sábado, 7 de maio de 2011

Prefeitura quer doar terreno para empresa de Bom Despacho


Um projeto encaminhado pela Prefeitura de Bom Despacho à Câmara Municipal está gerando polêmica e discussões no segmento comercial supermercadista. O projeto visa a doação de um terreno de 3.888 metros quadrados, para serem doados a empresa Chevel Veículos. 


O projeto também diz que a empresa cederá cerca de 2 mil metros quadrados para outro donatário. Tudo indica que será repassada à rede de supermercados BH, que tem por obrigatoriedade construir em  12 meses a sua sede comercial e  gerar no mínimo 80 empregos. 

Para aprovar o projeto, a Câmara Municipal convidou os empresários  do segmento supermercadista de Bom Despacho  e a Associação Comercial (ACIBOM) para discutirem o assunto no dia 11 de maio no plenário da casa. 



Organizações que lutam por um dia das mães mais justo em todo o mundo


img02.jpgO dia das mães é celebrado em diversas partes do mundo como uma forma de homenagear as mulheres mais importantes de nossas vidas. Para tornar esse dia mais justo, diversas organizações trabalham para dar apoio e melhorar a qualidade de vida de mães em todo o mundo.

É o caso da Women for Women International, que oferece suporte para mulheres em regiões devastadas por guerras com apoio emocional e financeiro, capacitação profissional, educação e assistência para pequenos negócios para que elas possam reconstruir suas vidas.

Para tornar o dia dessas mães dessas ainda melhor, a organização está promovendo uma campanha para arrecadar cartões com doações para mulheres do Afeganistão, Bósnia, Herzegovina, República Democrática do Congo, Iraque, Kosovo, Nigéria, Ruanda e Sudão.

Para doar, basta entra no site e clicar na área da campanha. Lá dentro é possível ler diversas histórias reais de mulheres que estão superando o luto de maridos e filhos e recompondo suas vidas. O doador pode escolher qualquer uma dessas mães, selecionar um dos quatro modelos de cartões disponíveis, escrever sua mensagem e informar a quantia que quer doar.

Organizações brasileiras

Apesar de não ter sido abalado por nenhuma grande guerra, o Brasil também possui milhares mães em estado de vulnerabilidade. Pensando nelas, foi criada a Associação Lua Nova, que oferece a jovens e mulheres, vítima de exploração sexual, usuárias de droga, moradoras de rua e mães, a efetiva inclusão social, econômica e habitacional.

Para isso, a organização não-governamental sem fins lucrativos utiliza um processo que integra aprendizado formal, tecnológico, geração de renda e moradia, fortalecendo-as como protagonistas do processo inclusivo e sustentável.
São jovens mulheres de 16 a 25 anos de idade, gestantes ou mães em situação de risco social que tem a auto-estima fortalecida e o apoio para garantir seu espaço social, a cidadania e o direito à maternidade com responsabilidade, evitando a marginalização e discriminação, bem como a separação das famílias.

Outra organização com fins semelhantes é o Amparo Maternal. Fundado em 1939 por um grupo liderado pela franciscana Madre Marie Domineuc, pelo médico e professor Dr. 

Álvaro Guimarães Filho e pelo Arcebispo de São Paulo Dom José Gaspar de Alfonseca e Silva, o Amparo Maternal acolhe gestantes que não tem um local digno para dar à luz.
Com o apoio da Associação Congregação de Santa Catarina, o Amparo Maternal vem desenvolvendo projetos sociais e de formação profissional. Trabalhando exclusivamente no Sistema Único de Saúde (SUS), a organização conta com mais de 300 colaboradores e 100 voluntários, sendo responsável por mais de oito mil partos por ano. Após o nascimento, os bebês são cuidados por uma equipe de profissionais e voluntárias do local.

Além da assistência à saúde materno-infantil, o Amparo possui um Alojamento Social onde abriga gestantes que necessitam de acolhimento e oferece atendimento médico, psicológico e assistência social durante todo o período que for preciso. Enquanto estão alojadas, as mães ainda tem a oportunidade de participar de oficinas como informática, música, ginástica, costura, culinária e artesanato.

ONU Mulheres

Desde o dia 1º de janeiro de 2011 está em pleno funcionamento a Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres. A Unifem, como é conhecida, foi criada para acelerar o progresso e o atendimento das demandas das mulheres e meninas em todo o mundo.

Entre as principais funções da entidade estão:

Apoiar os organismos intergovernamentais na formulação de políticas, padrões e normas globais, e ajudar os Estados-membros a implementar estas normas, fornecendo apoio técnico e financeiro adequado para os países que o solicitem, bem como estabelecendo parcerias eficazes com a sociedade civil;

Ajudar o Sistema ONU a ser responsável pelos seus próprios compromissos sobre a igualdade de gênero, incluindo o acompanhamento regular do progresso do Sistema.

fonte: Portal Eco

Associação fica há um empate do Bicampeonato

Na tarde de hoje, 7, no estádio Antônio Leite de Oliveira  foi realizada a primeira partida da final do Campeonato Municipal 2011. A Associação saiu na frente para buscar o bicampeonato  ao bater o rival por 1 a 0. No próximo sábado, no estádio Chico Marques, acontece o segundo confronto da finais. 


