sábado, 15 de outubro de 2011

Famorine pega CAP hoje

Hoje pelas semifinais do Campeonato Regional de Futebol, o único time nesta fase de BD na categoria amador, Famorine, enfrenta o Cap de Pompeu. O jogo é a partir das 15h30 no estádio Pedro Lino da Costa.

O jogo é uma reedição do confronto da Copa Alterosa 2011, mas naquela oportunidade o Verdão do Bairro de Fátima acabou sendo goleado nos dois jogos. Agora, a situação é diferente, isso porque o time tem outros jogadores para a realização deste enfrentamento.

Pela categoria aspirantes, o Operário de Bom Despacho surpreendeu muita gente e pega o Cristalino de Pompéu, já pela disputa título.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Horário de verão começa domingo

Os brasileiros que moram nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverão adiantar os seus relógios a partir de 0h de domingo. Isso porque já começa o horário de verão nestas localidades do Brasil.

A medida irá vigorar até o dia 26 de fevereiro de 2012. Seu principal objetivo é economizar energia, principalmente entre o período de 18 as 21 h, considerado horário de pico pelas autoridades.


Desde 2008, um decreto presidencial prevê datas fixas para o início e término do horário de verão. Anteriormente, todos os anos,  era publicado um decreto para definir o período da mudança.


Conforme o decreto, a mudança no horário acontecerá no terceiro domingo de outubro e irá terminar no terceiro domingo de fevereiro. Se a data coincidir com o domingo de Carnaval, como será em 2012, o final do horário de verão é transferido para o próximo domingo.

Consumidor poderá gerar energia renovável em casa, sugere proposta


E se você pudesse gerar sua própria energia elétrica em casa através de fontes energéticas limpas, economizando na conta ao final do mês, além de acumular créditos? A ideia foi discutida na última quinta-feira, 6 de outubro, entre representantes do governo, distribuidoras, sociedade civil e academia, em audiência pública na sede da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em Brasília.

Na ocasião foram lançadas propostas de mecanismos para incentivar e regulamentar a geração de energia renovável (solar, eólica, biomassa) em pequena escala no país. Entre elas está a de que quem instalar painéis fotovoltaicos ou pequenas turbinas eólicas em sua casa, escritório ou indústria poderá reduzir o que paga de consumo e, em casos em que a produção de energia supere o nível de utilização, ganhar um crédito a ser usado por um ano. Além desta, propõe-se também um desconto de 80% na tarifa de transmissão e distribuição destas unidades pelos dez primeiros anos de instalação.

O Greenpeace foi um dos expositores na audiência e sugeriu a extensão do crédito de geração de energia por tempo indeterminado, um desconto integral nas tarifas de transmissão e distribuição e a possibilidade do gerador de energia usufruir de um esquema compartilhado de obtenção de créditos de carbono pela redução de gases de efeito estufa.

“O processo da Aneel, se concretizado e transformado em lei, deve representar uma pequena revolução na maneira como a divisão entre consumo e geração de energia é feita atualmente no Brasil”, destacou Ricardo Baitelo, coordenador da Campanha de Energia do Greenpeace. “Vale lembrar que esta proposta é mais uma de um conjunto de incentivos para energias renováveis previsto no projeto de lei PL 630/03, apoiado pelo Greenpeace e parado na Câmara desde 2009”, enfatizou Baitelo.

As propostas, compiladas em um documento, passarão agora por processo de consulta pública, que continua aberto a todos os interessados até sexta-feira (14). Sugestões podem ser enviadas por e-mail (ap042_2011@aneel.gov.br), fax (61- 2192-8839) ou correio (para o endereço SGAN – Quadra 603 –Módulo I – Térreo/Protocolo Geral da Aneel – Brasília – DF – CEP 70.830-030).

Portal Eco

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Mãe morre e deixa dois filhos pequenos

Na manhã de 12 de outubro, a Polícia Militar foi acionada por um homem, que recebeu informações de que a mãe de seus filhos estava passando mal e que eles choravam muito. A mulher, uma  jovem de 26 anos, moradora do bairro Esplanada, foi até levada para o Pronto Atendimento, mas não  se encontrava sem vida quando chegou ao Hospital.

Segundo a ocorrência da PM enviada à redação do Jornal Fique Sabendo, os médicos tentaram reanimá-la, 'porem não obtiveram êxito'. Há suspeitas de que a mulher possa ter sofrido uma parada cardíaca.

Ela deixou dois filhos pequenos, um menino de 4 anos e uma menina de 8 meses de vida.

De acordo com o BO, o homem, pais dos meninos, afirmou que não morava com a mulher.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

BANDA DE MÚSICA PROPORCIONA ENTRENIMENTO A ALUNOS E IDOSOS EM BOM DESPACHO.

