sábado, 27 de novembro de 2010

Vila Gontijo e Famorine brigam pela liderança da Copa Jornal Fique Sabendo Sub 20

Amanhã, domingo, 28 de novembro, acontece mais uma rodada da Copa Jornal Fique Sabendo Sub 2o. Os jogos serão realizados nos estádios Antônio Leite de Oliveira e Pedro Lino da Costa. As partidas estão com horários previstos a partir das 16h45.

No bairro de Fátima, o vice-líder Famorine enfrenta o Vila Gontijo DÊ Escoramentos, primeiro colocado da competição. O vencedor deste jogo dará um grande passo para a classificação. Isso porque, o líder tem 7 pontos e o segundo, tem 5.

Já no bairro São Vicente, a situação é diferente. Os dois últimos se pegam com o objetivo de conquistar a vitória, pois qualquer resultado de derrota para Cristalino ou Asssociação, diminuem muito as possibilidades do perdedor chegar a final.

Só para relembrar, os dois primeiros colocados fazem a final da competição, programada para acontecer dia 19 de dezembro em Bom Despacho.

Chuva já começa a fazer estragos em BD



Na tarde de quinta-feira, a chuva que aconteceu durante a tarde, derrubou parte do telhado de um casebre no bairro São Vicente. Segundo o proprietário, queda pode ter ocorrido por causa de uma obra, vizinha que ainda está em fase de construção.

A PM foi acionada para registrar a ocorrência. A equipe do jornal Fique Sabendo chegou ao local, poucos instantes após a queda."A minha mãe era quem morava na residência antes dela falecer", diz Majela Silva, dono da casa.

Felizmente, como ninguém morava na residência, não danos maiores.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Frente fria chega a várias regiões do estado no fim de semana

Uma frente fria que passa pelo litoral da região Sudeste deverá atingir, no sábado (27) e no domingo (28), as regiões do Vale do Mucuri, Jequitinhonha, Oeste, Triângulo Mineiro e Zona da Mata, causando pancadas de chuvas. A temperatura deve variar entre 19º e 30º. No fim de semana, também deverá ocorrer pancadas de chuvas na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). A frente fria entra em dissipação a partir de segunda-feira, segundo informação do meteorologista Ruibran Reis, do Minas Tempo.

Segundo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), as fortes chuvas da semana causaram o desaparecimento de uma senhora de 62 anos, em Visconde do Rio Branco, Zona da Mata, na quinta-feira (25), e a morte de Edgar Bispo dos Santos, 36 anos, arrastado pela enxurrada do Córrego do Onça, em Belo Horizonte.

A informação da Cedec é de que em todo o Estado há 2031 desalojados, 159 desabrigados e 12 feridos, totalizando 70.790 pessoas afetadas. Ainda segundo acompanhamento da Cedec, foram identificadas 661 casas danificadas e 41 destruídas.

Até o fim da tarde desta sexta-feira (26), o calor e a alta umidade favorecem o aparecimento de áreas de instabilidade, com pancadas de chuvas nas Regiões Norte, Nordeste, Centro-Leste, Campo das Vertentes e Zona da Mata.

Minas Gerais lidera a 6ª edição da Olimpíada Brasileira Matemática das Escolas Públicas

Os alunos de Minas Gerais venceram pela quarta vez consecutiva a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), superando São Paulo e Rio de Janeiro. O Estado é o campeão de medalhas no país, com 780 estudantes premiados. São 113 medalhas de Ouro, 231 de Prata e 436 de Bronze. Os alunos da rede estadual se destacam entre os premiados mineiros.

Das 780 medalhas conquistadas por Minas, 509 são da rede estadual, com 65 de Ouro, 147 de Prata e 297 de Bronze. O destaque do Estado também está entre as escolas premiadas. Das 249 selecionadas nacionalmente, Minas possui 53 na lista, sendo 45 da rede estadual.

A segunda colocação da Obmep/2010 ficou com o Estado de São Paulo. Os paulistas conquistaram 737 medalhas - 83 de Ouro, 212 de Prata e 442 de Bronze. Rio de Janeiro conquistou o 3º lugar com 350 medalhas, mas venceu São Paulo na categoria Ouro com 95 medalhas. Nas categorias Prata e Bronze recebeu 112 e 143 medalhas respectivamente. Ao todo, a Obmep distribui 3.200 medalhas em todo o país, sendo 500 de ouro, 900 de prata e 1.800 de bronze.

