sábado, 3 de setembro de 2011

Estudo aponta Câmara Municipal gastando menos quando tinha 15 vereadores


Uma polêmica está tomando conta da política de Bom Despacho. É o projeto da Câmara Municipal para votar o aumento do número de vereadores a partir da próxima legislatura, de 2013 a 2016. O aumento passaria  de 9 para 13 vereadores.  


Há quem diga que o aumento do número de cadeiras irá gerar mais custo para o Poder Legislativo. Se alguém pensou desta forma, pode ter se enganado,  porque um estudo feito pelo vereador Ricardo Alvarenga,  aponta outros números.
 
De 2001 a 2004, quando o Poder Legislativo tinha 15 vereadores, os gastos da Câmara Municipal  eram abaixo do que apresenta atualmente com 9.  O estudo feito pelo vereador aponta os seguintes resultados: 2001=  R$ 673.887,91, 2002= R$ 663.386,17, 2003=R$  844.367,08,  2004= R$ 962.631,37,  com 15,  e 9 a partir de 2005= R$ 911.701,63, 2006= R$ 1.080.724,25,  2007=R$ 1.267.036,22, 2008=R$  1.647.578,19, 2009= R$ 1.608.412,36, 2010= R$ 1.646.715,90.
 
Este estudo segundo o  vereador `e um dos principais motivos que  o leva a  ser a favor do aumento das cadeiras de vereadores da Câmara Municipal. “ Quando a Câmara diminuiu o numero de vereadores, houve aumento na sua despesa, porque  precisou contratar mais funcionários para a melhor concretização de seus  trabalhos parlamentares”, ressaltou.
         
 Já o empresário Gilberto Silva tem outra opinião sobre este projeto. “ Sou contra, pois 9 `e o numero ideal de legisladores para Bom Despacho” , disse.

Caro leitor a última postagem estava com o título errado. Agora está corrigido.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

7º BPM COMEMORA OS 30 ANOS DE INCLUSÃO DA MULHER NAS FILEIRAS

Hoje, quinta-feira (1º), a Polícia Militar de Minas Gerais comemora os 30 anos de inclusão da mulher nas fileiras da Corporação de Tiradentes.

A data marcou, com louvor, novos tempos e conceitos de se fazer Polícia, quando pode galgar os conhecimentos das mulheres. A graciosidade, a delicadeza e a observação de detalhes, inerentes à mulher, implementaram um modelo de Polícia mais humanizada, politizada e sensível aos novos tempos – inclusão da mulher no mercado de trabalho.
O 7º Batalhão na tarde de hoje, homenageou as Policiais Femininas pela inclusão, ofertando-lhes um “Dia de Beleza”, de outros eventos que se sucederão em comemoração a data festiva, onde foram recebidas pela Banda de Música.

Compareceram ao evento as Policiais Militares que compõem o 7º Batalhão, a 7ª Companhia Independente de Polícia Militar de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário e a 19ª Companhia Independente de Polícia Militar (com sede em Pará de Minas).

Em um clima de descontração e regado a coquetel de beleza, as policiais puderam experimentar produtos de hidratação de pele, maquiagem entre outros.

O 7º Batalhão deseja a todas as mulheres de gloriosa Milícia, todo o sucesso e felicidade, reconhecendo que a Corporação, sem sua valorosa dedicação, não seria um modelo na busca pela paz social e pela cidadania.

“Polícia Militar: ao seu lado fortalecendo a cidadania”.

Assessoria de Comunicação Organizacional – 7º BPM

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Haroldo e Acir nas mãos da Justiça

O prefeito Haroldo Queiroz e seu Secretário de Assuntos Institucionais Acir Parreira pretendem apresentar uma defesa, assim que sair o veredicto da Justiça sobre pedido de afastamento expedido pelo MP, realizado na semana passada pelo promotor Dr. Luciano Moreira.

Conforme Acir, ele o prefeito Haroldo estão trabalhando normalmente na Prefeitura. "Estamos aguardando a decisão da Justiça", completou.

Além do pedido de afastamento, o MP também exige a perda dos direitos políticos de Haroldo e mais a devolução de R$ 1,5 milhão do que pode ter sido desviado dos cofres públicos de BD.

Ainda não existe a previsão de quando sairá a sentença.