone;
· desconecte das tomadas os aparelhos eletrônicos;
· desligue os fios de antenas dos aparelhos;
· permaneça dentro de casa até a tempestade terminar.

O que você deve fazer fora de casa:
· evite contato com cercas de arame, grades, tubos metálicos, linhas telefônicas e de energia elétrica e qualquer objeto ou estrutura metálica;
· afaste-se de veículos como tratores, motos, bicicletas e carroças, além de máquinas agrícolas;
· mantenha-se afastado de áreas descampadas, pastos, campos de futebol, piscina, lagoas, praias, árvores isoladas, postes, mastros e locais elevados.

Mais informações para a imprensa:
Gerência de Planejamento e Acompanhamento do Relacionamento Comercial com Clientes de Distribuição
Shirley Wasconcelos
(37) 2101-3317 – 9826-7470

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Tráfico de Drogas em Bom Despacho, leia a ocorrência

Out Qui – TRÁFICO DE DROGAS: Por volta de 19:01 horas, a PM em continuação a ocorrência de LESÃO CORPORAL, onde o menor infrator, 14 anos, após fazer uso de droga (maconha) na residência de sua avó, e ter se desentendido com seu tio que lhe advertiu quanto a sua atitude, tendo desferido um golpe de enxada no mesmo, causando-lhe um corte contuso no nariz, sendo o referido menor apreendido em flagrante.

Com a autorização dos familiares do menor, a PM deslocou até a sua residência, situada no Bairro CONJUNTO AEROPORTO, onde realizaram uma busca na referida casa, acompanhada pelo pai do menor, que presenciou o militar encontrar uma sacola plástica contendo 02 (dois) tabletes e 23 (vinte e três) buchas de maconha encima do telhado da residência, pesando um total de 50 (cinqüenta) gramas, sendo constatado ainda que referida droga se encontrava embalada pronta para o comércio/distribuição.

Em diálogo com o menor infrator, este relatou aos militares que teria adquirido a referida droga de um indivíduo, residente à Rua IBIRITE, que estaria trazendo a referida droga da cidade de MOEMA/MG, e que ganhava 30% na venda de cada R$ 500,00 (quinhentos reais).

Diante do ocorrido foi ratificada a apreensão do menor, sendo conduzido à Depol, juntamente com a droga apreendida, onde foi autuado em flagrante pelos dois crimes (Lesão Corporal e Tráfico de drogas).

fonte: Assessoria de Comunicação Org. Sétimo BPM

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

UNIPAC Bom Despacho recebe visita do filho de Fernando Sabino

Nesta quarta-feira, 20 de outubro de 2010, a UNIPAC recebe a ilustre visita do filho de Fernando Sabino, Bernardo Sabino, às 19h30, na sala multimídia 3.

O objetivo da visita é falar sobre a exposição em homenagem aos 50 anos de lançamento do livro: “Encontro Marcado”.
Estarão presentes os acadêmicos do curso de Pedagogia, profesores e a Direção.

A exposição da vida e obra de Fernado Sabino será realizada de 23/10 a 23/11, no SESC Laces Bom Despacho.

7º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR RECEBE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA ESTADUAL JOSÉ DA SILVA COUTO DA CIDADE DE CONTAGEM/MG


No dia 20 de outubro do corrente, o 7º BPM recebeu naquela manhã, 45 alunos do Ensino Médio da Escola Estadual José da Silva Couto, da cidade de Contagem/MG.
A iniciativa, idealizada pela Professora e bom-despachense, Antônia Zélia Cardoso dos Anjos, visou mostrar, “in loco”, a Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, na sua forma interiorana, voltada para a política de Polícia Comunitária e defensora dos direitos e garantias individuais, bem como a valorização do Policial e da Família Militar.

Com a visita os alunos e coordenadores daquele educandário puderam desfrutar da cultura militar, onde participaram de uma visita às dependências do Quartel e de uma solenidade cívico-militar no pátio da Guarnição PM de Bom Despacho, além de ouvirem um breve relato do Soldado de 2ª Classe, Saulo Prudente da Silva, do Curso Técnico em Segurança Pública (CTSP/2010), com o tema: História de Vida – Por que entrar para a PMMG no interior? – Nova visão.

Na sequência, os visitantes foram apresentados à Banda de Música do 7º BPM, cujo Maestro os participaram da história da agremiação musical no contexto histórico da PMMG e após os homenagearam com músicas contemporâneas.