Entre os professores, Minas Gerais também conquistou números expressivos. Dos 130 premiados em todo o país, 29 são mineiros, sendo 23 da rede estadual. Para a premiação desses professores é levando em conta o número de medalhistas nas categorias: Ouro, Prata, Bronze e Menção Honrosa.

A relação dos premiados está disponível no site da Obmep http://premiacao.obmep.org.br/2010/mapa_premiacao_content.htm

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

PEC 300 gera divergências entre governadores e parlamentares

Publicação: 23/11/2010 15:29 Atualização: 24/11/2010 07:44

Terminou sem acordo a reunião de cinco governadores eleitos e reeleitos com representantes do governo e parlamentares em Brasília, nesta terça-feira. No encontro, os governadores se manifestaram contra a aprovação da PEC 300, proposta de emenda à constituição que estabelece um piso nacional para policiais Militares e Civis e do Corpo de Bombeiros. Os governadores também pediram a aprovação da Lei Kandir, que compensa os estados pelas perdas causadas pela redução do ICMS para exportações, e da PEC que prorroga o fundo de combate à pobreza.

Sobre a PEC 300, que gera despesas nos cofres dos estados, os governadores afirmaram que o projeto fere o pacto federativo. O governador reeleito Jaques Wagner (PT), da Bahia, argumentou que a folha de pagamento das corporações policiais e dos bombeiros são responsabilidade do estado. ''Se forem criados pisos salariais para essas categorias, daqui a pouco os governadores terão cerceado o seu direito de fazer s ua administração de pessoal, que depende do orçamento de cada um'', disse Wagner.

O governo federal concordou com as demandas apresentadas pelos, mas o pedido promete uma queda de braço entre parlamentares e governadores, já que os deputados têm interesse na aprovação da PEC 300, beneficiando suas bases.

Saiba mais...
Bernardo: discussão sobre PEC 300 é ''inacreditável'' Anastasia e outros governadores vão a Brasília discutir Lei Kandir Orçamento terá R$3,9 bilhões para a Lei Kandir Servidores do Judiciário e PMs esboçam greves se PEC 300 não for aprovada Eduardo Campos: debate sobre a PEC 300 precisa levar em conta as desigualdades regionais Governo tenta negociar votações de propostas defendidas pelos governadores
O ministro das relações Institucionais, Alexandre Padilha, defendeu o apelo feito pelos governadores. ''O ministro Paulo Bernardo [do Planejamento] disse que isso geraria impacto orçamentário de R$ 43 bilhões para União e estados. Além do mais, essa PEC poderá acarretar em um efeito cascata, para aumentar o salário de outras categorias e isso prejudicaria ainda mais a situação'', argumentou.

O líder do PDT, Paulinho da Força (SP), já avisou que, se houver sessão extraordinária para votar os dois itens defendidos pelos governadores, ele pedirá a inclusão da votação da PEC 300 na pauta. A aprovação da Lei Kandir e da prorrogação do fundo depende de acordo entre os parlamentares, já que atualmente a pauta da Câmara está trancada por dez Medidas Provisórias.

Participaram da reunião o presidente da Câmara e vice-presidente eleito, Michel Temer (PMDB), o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, e das Relações Institucionais, Al exandre Padilha. Além disso, estiveram presentes os governadores eleitos de Geraldo Alckmin (PSDB-SP), Renato Casagrande (PSB-ES), e os reeleitos Antonio Anastasia (PSDB-MG) e), Cid Gomes (PSB-CE) e Jaques Wagner (PT-BA). O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), enviou representante.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Relator pede arquivamento da CPI do Mensalinho

Na reunião de segunda-feira, foi apresentado junto ao plenário da Câmara Municipal, o relatório da CPI do Mensalino, feito pelo vereador Gilmar Iru (PDT). O documento pede o arquivamento da comissão palarmentar de inquérito.

Segundo Gilmar, as denúncias feitas pelo ex-secretário Ernane Chipanzé ficaram sem fundamento, pois não continham provas concretas para a pedir a condenação dos acusados, no caso o Prefeito Haroldo Queiroz e sua esposa Maria da Conceição Queiroz.

Entretanto, o vereador Fernando Cabral, presidente da CPI, informou que a comissão não tem como condenar ninguém, e sim , requerer ao Ministério Público, a condenação dos acusados, se houver provas conclusivas.

Os trabalhos da CPI duraram cerca de 180 dias. Houve vários depoimentos, mas no entanto, os acusados Haroldo Queiroz, Maria da Conceição Queiroz e Tereza Queiroz se recusaram a depor.