O gol da Associação foi marcado por João Flávio, após roubar uma bola no campo de ataque na saída errada do adversário. O Palmeiras implantou um ritmo maior de jogo, mas não conseguiu sair com a vitória. 
     
Com este resultado, a Associação garante o título com um empate. Caso haja uma vitória do adversário por uma diferença de 1 gol a decisão vai para os penaltis. Qualquer outro placar mais expressivo do Alvi-verde da Garça, o  Palmeiras levanta o caneco. 

quinta-feira, 5 de maio de 2011

COMANDANTE DO 7º BATALHÃO REÚNE COM SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE

No dia 02 de maio de 2010, o Comandante do 7º Batalhão, Tenente Coronel Wagner Soares de Sant'Ana recebeu em seu gabinete a Secretária Municipal de Saúde de Bom Despacho, Srª Denise Lamounier. Durante a reunião a secretária apresentou uma proposta de trabalho a ser desenvolvida em conjunto com a PMMG, proposta esta de ampliar as redes de contatos, principalmente no que pertine a questões de usuários de drogas no município e a situação dos animais (cães) com doenças, tais como leishmaniose. A proposta é uma ação preventiva que pretende-se para minimizar essas questões que de alguma forma afetam a saúde.

 A Secretária também relatou a satisfação de todos do PSF do Bairro São Vicente ser um ponto de apoio da Polícia Militar, deixando disponível o sistema informatizado para a confecção do REDS.
  
O comando do 7º BPM despertou também a necessidade de se ampliar as redes de contatos nos mais variados segmentos do município e do próprio Sistema de Defesa Social.
               
  
Assessoria de Comunicação Organizacional – 7º BPM

terça-feira, 3 de maio de 2011

Polícia Civil anuncia concurso para contratação de delegados e escrivães

A Polícia Civil do Estado de Minas Gerais (PCMG) anunciou, nesta segunda-feira (2), por determinação do governador Antonio Anastasia, a realização de concurso público, visando o preenchimento de 144 vagas na carreira de delegado e 205 vagas na carreira de escrivão. O anúncio foi feito pelo chefe da Polícia Civil, delegado Jairo Lellis Filho.

De acordo com o delegado, a abertura do processo demonstra que o Governo do Estado está sensível aos problemas da instituição. Jairo Lellis Filho destaca que a contratação de novos policiais representa um esforço no sentido de combater o problema de carência de pessoal nas delegacias.

Atualmente, a Polícia Civil de Minas possui cerca de 10,5 mil policiais. De janeiro de 2003 a agosto de 2010, ingressaram na instituição 547 novos delegados por meio de concurso público. Nos últimos oito anos, o quadro de pessoal da PCMG teve 48% de renovação de servidores. Em janeiro de 2003 eram 9.117 policiais civis. Hoje, a instituição conta com 1.037 delegados, 6.998 investigadores, 1.649 escrivães, 244 médicos legistas e 601 peritos criminais.

Conquistas

A conquista da aposentadoria especial aos 30 anos de serviço para os homens e aos 25 anos de exercício da função para mulheres, no entanto, agravou o problema da carência de pessoal, já que intensificou a exclusão de profissionais da ativa. A recomposição do quadro, segundo o chefe da polícia, deverá refletir na melhoria do atendimento à população.

A elaboração do edital, a cargo da direção da Academia de Polícia (Acadepol), será o próximo passo no processo de ingresso dos novos policiais. O processo de seleção para a carreira na Polícia Civil obedece cinco fases – prova escrita, oral, exame físico, investigação social e a prova de desempenho no curso preparatório que tem duração de cinco meses.

 Fonte: Ag. Minas

segunda-feira, 2 de maio de 2011

APAE prepara mais um Forró para Bom Despacho

 Dia 6 de maio, o Parque de Exposições é palco de um super evento, o XVI Forró da APAE. Como é uma das datas mais esperadas todos os anos pela cidade, existe a expectativa de marcante presença de público.  O recurso adquirido desta realização será revertido para os projetos da entidade, que atende cerca de 280 alunos com deficiência.
         
Atualmente, a APAE de Bom Despacho trabalha para oferecer auxílio nos quesitos de educação e formação social de cada aluno. A entidade conta com um quadro de funcionários, que sempre acompanham os projetos da instituição, considerada um ícone de ação social para o município.
        
Para a realização do evento do próximo dia 6, contará com as apresentações das duplas: Cristiano e Raphael e Avante e Amaury, artistas já conhecidos pelo público local. “O objetivo é reunir parceiros, amigos, sócios contribuintes e toda a família apaeana com a finalidade de arrecadar fundos para a manutenção dos projetos da entidade”, diz a carta enviada à redação do Jornal Fique Sabendo.

O valor antecipado do ingresso é de R$ 8,00. Os pontos de venda são: Sede da APAE de Bom Despacho, Praça da Matriz, Padaria São Vicente, Supermercado Menino do Engenho, Mercearia do Boreska, Cia do Papel, Imperial Disk Laser e com funcionários da entidade.

Menores de dezoito anos poderão entrar somente com autorização específica de responsável, (Modelo encontrado na Papelaria Central). 
         
A APAE conta com a participação de toda a comunidade bondespachense, que abrilhantarão o evento.