Minas Gerais cumpre meta de vacinação contra a Influenza

Nesta sexta-feira (27), termina a campanha nacional de vacinação contra a Influenza. Um dia antes do encerramento, Minas Gerais cumpri e supera a meta de vacinação, alcançando 82,44% de cobertura global, até o momento. Porém, alguns municípios e grupos ainda não alcançaram os 80% estabelecidos pelo Ministério da Saúde e por isso a população deve procurar, até esta sexta-feira (27), uma Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência.

De acordo com a coordenadora Estadual de Imunização, Tânia Brant, “o resultado é muito positivo, mas ainda preocupa o fato de algumas cidades, com grande população, ainda não terem alcançado a meta, como é o caso de Santa Luzia, com 62,81% e Ribeirão das Neves, 60,20%, de cobertura, por exemplo”, ressalta.

Jampruca, no Leste do Estado, com 43,46%; Itueta, também no Leste de Minas, 57,41% e São Gonçalo do Pará, no Centro-Oeste do Estado, com 59,64%, são outros exemplos de cidades que estão bem abaixo da meta. Em relação às grávidas, o grupo que apresenta menor adesão à campanha, Tânia atribuiu dois motivos para a baixa cobertura, “o primeiro é a desinformação, já que muitas mulheres ficam com receio de serem vacinadas e o outro é que houve uma superestimativa de mulheres grávidas”, explica.

Ainda de acordo com Tânia Brant, as cidades têm até o dia 10 de junho para lançarem os dados no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI). Após este período o que se recomenda é que quem não recebeu a vacina, procure uma Unidade Básica de Saúde para ser imunizado.

Regionais cumprem a meta

Das 10 Gerências Regionais de Saúde (GRS), apenas duas (Pedra Azul com 77,34% e Ituiutaba com 76,47% de cobertura) ainda não cumpriram a meta, mas falta pouco para conseguirem. Das 18 Superintendências Regionais de Saúde, duas também não alçaram a meta, porém estão bem próximas de chegarem aos 80%: Governador Valadares com 76,80% e Sete Lagoas com 78,26%.

Na Superintendência Regional de Saúde de Juiz de Fora (SRS-JF), a meta foi vacinar 132.030 pessoas, entre idosos, crianças de 6 meses a 2 anos de idade, gestantes e profissionais de saúde. Até o momento foram vacinadas 105.939 pessoas, alcançando a cobertura de 80,24%. Dos 37 municípios que fazem parte da SRS-JF, dois ainda não atingiram a meta: Juiz de Fora (76,81%) e Santos Dumont (73,30%).

As melhores coberturas vacinais da SRS-JF ocorreram nos grupos de profissionais de saúde (109,71%) e no grupo de crianças (86,46%). Ao todo foram vacinados 8.498 profissionais e 11.384 crianças menores de dois anos. O grupo que, até o momento, apresentou a menor cobertura na área da SRS-JF foi o das gestantes, sendo aplicadas 4.500 doses o que resulta em uma cobertura de 44,91%.

Segundo o superintendente Regional de Saúde da SRS-JF, Cláudio Reis, “o trabalho e o esforço de todos foi fundamental para alcançarmos a meta. É muito importante que quem ainda não se vacinou procure os postos até esta sexta-feira (27), pois a vacina visa proteger a parcela da população que corre mais risco de ter a gripe na forma mais grave, por isso é tão importante que as pessoas que fazem parte do público alvo se imunizem. A única contra-indicação à vacina são para pessoas com alergia severa à proteína do ovo”, completa.

fonte: Ag, Minas

Comentários