Prefeito Haroldo Queiroz diz: "Continuar fazendo as coisas erradas"

Em entrevista a rádio Difusora na manhã de segunda-feira, o Prefeito Haroldo Queiroz pode ter se atrapalhado durante o seu pronunciamento. Em um certo momento, o chefe do Executivo de Bom Despacho afirma: ""Agora, João, eu quer' preocupar é com minha posição na prefeitura – tá certo? – e continuar fazendo as cois' erradas"

Tal dito foi parar no blog do líder da oposição, Vereador Fernando Cabral e também do radialista Rosembergue de Castro.

A OPOSIÇÃO EM MINAS E EM BOM DESPACHO

por José de Souza Castro

Leio com atraso, na Folha de S. Paulo do dia 20 deste mês, que apenas 13 dos 77 deputados estaduais mineiros, na próxima legislatura, estarão fora da base partidária de apoio ao governador Antonio Anastasia, do PSDB. Aécio Neves, por sua vez, teve 19 deputados oposicionistas, os quais, se fizeram oposição, ninguém sabe, ninguém viu, pois a imprensa não a registrou.

Afirma o correspondente do jornal paulista, Paulo Peixoto, que o PMDB, passada a eleição, se aproxima do governo e, desse modo, a oposição ficará restrita aos 11 deputados do PT e aos dois do PC do B. “Sete dos oito deputados eleitos do PMDB se reuniram ontem com Anastasia. O líder da bancada, deputado Vanderlei Miranda, sinalizou o caminho a seguir. “Continuamos na independência, mas podemos, sim, nos alinhar ao governo”, disse, após a reunião.”

Não há ainda motivos para desespero. Vamos supor que desses 13 deputados, pelo menos um se comporte como o vereador Fernando José Cabral (PPS), de Bom Despacho. E que, por uma dessas coisas da vida, a imprensa mineira abra espaço para esse deputado, como faz naquela próspera cidade do Oeste de Minas a tradicional Rádio Difusora-AM, líder de audiência.

Dito isso, devo explicar porque estou citando aqui Bom Despacho. Quando menino, eu morava numa fazenda num município vizinho (Luz) e duas vezes por ano minha mãe ia visitar os pais em Bom Despacho, num Ford 29 alugado de um chofer de praça de Santo Antônio do Monte. A viagem era agendada com seis meses de antecedência, e durante todo esse tempo eu e meus irmãos ficávamos na expectativa da aventura. Aos 10 anos, meu pai me mandou para um internato naquela cidade, onde estudei durante dois anos.

Portanto, minha ligação com Bom Despacho é antiga, e ali ainda tenho muitos parentes, inclusive o primo Fernando Cabral, o mais votado vereador da história local, como não se cansa de repetir, em seu blog (http://bomdespacho-mg.blogspot.com/), meu sobrinho Rosemberg Rodrigues de Castro.

Dadas essas explicações, vamos ao que interessa. O sistema democrático não funciona bem, se o Executivo puder agir ao bel-prazer, sem o olhar atento de uma oposição aguerrida no Legislativo, um Ministério Público atuante, um Judiciário disposto a punir os erros dos governantes e uma imprensa que informe corretamente o que se passa nos poderes públicos e como as autoridades gastam o dinheiro arrecadado dos contribuintes. Em todos os níveis do poder, começando pelo municipal.

Daí a importância do que vou narrar a seguir.

No dia 17 deste mês de novembro, a Comissão Parlamentar de Inquérito constituída pela Câmara Municipal de Bom Despacho encerrou, dentro do prazo, os trabalhos para investigar várias denúncias contra o prefeito Haroldo de Souza Queiroz (PDT), no cargo desde 2005. No dia seguinte, o repórter João Batista de Oliveira, o JB, da Difusora-AM, entrevistou ao vivo o presidente da CPI, Fernando Cabral (PPS), durante quase 37 minutos. No dia 22, foi a vez do prefeito, por mais de 41 minutos, se defender das acusações, na mesma rádio. Queiroz procurou transmitir tranquilidade – ele tem maioria na Câmara de Vereadores – diante da ameaça de cassação, acenada por Cabral.

“Agora, João, eu quero me preocupar é com minha posição na prefeitura – tá certo? – e continuar fazendo as coisas erradas”.
Esse trecho da fala, certamente um ato falho, foi destacado pelos blogs do vereador e do Rosemberg. Fernando Cabral também divulgou um problema que não chegou a ser apurado pela CPI, por falta de tempo, mas do qual ele tratou longamente na entrevista à rádio. Segundo o vereador, ocorreu “roubalheira generalizada” numa obra de saneamento feita pela prefeitura com recursos do governo federal.

