The New York Times afirma que BH é a sede da Copa com as obras mais adiantadas

Belo Horizonte é a cidade-sede com os preparativos mais adiantados para receber os jogos da Copa do Mundo de 2014, segundo uma recente reportagem publicada pelo jornal The New York Times. O diário destacou que muitos projetos de infraestrutura, na capital mineira, estão sendo realizados “e alguns já foram concluídos”. Citado pela reportagem, o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo (Secopa), Sérgio Barroso, lamentou o fato de que o segundo terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, não será construído a tempo de receber os turistas estrangeiros para os jogos.  
“Se o governo federal tivesse agido quando soube que Belo Horizonte seria uma cidade-sede, teria havido tempo mais do que suficiente para concluir o (segundo) terminal a tempo para a Copa do Mundo”, disse o secretário, citado pelo diário. Na reportagem, o The New York Times afirmou ainda que a Copa do Mundo tem acelerado a construção de muitas obras de infraestrutura, que vão contribuir para o desenvolvimento do Brasil.
Minas 100% em dia
As obras do estádio estão rigorosamente no cronograma e serão concluídas em 21 de dezembro de 2012. O Mineirão estará  pronto para a Copa das Confederações e para a Copa do Mundo de 2014. Além disso, Belo Horizonte teve todos os seus oito projetos de mobilidade urbana aprovados pelo Ministério das Cidades, sendo que cinco dessas obras já começaram.
A iniciativa privada aposta principalmente em hotéis: 29 já estão em construção e outros 17 na reta final de licenciamento. A prefeitura do município já prepara a concessão de 900 licenças de táxi; a sociedade civil se mobiliza para capacitar profissionais que atenderão os turistas-torcedores; micro e pequenas empresas se articulam em torno das 900 oportunidades de negócios detectadas por estudo do Sebrae-FGV – o maior número entre todas as sedes. “O Governo de Minas trabalha pelo legado. Queremos que interiorizar a Copa e internacionalizar Minas. Essa reportagem no The New York Times mostra estamos no caminho certo”, conclui Barroso.
Ag. Minas

Comentários