sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Operação Natalina faz apreensões em Bom Despacho e Moema

Com a implantação do Pacto pela Vida e o início da Operação Natalina de 2011, a 7ª Região da Polícia Militar e o 7º Batalhão desencadearam diversas atividades operacionais visando o aumento da qualidade de vida da comunidade e a proteção da circulação de bens.

Em Bom Despacho e Moema, a 50ª Companhia de Policiamento intensificou medidas protetivas da sociedade com a execução de várias operações que culminaram com grandes resultados e consequentemente proteção à vida e ao patrimônio social.

No dia 05 de dezembro, os militares lançaram o “Programa Comunidade Rural Protegida”, no distrito da Passagem, zona rural de Bom Despacho. Essa medida foi despertada em outubro, quando foi apresentado o modelo sugerido pela Corporação, o que despertou naquela comunidade o interesse em participar da segurança pública. O evento contou com a presença de diversos moradores da comunidade rural local, quando foi feita a entrega das Placas e divulgação de medidas auto protetivas aos moradores, além do cadastramento dos participantes da Rede.

Outra ação ocorreu no dia 06, durante o serviço de patrulhamento, uma guarnição policial militar avistou um grupo de jovens em uma esquina da Rua Montalvânia, no bairro Bela Vista, em Bom Despacho, sendo que, quando estes avistaram a viatura, todos se dispersaram. Os PM da guarnição acompanharam visualmente um menor infrator que estava de posse de uma bicicleta, sendo que este, ao passar próximo à um matagal, arremessou uma sacola plástica de cor branca, no local, o que ocasionou a abordagem  ao menor. Foram localizadas em seu poder 19 (dezenove) buchas de uma substância análoga à maconha, embaladas, prontas para serem comercializadas e a quantia de R$ 3,80 (três reais e oitenta centavos) em dinheiro. De imediato os policiais adentraram no matagal e localizaram a sacola jogada pelo menor, contendo em seu interior mais 59 (cinqüenta e nove) buchas da mesma substância, totalizando 78 (setenta e oito) buchas de maconha. Diante dos fatos, o menor foi apreendido sendo acompanhado pela sua genitora até a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com a droga, o dinheiro e a bicicleta.

Na data de 09 de dezembro, por volta de 06:00 horas, outra ação policial, na Rua Gustavo Lopes Cançado, no bairro São José, em Bom Despacho, durante uma Operação de cumprimento de Mandado de Busca e Apreensão. Lá foram localizaram e apreendidas 01 (uma) barra de maconha (consta que o tamanho aproximado seria de ¼ do tamanho de um tijolo), além de mais 03 (três) buchas da mesma substância e 01 (uma) bucha, contendo sementes da mencionada erva. O material pesava aproximadamente 107 (cento e sete) gramas da substância. Os PM apreenderam ainda: 01 (um) computador, 02 (dois) moden de internet móvel, 01(um) “pen drive”, 02 (dois) aparelhos celulares, R$ 280,00 (duzentos e oitenta reais) em dinheiro, dentre outros materiais. Consta que o autor apesar de estar desempregado, é formado em farmácia.

Em Moema, a 50ª Companhia de Policiamento também intensificou as ações e operações no período onde foram obtidos os seguintes resultados:

·                     01 (um) tablete de crack, pesando aproximadamente 140 gramas
·                     04 (quatro) pessoas presas;
·                     01 (um) apreendido;
·                     01 (um) CPU;
·                     01 Faca e outros materiais.

A PMMG está na Operação Natalina reforçando o Pacto pela Vida da 7ª Região da Polícia Militar, construindo um ambiente seguro e repleto de paz social e orienta que outras ações e operação serão desencadeadas em outras cidades que compõem o complexo circunscricional da Unidade Operacional.


Assessoria de Comunicação Organizacional – 7º BPM.