Trata-se da canalização do Córrego dos Machados. Fernando Cabral, numa investigação preliminar, encontrou nessa obra desvios calculados entre um milhão e dois milhões de reais, com o simples exame dos documentos apresentados pela construtora e pela prefeitura. “A identificação e mensuração de algumas dessas manipulações exige perícia técnica no local”, diz o vereador, em seu blog. (http://fernandocabral.blogspot.com/search?updated-max=2010-11-21T08:48:00-02:00&max-results=10)

A obra deveria custar, pelo contrato, R$ 5.464.111,24. “Ao mesmo tempo em que deixou de executar serviços previstos equivalentes a R$ 3.470.910,00, a empreiteira declarou ter executado serviços não previstos. O valor desses serviços foi de R$ 1.640.581,98”, escreveu Cabral. Fazendo as contas, o vereador encontrou que a prefeitura pagou R$ 1.009.113,10 acima do que deveria ter pagado.

Eu não vou entrar nessa aritmética. É um caso a ser apurado pela Câmara dos Vereadores, Polícia Federal, Ministério Público e, se for o caso, os culpados punidos pelo Judiciário. O que me interessa aqui é destacar que o prefeito, se quiser mesmo continuar no cargo, ele não vai poder “continuar fazendo as coisas erradas”, a julgar pelo comportamento da oposição e da imprensa local.

E no governo do Estado? Vamos aguardar, para ver se a história dos últimos oito anos não vai se repetir – como uma farsa trágica.

(*)Jornalista.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Meteorologia prevê temporais no Vale do Aço, Rio Doce e Leste de Minas para esta quarta-feira, 24 de novembro

O comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, coronel Gilvam Almeida Sá, se reuniu nesta terça-feira, (23), na Cidade Administrativa, com representantes da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil –Comdec- e Prefeitura de Belo Horizonte, para traçar em conjunto, ações de prevenção visando a agilizar o atendimento à população, em caso de fortes temporais.

Segundo o coronel Gilvam, além do acompanhamento diário de previsão meteorológica, todo o efetivo do Corpo de Bombeiros está preparado para deslocar reforços a outros municípios no apoio logístico e humanitário, sempre que se fizer necessário. “Em situações extraordinárias o efetivo será dobrado”, garantiu.

Nesta quarta-feira, (24), há possibilidade de temporais nas regiões do Vale do Aço, Rio Doce e Leste do Estado, segundo o meteorologista Ruibran dos Reis, do MinasTempo. Nas regiões Sul, Campo das Vertentes, Zona da Mata, Central e RMBH também deve chover até quinta-feira (25). Nas últimas 24 horas, segundo o meteorologista, choveu na capital mineira aproximadamente 146 milímetros (mm) o que corresponde ao previsto para 20 dias de chuvas em novembro.

Na tarde desta terça-feira ainda poderão ocorrer temporais nas regiões do Triângulo Mineiro, Noroeste e Norte do Estado. Na região metropolitana, o céu está com nuvens carregadas com previsão de chuvas. As temperaturas deverão variar entre 18º e 25º.

O temporal da madrugada desta terça-feira provocou a morte de um homem, de 38 anos, além de alagamento em vários pontos da capital. O corpo foi resgatado em meio à enxurrada, pelo Corpo de Bombeiros, próximo a sua residência, no bairro Ouro Minas.

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Estado de Minas Gerais (Cedec-MG) está em contato com os coordenadores municipais da Região Metropolitana e interior do Estado, acompanhando as ocorrências e disponibilizando apoio humano e material que se fizer necessário. A Cedec está preparada para atender às demandas, mas até o momento não recebeu nenhuma solicitação de apoio de ajuda humanitária, como discesta básica, colchões e cobertores.

Atendimento Bombeiros

Até as 11h desta terça-feira, (23), o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais registrou 22 casos de desabamento, 42 quedas de árvores do total de 72 chamadas recebidas. Informações do Corpo de Bombeiros mostram que, os maiores alagamentos aconteceram na avenida Cristiano Machado, próximo aos bairros Dona Clara, Suzana e Primeiro de Maio, onde cerca de 40 pessoas foram retiradas sem ferimentos com uso de barcos, boias e helicóptero da corporação em apoio.

