Campanha do Corpo de Bombeiros orienta a população para os perigos das chuvas

Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) lançou a segunda etapa da campanha de prevenção contra os perigos da chuva. O objetivo é alertar a população sobre os principais cuidados a serem tomados para evitar os acidentes provocados nesse período.
A campanha está sendo desenvolvida com a veiculação no Estado, pelas principais emissoras de rádio e TV, de dicas para o período chuvoso. Foram produzidos spots e VT’s de 30 segundos com orientações específicas sobre algumas precauções que devem ser tomadas, pela população em geral, especialmente pelos moradores de áreas de risco, em caso de raios, chuvas e trovões. Na primeira etapa da campanha foram realizadas diversas ações preventivas em todo o Estado, com distribuição de material informativo à população.
Para o assessor de imprensa do Corpo de Bombeiros, Capitão Frederico Pascoal, a parceria com os órgãos de imprensa é essencial para o sucesso da campanha. “Dessa forma iremos atingir mais facilmente as pessoas em todo o Estado. O apoio da  mídia é fundamental para alcançar o nosso objetivo,  atingir todos os públicos, da pessoa mais simples a mais bem informada. Afinal, esses cuidados podem ser úteis para todos”, alerta.
A principal estratégia da campanha, que tem como tema “A chuva tem perigos que você não vê”, é estimular na população o comportamento de prevenção. O objetivo é que ela saiba antever e lidar com as situações de risco trazidas pelas chuvas. A campanha ficará no ar até fevereiro de 2012, quando termina o período crítico das chuvas, que vai de outubro a abril.
Para evitar possíveis transtornos, o Corpo de Bombeiros recomenda os seguintes cuidados:
Tempestades
Se estiver chovendo forte ou trovejando, fique dentro de sua casa ou procure um lugar onde você possa se abrigar, desde que não seja uma área de risco.  Evite viajar durante chuvas fortes e nunca dirija por estradas alagadas. Se notar que seu carro poderá ser arrastado pelas águas, pare, abandone o veículo e procure um local seguro.
Raios
- Desligue aparelhos elétricos das tomadas;
- Fique longe de janelas;
- Não fique próximo de árvores ou postes, porque eles atraem raios;
- Não fique em pé em campo aberto;
- Evite campos de futebol, praias e outros locais abertos;
- Não retire roupas de varais de arame durante as chuvas fortes;
- Mantenha distância de alambrados, cercas, linhas telefônicas e elétricas, assim como estruturas metálicas em geral;
- Permaneça dentro do carro, já que automóveis oferecem excelente proteção contra raios;
- Não fique dentro da água;
- Use o telefone somente em casos de emergência.
Deslizamentos de terra e desmatamentos
- Evite desmatar os morros, pois sem vegetação o solo fica sujeito a deslizamentos;
- Jamais plante bananeiras nas encostas, já que elas deixam a terra mais frágil;
- Fique atento para os sinais de perigo, como árvores, paredes, postes ou muros inclinados, portas e janelas emperradas e paredes com trincas ou barrigas;
- Rochas também são muito perigosas, especialmente se estiveram muito expostas na terra, em local sem vegetação e acima de sua casa;
- Abandone a área de risco com rapidez, mas sem correrias. Ninguém deve se preocupar em levar objetos;
- Evacue a área, evitando que pessoas desabilitadas ou curiosos entrem no local.
Prevenção
- Mantenha ralos e calhas limpos, para que o fluxo de água não seja interrompido;
- Tenha cuidado ao realizar a limpeza no telhado, evitando quedas;
- Não jogue lixo em calçadas, bueiros, rios, córregos ou galerias;
- Fique atento às notícias pelo rádio ou televisão sempre que puder, principalmente em dias de chuvas fortes. Isso pode evitar que você se coloque em situação de risco;
- Limpe os locais atingidos pela água e lama usando botas e luvas, assim você evita doenças graves, como a leptospirose;
- Não reaproveite alimentos que possam ter sido atingidos pelas águas das chuvas, mesmo os que estejam fechados em pacotes, pois algumas embalagens podem ser de material absorvente, o que propicia a contaminação;
- Febres, diarreia, vômitos e dores de cabeça ou no corpo, após o contato com águas de inundação, podem indicar doenças, como a leptospirose e hepatite A, e a pessoa deve ser encaminhada ao posto de saúde mais próximo.
Cuidados após a limpeza
O verão está chegando. Época de viajar, de curtir a natureza, de praticar esportes e também de se proteger. Afinal, é no verão que as chuvas aparecem, expondo você a algumas situações de risco.
Seguindo estas dicas, você se protege e aproveita só o que o verão traz de bom.
Ag. Minas

Comentários