A visita se estendeu pela Vila Militar, oportunidade que os alunos puderam conhecer a história do complexo residencial e da Igreja Santa Efigênia da Capelania Militar, passando ainda pelo Colégio Tiradentes da PMMG, campus de Bom Despacho.

Os alunos daquela escola participam do Projeto Educar que é destinado a alunos da rede de ensino público que se encontram em locais de vulnerabilidade social.

Assessoria de Comunicação Organizacional – 7º BPM

Hemominas realiza coleta de sangue em Bom Despacho

A Fundação Hemominas convida toda população de Bom Despacho para participar da coleta de sangue que será realizada neste sábado, 23 de outubro, das 7h às 16h, na Associação de Doadores de Sangue de Bom Despacho, localizada à Praça Olegário Maciel, 831, Centro.

A expectativa é atender cerca de 200 candidatos. Aqueles que não puderem participar da coleta em Bom Despacho, podem agendar a doação na Unidade de Coleta de Betim pelo telefone (31) 3595.1010.

Podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 65 anos, peso acima de 50 quilos, que não tenham ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não tenham tido hepatite após os 10 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas. Outros critérios serão avaliados durante a triagem clínica. Para realizar o gesto de cidadania, o candidato à doação também deve apresentar um documento oficial com foto e dentro do prazo de validade.

Outras informações sobre doação de sangue, cadastro de medula óssea e unidades da Hemominas no Estado, podem ser obtidas através do call center 155. A chamada é gratuita em todo o Estado.

fonte: Ag. Minas

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Vaidade masculina movimenta o mercado de cosméticos

Por Rayane Marcolino, do Mundo do Marketing | 14/10/2010

á se foi o tempo em que as mulheres cuidavam de sua beleza enquanto os homens eram desleixados. A vaidade masculina liberta de preconceitos e as marcas de cosméticos de olho nas oportunidades fazem com que o número de produtos voltados a esse público ganhe cada vez mais importância nos negócios do segmento, inclusive aqui no Brasil. O país já tradicional quando o assunto é vaidade, ocupa a segunda posição do ranking feito pela Euromonitor de cosméticos para homens, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

O país com participação de 9% no mercado global, representa 50% do faturamento total da América Latina em 2009, que foi de US$ 4,7 bilhões, segundo dados da instituição. Estudos preveem ainda um crescimento de 10% ao ano na produção desse tipo de produto. Mundialmente, o segmento de cosméticos para homens movimentou cerca de US$ 26,7 bilhões em 2009, com projeção para, em 2012, alcançar US$ 28,6 bilhões.

Para conseguir os resultados almejados, empresas como O Boticario, Neutrox e Mahogany investem não só em novos aromas e itens que vão além do pós-barba, mas também em estudos que detectam as necessidades desse público, produtos que priorizem praticidade e estratégias que atraiam os que ainda temem o preconceito.

Entendendo esse consumidor
Além de diferenças físicas e biológicas, homens e mulheres são consumidores muito diferentes e as marcas devem estar atentas a isso. Embora seja mais difícil atingir o consumidor masculino, depois que ele é atraído e conquistado, se torna mais fiel que as mulheres. “Se um homem gosta de um produto ele se fideliza mais à marca do que a mulher, até porque elas têm muito mais opções”, acredita Telmo Campos, Gerente de Marketing da Mahogany em entrevista ao Mundo do Marketing.

Por esse motivo a empresa tem investido cada vez mais em linhas com vários produtos que contenham uma mesma fragrância. “Antes as mulheres escolhiam os produtos para os filhos e maridos. Hoje eles gostam de testar e sentir como fica na pele. Por isso, se ele gosta de um aroma tende a comprar mais produtos que ofereçam resultados parecidos”, afirma o executivo da marca que tem na sua linha For Men 25% dos negócios da empresa.

Outra grande preocupação das marcas são as embalagens, que devem se apresentar muito diferentes para homens do que para as mulheres. “Formas mais retilíneas devem ser utilizadas para contrastar com as arredondadas, que predominam nos cosméticos femininos”, afirma Alberto Keidi Kurebayashi, presidente da Associação Brasileira de Cosmetologia ao site. “Homens não gostam de potes e sim de tubos. As cores também são importantes, para o homem deve se trabalhar o preto, o prata e o azul”, completa o executivo.