Na avenida Cristiano Machado, o helicóptero dos Bombeiros resgatou um jovem que ficou ilhado. Os Bombeiros resgataram, ainda, três vítimas do deslizamento de barranco de aproximadamente 30 metros de altura, que atingiu uma casa, na rua Domingos Francis Drumond, no bairro Ouro Preto. As três vítimas com ferimentos, incluindo uma criança de oito anos foram entregues ao Samu-BH.

Rodovias

As fortes chuvas que caíram em diversas regiões do Estado, a partir da noite desta segunda-feira (22) provocaram o rompimento de tubulação de água pluvial no Km 436 da BR 381, próximo ao Distrito de Ravena, o que levou a Polícia Rodoviária Federal a interromper o tráfego nos dois sentidos da rodovia. A interdição deve ser mantida até sábado.

De acordo com a PRF, veículos leves que deixarem a capital devem passar por Sabará, Caeté e pegar novamente a BR381. Para chegar à capital, os motoristas devem entrar no trevo de Caeté e passar por Sabará.

Os veículos pesados devem passar por Ouro Preto, passando por Barão de Cocais ou Rio Casca. A PRF já comunicou a interdição do trecho no Km 436 da 381, às 34 prefeituras que compõem a Região Metropolitana de Belo Horizonte, Secretaria Estadual de Saúde e Polícia Militar.

Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER/MG), não há interdições decorrentes das chuvas dessa madrugada nas MGs. Para informações sobre as rodovias com restrição de tráfego os motoristas podem acessar o site www.der.mg.gov.br.


Mais informações na Cedec
Contato: 9818-2500, com Major Edylan

Superintendência de Imprensa do Governo de Minas
Contato: (31) 3915-0114 / 9762-6948, com Kátia Labouré

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Agronegócio de Minas Gerais bate recordes com exportação

O ano de 2010 será marcado por recordes nas exportações do agronegócio de Minas Gerais. De janeiro a outubro deste ano, as vendas do Estado para o mercado internacional somaram US$ 6,1 bilhões. O valor já é superior às exportações do agronegócio mineiro de todo o ano (12 meses) de 2008 e de 2009, até então os recordes estaduais, com US$ 5,9 bilhões e US$ 5,6 bilhões, respectivamente. Outro número histórico deste ano foi atingido com as vendas externas de outubro, maior faturamento mensal já registrado pelo agronegócio de Minas Gerais. Os dados foram divulgados pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

“Os recordes deste ano são resultado da valorização de preços dos produtos agrícolas no mercado internacional e do aumento da participação dos produtos de Minas Gerais em outros países. Além do crescimento no faturamento, também aumentamos a quantidade vendida para o exterior. O nosso desempenho superou a média nacional”, explica o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Gilman Viana.

O valor das exportações do agronegócio mineiro nos 10 primeiros meses do ano cresceu 33% em relação ao mesmo período do ano passado, quando os embarques movimentaram US$ 4,6 bilhões. Na quantidade exportada, o crescimento mineiro foi de 14%, ao atingir 5,9 milhões de toneladas de produtos agropecuários enviados ao exterior. Já a média do agronegócio nacional apresentou um crescimento de 16,5% no valor exportado (US$ 64 bilhões) e de 6,5% da quantidade vendida (99,3 milhões de toneladas).

O café é responsável pela maior parte do faturamento do agronegócio estadual. As vendas nos 10 primeiros meses deste ano somaram US$ 3,1 bilhões. Um aumento de 34,8% na comparação com o mesmo período de 2009. As exportações de açúcar também se destacaram com um crescimento de 100,1% no faturamento, que atingiu US$ 853 milhões. Com este valor, a açúcar passou a ser segundo produto na pauta de exportações do agronegócio mineiro.

“Tanto no caso do café quanto do açúcar, o aumento do preço do produto no mercado internacional garantiu a alta do faturamento. Neste ano, houve maior procura por cafés de qualidade produzidos em Minas Gerais. Com o açúcar, ainda foi registrado um expressivo aumento de 47% da quantidade vendida para o exterior”, comenta Gilman Viana.

O grupo das carnes - bovina, suína e aves - apresentou um faturamento de 16,2% maior com as exportações deste ano, na comparação com os primeiros 10 meses do ano passado. O valor comercializado foi de US$ 631,8 milhões. Neste caso, o crescimento dos valores das vendas da carne bovina (20,6%) e de aves (28,2%) compensaram a queda do faturamento das exportações da carne suína (-27,7%).

