Polícia Civil de Minas entrega maletas de perícia criminal

A Superintendência de Polícia Técnico-Cientifica (SPTC), da Polícia Civil de Minas Gerais, entregou nesta segunda-feira (31) 150 maletas com modernos equipamentos e materiais de perícias de local de crime para as delegacias regionais dos 18 departamentos de Polícia Civil do Estado.
A entrega dos equipamentos foi feita pelo superintendente de Polícia Técnico-Científica, Diógenes Coelho Vieira, e pelo diretor do Instituto de Criminalística, Cleber Abood, durante cerimônia realizada na sede da Polícia Civil, na Cidade Administrativa. Peritos criminais de todo o Estado estiveram presentes para receber simbolicamente as maletas.
De acordo o superintendente de Polícia Técnico-Científica, Diógenes Coelho Vieira, as maletas estão sendo distribuídas conforme a avaliação dos locais onde prevalece a criminalidade, seguindo o planejamento estratégico que foi baseado em um relatório gerencial onde constam todos os serviços executados pela perícia criminal do Estado. “Isso permite que a cada unidade receba a quantidade de equipamentos necessária e de acordo com a demanda”, conclui.
As maletas, que foram adquiridas a partir de um convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça, totalizam um investimento de R$ 2,5 milhões e são equipadas, dentre outros, com máquinas fotográficas, netbooks, reagentes de sangue e drogas, trenas eletrônicas, GPS, luvas, óculos especiais, material para coleta de impressões digitais e para isolamento de área. Com os novos equipamentos, peritos criminais de todo o estado terão à disposição um kit com o material necessário para detectar e coletar vestígios como sangue, saliva, fio de cabelo ou impressões digitais.
Cerca de 70 peritos do interior e parte dos localizados em Belo Horizonte já foram devidamente treinados para utilizar os equipamentos e materiais contidos nas maletas. “Eles atuarão como multiplicadores, ensinando o que aprenderam para os colegas”, informou Diógenes Coelho Vieira. 
O superintendente reforçou ainda que as maletas possuem prazo de vida útil indeterminado e que a reposição dos diversos itens consumíveis já foi incluída no cronograma de aquisições da SPTC.  “Desta forma nós pretendemos fazer com que a maleta seja um item primordial no trabalho do perito”, destacou.
Unidades que receberam as maletas:
1º Departamento – Belo Horizonte – Instituto de Criminalística
2º Departamento – Contagem, Betim e Ribeirão das Neves
3º Departamento – Santa Luzia, Vespasiano e Ouro Preto
4º Departamento – Juiz de Fora, Ubá, Leopoldina e Muriaé
5º Departamento – Uberaba, Araxá, Frutal e Iturama
6º Departamento – Lavras, Varginha, Três Corações e Campo Belo
7º Departamento – Divinópolis, Bom Despacho, Pará de Minas e Formiga
8º Departamento – Governador Valadares e Guanhães
9º Departamento – Uberlândia, Ituiutuba e Araguari
10º Departamento – Patos de Minas e Patrocínio
11º Departamento – Montes Claros, Januária, Janaúba e Taiobeiras
12º Departamento – Ipatinga, Caratinga, Itabira, João Monlevade, Ponte Nova e Manhuaçu
13º Departamento – Barbacena, Conselho Lafaiete e São João del-Rei
14º Departamento – Curvelo, Capelinha, Diamantina, Sete Lagoas e Pirapora
15º Departamento - Teófilo Otoni, Pedra Azul, Almenara e Nanuque
16º Departamento – Unaí e Paracatu
17º Departamento – Pouso Alegre, Itajubá e São Lourenço
18º Departamento – Poços de Caldas, Alfenas, Passos, São Sebastião do Paraíso e Guaxupé. 
Ag. Minas

Comentários