Produtos Multifuncionais
Outra característica marcante dos homens é busca por praticidade e simplicidade. “O homem é simples, ele quer um único produto, quando tem muitas opções de produtos ele fica perdido”, garante Lúcia Rolla, gerente de Marketing da Neutrox que possui uma linha com shampoo e condicionador para homens.

Essa mentalidade simples e prática se refletiu na busca por produtos que realizam várias funções em uma só embalagem. “O homem é muito mais racional e mais lógico na escolha dos produtos, por isso busca produtos multifuncionais”, afirma Campos. Enquanto as consumidoras preferem aitens mais específicos para cada necessidade e parte do corpo, os homens são práticos e valorizam os produtos que agregam várias funções em uma só embalagem.

“O homem não tem paciência, ele busca praticidade e multifuncionalidade”, afirma Keidi Kurebayashi. Apostando nessa característica, O Boticário lançou Shower Gel Cabelo e Corpo. O produto tem fórmula desenvolvida para limpar tanto a pele quanto os cabelos. A Mahonagy também desenvolveu produtos pensados para serem multifuncionais. O Trium da linha Mahogany For Men serve como sabonete líquido, creme para barbear e shampoo.

Para a classe C
Se engana quem pensa que a vaidade masculina é privilégio das classes A ou B. Embora consumidores desse segmento tenham mais opções, a Neutrox lançou sua linha focada no homem com menos renda e que hoje representa 10% dos negócios da marca. “Fizemos pesquisas e notamos que nenhuma marca atendia esse perfil de consumidor que também é muito vaidoso”, afirma Lúcia Rolla, Gerente de Marketing da Neutrox.

A Bertin, detentora da marca, aproveitou a tradição que a Neutrox tem junto às mulheres para posicionar a linha masculina. “Fizemos pesquisas que nos mostraram o quanto a Neutrox é importante para as mulheres. Por isso, elas comprando ou não para os homens, passam para eles a confiança que já tinham na marca”, explica a Gerente de Marketing.

Para atrair esse consumidor um pouco menos acostumado a tanta vaidade, a Neutrox investiu em ações que atingem diretamente o público-alvo. Entre as estratégias de Marketing está o patrocínio ao Clube Atlético Linense, do interior paulista, além de samplings em academias, packs promocionais e materiais em pontos de venda. A Neutrox estuda ainda a ampliação da linha. “Nós estamos ouvindo o consumidor para lançar os melhores produtos de forma mais adequada, porque tanto para homens quanto mulheres essa deve ser a principal na hora de desenvolver os produtos e trabalhar a marca”, completa Lúcia.

DER/MG divulga balanço de fiscalização nas estradas

Cerca de 11 mil ações de fiscalização já foram realizadas pela equipe do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) de janeiro a setembro de 2010. Segundo a gerente de Controle da Diretoria de Fiscalização do DER/MG, Márcia Roizenbruch, a meta é garantir a legalidade do serviço de transporte de passageiros e o cumprimento das disposições do Código de Trânsito Brasileiro, proporcionando mais segurança aos motoristas que transitam nas rodovias estaduais (MGs).

Somente no combate ao transporte clandestino de passageiros, foram realizadas 5.171 operações em todas as 40 Coordenadorias Regionais do DER/MG. Nos feriados prolongados e nas férias de julho aumenta a procura por transporte intermunicipal e transporte fretado, e a atuação dos fiscais do DER/MG nessas datas, ocorre não somente para fiscalizar práticas ilegais, como também em caráter preventivo, conscientizando motoristas e passageiros para os riscos do uso do transporte clandestino.

De acordo com Márcia Roizenbruch, as pessoas que utilizam o transporte clandestino correm diversos riscos. “Os veículos não possuem seguro de vida, muitas vezes não realizam manutenção periódica e preventiva, transportam pessoas acima da capacidade do veículo, além de transportar bagagem de procedência duvidosa como drogas, por exemplo”, afirma.

Operações

Foram computadas 1.193 operações em terminais rodoviários, 1.498 operações para vistoriar o cumprimento do Regulamento do Sistema de Transporte Coletivo (RSTC), 427 com foco no transporte de trabalhadores rurais, 484 em aeroportos, 94 em postos de pesagem, 339 blitze educativas, 892 operações de vistoria da faixa de domínio, 84 operações para realização de pesquisas sobre transporte, entre outras.

