Obras de modernização do estádio Mineirão em Belo Horizonte retomam ritmo normal


A Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) informa que 100% dos operários estão trabalhando nesta segunda-feira (20) nas obras de modernização do Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão).
Na manhã desta segunda-feira (20) os operários aprovaram em assembleia a proposta da empresa Minas Arena, responsável pelas obras e posteriormente pela operação por 25 anos do estádio.
A última rodada de negociação foi em audiência de conciliação e instrução no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), realizada na noite de sexta-feira (17), entre a Minas Arena e os representantes do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção de BH e Região (STIC-BH) e o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias da Construção Pesada de Minas Gerais (Siticop-MG).
O acordo prevê os seguintes benefícios:
- Fornecimento de cesta básica/cartão alimentação no valor de R$ 60,00 a partir de 10/07/2011 (cesta ou cartão).
- Estabilidade de trabalho para os operários que fazem parte da comissão de representantes dos empregados.
- Pagamento como participação nos lucros proporcional ao tempo de serviço na obra, no valor de até R$ 660,00.
- Apresentação de um plano de saúde para os trabalhadores até o final de junho. 
- Pagamento de adicional de hora extra de 100%.
- Reajuste salarial com aumento de 4% de forma linear para todos os empregados. 
“Entendemos que todas as reivindicações foram atendidas. Os operários ausentes compensarão os dias que estiveram em paralisação no regime de oito horas”, afirma o presidente da Minas Arena, Ricardo Barra.
“É importante destacar que o cronograma está mantido e que o Mineirão estará pronto em dezembro de 2012”, assegura o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso.


Ag. Minas

Comentários