Cerca de 70 milhões de adolescentes estão fora da escola, alerta Unicef

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lançou na sexta-feira, 25 de fevereiro, o relatório Situação Mundial da Infância 2011 - Adolescência: Uma fase de Oportunidades. O estudo sugere que investimentos na proteção e no desenvolvimento da população dos 1,2 bilhão de adolescentes no mundo podem romper ciclos de pobreza.

Segundo o relatório, em todo o mundo, mais de 70 milhões de adolescentes em idade escolar estão fora das salas de aula.

Entre 1998 e 2008, o Brasil conseguiu reduzir a taxa de mortalidade infantil preservando a vida de 26 mil crianças. Mas durante o mesmo período, 81 mil adolescentes brasileiros, entre 15 e 19 anos, foram assassinados. Para o Unicef, a situação evidencia a falta de investimentos na população jovem.

O diretor-exectutivo do Unicef, Anthony Lake, destacou que é preciso investir mais nos adolescentes, em educação, saúde e em outras medidas de qualidade de vida.

A grande maioria dos adolescentes, 88%, vive em países em desenvolvimento. Muitos enfrentam uma série de problemas como desemprego, violência e vida precária.

Segundo o Unicef, existem poucas oportunidades de inserção social e produtiva para esses jovens no Brasil, que tem atualmente 21 milhões de adolescentes.

Lake acredita que proporcionar a todos as ferramentas necessárias promoverá uma geração de cidadãos economicamente independentes.

fonte: Portal Eco

Comentários