Nas 11.106 ações de fiscalização totais efetuadas de janeiro a setembro de 2010, foram registrados mais de 216 mil veículos abordados, dos quais 32.127 foram retidos, 1.323 apreendidos e 32.020 autuados pelo DER/MG. Precisaram trocar de condução 10.427 passageiros de 1.092 veículos.

Márcia Roizenbruch destaca que a fiscalização do DER/MG age de forma intensiva e ostensiva, para garantir as condições de segurança das rodovias mineiras sob a jurisdição da autarquia. “Além disso, os números mostram que o DER mantém constante monitoramento na prestação do serviço regular de transporte de passageiros no Estado, visando ao conforto e à qualidade do mesmo”, conclui.

Até o final do ano, estão programadas mais operações especiais nos feriados de 2 e 15 de novembro e nas férias.

fonte: Ag. Minas

Geração de empregos formais cresce 8,1% no ano em Minas Gerais

Nos nove primeiros meses deste ano foram criados em Minas Gerais 283.267 novos postos de trabalho. Número significa uma expansão de 8,1% em relação ao mesmo período de 2009. O crescimento do número de empregos com carteira assinada foi liderado pelo setor da construção civil, com alta de 16,04%, o que representou a geração de 47.446 novas vagas.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (19), em Brasília (DF), pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), com base no levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em setembro deste ano, das cinco regiões brasileiras, a Nordeste foi a que mais se destacou na geração de empregos com registro em carteira no período, com 105.897 postos, variação positiva de 1,97%.

Durante o mês de setembro, Minas Gerais registrou um crescimento de 0,22%, o que em números representa 8.448 empregos. O destaque foi a criação de vagas no setor de serviços com 11.503 postos, ou mais 0,84%. Em seguida se destacam o comércio (+8.856 postos), indústria da transformação (+16.081 postos) e construção civil (+5.713 postos).

Já o setor de agropecuária apresentou uma queda, em setembro, de 23.964 no número de empregos, o que representa uma baixa de 7,47%. Já nos primeiros nove meses de 2010, a atividade contabilizou a criação de 29.921 vagas de trabalho, atingindo um desempenho positivo de 11,56%, enquanto nos últimos 12 meses a agropecuária foi responsável por 1.506 novos empregos.

Em setembro, foram gerados no Brasil 246.875 novos empregos com carteira assinada, aponta o Caged. O crescimento de 0,70% levou o país a alcançar a marca de 2.201.406 novos postos de trabalho no ano. Em 12 meses, o número chega a 2.263.865 novos empregos formais, confirmando a retomada do crescimento.

Em 2010, o mercado de trabalho vem mostrando crescimento generalizado em todo o Brasil, com 17 das 27 unidades da federação registrando recorde e outras sete apresentando segundos melhores resultados. O mercado continuará crescendo, alavancado principalmente por setores como comércio e serviços, por conta do período de fim de ano que se aproxima.

fonte: Ag. Minas

Familiares de Zé Paulo comparecem a Câmara Municipal

Familiares do adolescente Zé Paulo compareceram a reunião de ontem na Câmara Municipal. A família falou sobre como foi a morte do menor e pediu a apoio no acompanhamento do caso.

Todos os vereadores entraram em solidariedade com a família e prestou as condolências pela morte do garoto. Os familiares estavam todos vestidos com camisas que continham a foto de Zé Paulo.

domingo, 17 de outubro de 2010

Associação confirma título e Cristalino garante caneco nos penaltis

Neste domingo,no estádio Chico Marques, foram realizadas as partidas da decisão do Campeonato Municipal 2010. Centenas de pessoas compareceram ao campo para acompanharem os jogos das categorias aspirantes e amador-adulto.

Na categoria aspirantes, o Cristalino conseguiu um gol nos acrésimos, justamente aos 47 minutos do segundo tempo, diante do Famorime. O resultado levou a decisão para os penaltis. O Colorada levou a melhor e se tornou o campeão da categoria, com jogadores com idade média abaixo de vinte anos.

Já categoria amador-adulto, a Associação conquistou o segundo título do ano. O Tricolor derrotou o SE Palmeiras por 1 a 0. O placar sagrou o time campeão do Municipal de 2010.