Nova Serrana, na região Centro-Oeste, ganha nova unidade do Sine


Os cerca de 80 mil habitantes da cidade de Nova Serrana, no Centro-Oeste de Minas, contam, a partir desta quinta-feira (20), com uma nova estrutura da Unidade de Atendimento ao Trabalhador do Sistema Nacional de Emprego (Sine-MG). A unidade, instalada no Centro Administrativo da Prefeitura de Nova Serrana, irá servir como apoio aos trabalhadores e empregadores da cidade.

De acordo com o secretário Adjunto de Trabalho e Emprego, Hélio Rabelo, a nova unidade está preparada para ser uma das mais completas e eficientes do Estado. “Estamos abrindo esta nova estrutura com todos os funcionários treinados no novo sistema Mais Emprego. Nova Serrana é uma cidade que apresenta uma peculiaridade neste momento em que o mundo todo está em busca de emprego. Aqui nós temos uma situação de pleno emprego, em que faltam pessoas e sobram oportunidades. Este Sine vai apresentar excelentes resultados”, destacou.

O prefeito de Nova Serrana, Paulo Cesar de Freitas, agradeceu o apoio do Governo do Estado. “O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Trabalho e Emprego (Sete), oferta ao povo de Nova Serrana esta bela unidade do Sine. Agora temos que investir na qualificação profissional para que possamos melhorar ainda mais as condições de acesso dos nossos trabalhadores ao mercado de trabalho”, afirmou.

Em fevereiro de 2011, o governador Antonio Anastasia esteve na cidade de Nova Serrana, acompanhado do secretário de Estado de Trabalho e Emprego, Carlos Pimenta, para firmar a parceria entre Governo de Minas e Prefeitura Municipal para a implantação da unidade do Sine – que agora se torna realidade.

Sine

O Sistema Nacional de Emprego (Sine) é coordenado em Minas Gerais pela Secretaria de Estado de Trabalho e Emprego (Sete). Atualmente, o Estado conta com 126 unidades espalhadas por todas as regiões. As unidades oferecem aos trabalhadores a oportunidade de encontrarem uma ocupação no mercado, emitirem carteira de trabalho, dar entrada no benefício do seguro-desemprego, além do acesso a diversos cursos de qualificação profissional.

Ag. Minas

Comentários