As vendas de madeiras e derivados também tiveram bom desempenho neste ano. De janeiro a outubro elas movimentaram US$ 600,2 milhões. Um crescimento de 79,2% na comparação com os 10 primeiros meses de 2009. Além da carne suína, os produtos que tiveram desempenho negativo de faturamento no acumulado de 2010 foram: álcool (-34,1%), farelo de soja (-50,8%), soja em grão (-20,2%), couro (-26,7%) e algodão (-13,9%).

Outubro

O valor das exportações do agronegócio mineiro em outubro foi o maior valor mensal da história já registrado pelo Estado. Os negócios somaram US$ 808 milhões. O valor superou o faturamento de agosto de 2010, que até então era o recorde estadual, com US$ 709,5 milhões.


Exportações do agronegócio de Minas Gerais

- 2010 (10 meses): US$ 6,1 bilhões
- 2009 (10 meses): US$ 4,6 bilhões
- 2008 e 2009 (12 meses - antigos recordes anuais): US$ 5,9 bilhões e US$ 5,6 bilhões
- Outubro de 2010 (recorde mensal): US$ 808 milhões
- Principais produtos exportados: café, açúcar, carnes, madeira e derivados

Atropelamento faz vítima na Av. Martinho Campos, leia a ocorrência

ATROPELAMENTO DE PESSOA COM VÍTIMA FATAL: Em 20Nov10-Sáb, por volta de 21:05h, uma GuRp compareceu à Avenida MARTINHO CAMPOS, no bairro ESPLANADA, onde deparou com a vítima M. L. DA S., 42 anos de idade, caída ao solo com grande sangramento na cabeça e boca, e no local, segundo declarações da testemunha C. M. V., esposa da vítima, a mesma estacionou seu veículo caminhonete para fazer entrega de dois botijões de gás em uma lanchonete , localizada no referido endereço e quando ao retornar com o botijão vazio foi atropelado por um veículo ESCORT de cor vinho, o qual evadiu do local sem prestar socorro.

Vítima foi conduzida ao Pronto Atendimento em estado gravíssimo, onde durante o atendimento médico, não resistiu aos ferimentos, vindo a falecer. Segundo testemunhas o autor do atropelamento seria um morador do bairro ESPLANADA e diante das informações, foi feito rastreamento, sendo o autor F. T. DE M., 24 anos de idade, localizado próximo a sua residência, juntamente com o veículo FORD ESCORT GL ano 1990 de cor vermelha, o qual apresentava amassamento no para choque, capô e estava com o para brisa dianteiro quebrado.

O autor apresentava sintomas de embriagues, olhos avermelhados fala arrastada e hálito etílico e se recusou de fazer o teste de alcoolemia, fato este presenciado pelas testemunhas. Conforme relato do autor, o mesmo trafegava pela Av. MARTINHO CAMPOS e não viu a vítima atravessando a via, tendo atropelado a mesma, e que no momento ficou nervoso, pois sua CNH estava recolhida, e evadiu do local sem prestar o devido socorro. O autor recebeu voz de prisão e foi encaminhado a Depol, juntamente com o CRLV e o veículo apreendido, onde foi autuado por crime de trânsito. A perícia foi acionada.

fonte: Ass. Com. Sétimo batalhão

domingo, 21 de novembro de 2010

Vila Gontijo vence Cristalino e mantém liderança da Copa Jornal Fique Sabendo Sub 20

Neste domingo, foram realizados mais dos jogos da Copa Jornal Fique Sabendo Sub 20. No estádio Antônio Leite, Vila Gontijo derrotou o Cristalino e manteve a liderança da competição com 7 pontos. No estádio Pedro Lino da Costa, o Famorine derrotou a Associação por 2 a 1, e roubou o segundo lugar do Colorado.

A próxima rodada acontece dia 28 de novembro. As partidas serão realizadas no mesmo horário, a partir das 16h5. O jogo da Vila Gontijo Dê Escoramentos deverá ser transferido para o campo do Esplanada. O Confronto de Cristalino x Associação ocorre no estádio Antônio Leite de Oliveira.

confira a classificação até a terceira rodada:

Equipe P J V D E GP GS S
Vila Gontijo 7 03 02 00 01 02 00 02
Famorine 5 03 01 00 02 03 03 00
Cristalino 2 03 00 01 02 02 03 -1
Associação 1 03 00 02 01 02 04 -2

*Os dois primeiros colocados fazem a final.