A Banda de Música é um dos instrumentos da Polícia Militar de Minas Gerais de promoção institucional e de auxílio na produção de serviços preventivo de segurança pública.
Com desenvoltura e repertório variado que vai do clássico ao popular, a Banda de Música do 7º Batalhão, nos dias 05 e 07 do corrente, proporcionou aos alunos da rede pública de ensino, um entretenimento diferente, diante dos eventos que se sucederam.

No dia 05, por volta de 08:30 horas, no Asilo São José, a apresentação dos músicos foi abrilhantando a abertura do Projeto Ação e Integração, desenvolvido pela Escola Estadual Miguel Gontijo. Por volta de 13:00 horas, o evento foi na Pré-Escolar Municipal Criança Feliz, na comemoração dos 29 anos do estabelecimento de ensino em prol da educação infantil.
Já na sexta-feira, dia 07, a Banda de Música foi à sede da Escola Estadual Miguel Gontijo, onde encerrou o evento.

A PMMG é hoje referência no cenário nacional, principalmente nas medidas preventivas relativas à segurança pública, alicerçadas nas campanhas, projetos e desenvolvimento de Ordem Pública, com inteligência e inovação.

Estimuladas pelo Comando Regional, na pessoa do Coronel Eduardo Campos de Paulo, os militares da Banda de Música usam o dom recebido e as arte musical para produzir a segurança pública, com ambiente salubre e tranquilidade pública, levando as famílias a participarem mais da educação dos filhos. O exemplo foi dado, basta o interesse e a vontade de mudar!



Assessoria de Comunicação Organizacional – 7º BPM.

Cerca de 4 mil municípios brasileiros ainda utilizam lixões


O secretário de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, Nabil Bonduki, defendeu na segunda-feira, 10 de setembro, o empenho dos municípios de todo o país para que ao Brasil possa cumprir até 2014 a lei que determina o fim dos lixões e adoção dos aterros sanitários.

Segundo Bonduki, 58% dos resíduos sólidos produzidos no país já têm destinação adequada. No entanto, cerca de 4 mil municípios, responsáveis pela produção dos outros 42%, ainda despejam em lixões os materiais descartados pela população.
Apesar do número expressivo, Bonduki espera que nos próximos meses haja uma melhoria significativa do sistema de manejo dos recicláveis. De acordo com ele, 800 municípios estão elaborando projetos com essa finalidade, o que deve elevar para 80% o total de resíduos com destinação adequada.

“Os 20% restantes terão que atuar em uma força-tarefa para que possam alcançar bons resultados. Os municípios de pequeno porte devem se mobilizar, elaborar planos de maneira intermunicipal para que possamos atingir a meta”, ressaltou ele, após participar da abertura da audiência pública sobre sobre o Plano Nacional de Resíduos Sólidos, na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

A audiência é a terceira que trata do tema e objetiva coletar sugestões para a nova política do setor. Nos dias 13 e 14 de setembro, o assunto foi debatido em Mato Grosso do Sul, com participação de representantes de Goiás, Mato Grosso e do Distrito Federal.
Nos dias 4 e 5 deste mês, houve audiência em Curitiba. Os próximos encontros serão realizados em Recife, nos próximos dias 13 e 14, e em Belém, nos dias 18 e 19 deste mês. O último debate público será nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, em Brasília. Depois disso, a presidente Dilma Rousseff deverá assinar decreto regulamentando o Plano Nacional de Resíduos Sólidos.

Segundo Bonduki, o estado de São Paulo produz um quarto dos resíduos sólidos do país. Apesar disso, SP é a unidade da Federação que tem maior cobertura de aterros sanitários, devido ao seu poder econômico. No entanto, assinalou o secretário, ainda falta “cumprir a segunda parte da lição que é a coleta seletiva”.

Além da destinação adequada de resíduos sólidos urbanos, outros temas estão sendo discutidos nas audiências públicas. Entre eles, as políticas de inclusão dos catadores de materiais recicláveis, os resíduos de serviços de saúde, portos, aeroportos e terminais rodoviários, os resíduos industriais, os resíduos de mineração, os resíduos agrossilvopastoris e os resíduos da construção civil.
 

Portal Eco

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Cidadãos fazem protesto contra corrupção em Bom Despacho

Um grupo de pessoas compareceu  ao Forum  hoje, para protestar contra a lentidão do processo de afastamento do Prefeito Haroldo Queiroz e contra a corrupção. Entre os manifestantes estavam jovens, parentes de um vereador da cidade e parte da imprensa local.

Os manifestantes fizeram um abaixo-assinado e levaram consigo, faixas com frases em alusão ao fato contra corrupção.

No próximo dia 12 de outubro, haverá em Brasília e em  outras cidades do Brasil, a marcha contra corrupção.