Mulheres preferem lojas de rua, diz estudo

Roupas femininas foram produtos mais comprados nos últimos 30 dias

Por Sylvia de Sá, do Mundo do Marketing
sylvia@mundodomarketing.com.br


A maioria das mulheres brasileiras prefere lojas de rua. É o que diz um levantamento do Ibope Mídia, baseado nas informações da ferramenta Target Group Index. Segundo o estudo, 69% das consumidoras fizeram compras nos últimos 30 dias. Dessas, 84% preferiram pontos de venda de rua, contra 60% que foram aos shoppings. Já 18% afirmaram ter feito compras pela internet, um aumento de 10% comparado à pesquisa anterior, quando o número era de apenas 10%. Em 2010, o mesmo estudo também indicou a liderança das lojas de rua, com 48%, enquanto os shoppings ficaram com 33% e as lojas de departamento, 24%.

As roupas femininas destacaram-se nas compras, sendo a opção de 79% das mulheres. Em seguida, aparecem calçados (61%), roupas para homens (44%) e roupas para crianças e bebês (40%). O ticket médio das compras foi de R$ 190,83. Ao explicar seus hábitos de consumo, as consumidoras destacam que procuram ofertas e descontos (82%), que vale a pena pagar mais por produtos de
higiene pessoal de boa qualidade (80%), que são fiéis à marca quando gostam do produto (70%), que planejam a compra de itens caros (68%) e que costumam experimentar novas marcas (50%). O estudo foi realizado nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Brasília e nos interiores de São Paulo e das regiões Sul e Sudeste.

Comentários