Polícia Militar orienta população sobre itens prioritários para doação aos desabrigados


A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) transformou suas unidades em pontos de orientação para as pessoas que querem participar da campanha de ajuda às vítimas das chuvas que atingiram o Sul de Minas e a região serrana do Rio de Janeiro. A instituição está orientando a população interessada em fazer doações com relação aos itens de maior demanda por parte da Cruz Vermelha. A prioridade é para o leite em pó, água potável e velas.

Na sede da 118ª Companhia PM de Rio Casca, na Zona da Mata, a arrecadação de alimentos não perecíveis e água mineral para distribuição às famílias desabrigadas superou as expectativas. Em apenas um dia, foi arrecadada uma tonelada de alimentos. O material foi transportado para a sede da 21ª Companhia PM Independente de Ponte Nova, de onde partiu em um caminhão diretamente para doação nas cidades atingidas.

Distribuição

Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, duas salas da Companhia de Ensino e Treinamento do 4º Batalhão foram usadas para acomodar as doações feitas pela população local. Os corredores e a recepção da unidade também precisaram ser ocupados antes do envio da remessa do material aos municípios atingido pelas chuvas.

Atendendo à solicitação da campanha, predominaram as doações de alimentos não perecíveis e água potável, sendo arrecadados também cobertores e roupas para crianças e adultos. Os alunos do Curso Técnico de Segurança Pública do 4º BPM estão se revezando em turnos para organizar as doações, possibilitando que elas saiam já divididas em kits prontos para a distribuição às famílias.

Em todos os casos, o destino das doações será determinado pela Defesa Civil e pela Cruz Vermelha em Minas Gerais com base nas necessidades específicas dos cidadãos de cada área atingida.

Comentários