Estudo aponta Câmara Municipal gastando menos quando tinha 15 vereadores


Uma polêmica está tomando conta da política de Bom Despacho. É o projeto da Câmara Municipal para votar o aumento do número de vereadores a partir da próxima legislatura, de 2013 a 2016. O aumento passaria  de 9 para 13 vereadores.  


Há quem diga que o aumento do número de cadeiras irá gerar mais custo para o Poder Legislativo. Se alguém pensou desta forma, pode ter se enganado,  porque um estudo feito pelo vereador Ricardo Alvarenga,  aponta outros números.
 
De 2001 a 2004, quando o Poder Legislativo tinha 15 vereadores, os gastos da Câmara Municipal  eram abaixo do que apresenta atualmente com 9.  O estudo feito pelo vereador aponta os seguintes resultados: 2001=  R$ 673.887,91, 2002= R$ 663.386,17, 2003=R$  844.367,08,  2004= R$ 962.631,37,  com 15,  e 9 a partir de 2005= R$ 911.701,63, 2006= R$ 1.080.724,25,  2007=R$ 1.267.036,22, 2008=R$  1.647.578,19, 2009= R$ 1.608.412,36, 2010= R$ 1.646.715,90.
 
Este estudo segundo o  vereador `e um dos principais motivos que  o leva a  ser a favor do aumento das cadeiras de vereadores da Câmara Municipal. “ Quando a Câmara diminuiu o numero de vereadores, houve aumento na sua despesa, porque  precisou contratar mais funcionários para a melhor concretização de seus  trabalhos parlamentares”, ressaltou.
         
 Já o empresário Gilberto Silva tem outra opinião sobre este projeto. “ Sou contra, pois 9 `e o numero ideal de legisladores para Bom Despacho” , disse.

Caro leitor a última postagem estava com o título errado. Agora está corrigido.

Comentários