Período de matrícula para ingresso na rede pública termina nesta sexta-feira

Termina nesta sexta-feira (16) o prazo para que pais e responsáveis dos alunos que pretendem ingressar em uma escola estadual ou municipal no Estado, em 2012, realizem a matrícula de seus filhos. Os mais de 133 mil inscritos, que participaram do último Cadastramento Escolar, devem comparecer às escolas.
Além do prazo para a matrícula, os pais ou responsáveis devem ficar atentos à documentação. Para efetuar a matrícula dos inscritos no Cadastramento Escolar, realizado no mês de junho deste ano, devem comparecer à escola para a qual seu filho foi encaminhado munidos de comprovante de endereço, certidão de nascimento e, no caso de transferência, declaração ou histórico da escola de origem. Para os alunos que têm carteira de identidade, os pais ou responsáveis deverão apresentá-la no ato da matrícula.
Em Belo Horizonte, a carta com as orientações de matrícula foi enviada às residências dos cadastrados. Já na Região Metropolitana de Belo Horizonte e interior do Estado, o comunicado deve ser obtido com a Comissão Municipal de Cadastro e Matrícula, por meio das Secretarias Municipais de Educação ou pelas Superintendências Regionais de Ensino.
Aos alunos que realizaram o Cadastramento Escolar são garantidas vagas em escolas próximas às suas residências. Os cadastrados que não tiverem sua matrícula realizada até esta sexta-feira (16) serão encaminhados para escolas onde houver vagas remanescentes. O mesmo será feito com os estudantes que não participaram do cadastro. Os alunos que já fazem parte da rede pública de ensino não participam desse procedimento, pois a renovação de matrícula para a continuidade dos estudos no ano seguinte é feita em data definida pela própria escola na qual o estudante já está matriculado. 
Cadastramento Escolar
Realizado em parceria entre Estado e municípios, o Cadastramento Escolar é um levantamento utilizado para planejar e garantir vaga ao estudante na rede pública de ensino na escola mais próxima à sua residência. Participam do Cadastramento Escolar crianças que vão iniciar o 1º ano do ensino fundamental, alunos que estão se transferindo de outras localidades ou vindos de escolas particulares e os interessados em retornar aos estudos em qualquer ano do ensino fundamental (1º ao 9º ano).
Ag. Minas

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Cemig registra 760 mil cadastros para Tarifa Social

Levantamento da Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig aponta que cerca de 760 mil famílias já realizaram o cadastramento para obter o desconto da Tarifa Social de Energia Elétrica. A Empresa estima que aproximadamente 1,3 milhão de residências podem ser beneficiadas. Os consumidores que ainda não possuem o benefício devem ficar atentos aos critérios e entrar em contato com a Cemig.

Para receber o desconto, o consumidor deve possuir renda per capita de até meio salário mínimo. Além disso, precisa estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e ter o Número de Identificação Social – NIS ou possuir Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC. Quem não está inscrito nos programas sociais do Governo Federal deve procurar a prefeitura do seu município e verificar como se cadastrar.

É importante ressaltar que o recadastramento para aqueles que já estão inscritos no Cadúnico pode ser feito a qualquer momento. Basta o beneficiado procurar uma Agencia de Atendimento ou posto da Cemig portando o cartão NIS ou BPC, a Carteira de Identidade e o CPF. A atualização pode ser feita também através do número 0800 721 7003, disponibilizado exclusivamente para atender a esse tipo de demanda. Caso a família tenha perdido o prazo estipulado pela Aneel e deixado de receber o desconto, esse novo cadastro fará com que a Tarifa seja retomada no mês seguinte.

Parceria
A Cemig e a Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais fecharam parceria com o objetivo de esclarecer os consumidores sobre a Tarifa Social de Energia Elétrica. Como um dos resultados foi lançada, nesta quarta-feira (14/12), uma cartilha explicativa. “Temos a Cemig, com notáveis projetos de vanguarda, pautando-se também pelo caminho da desjudicialização, como temos visto nos mutirões de conciliação ou nas campanhas de educação dos consumidores. Assim, a parceria com a Defensoria Pública demonstra sintonia pelo desejo de concretização de uma sociedade melhor e pela procura de soluções por caminhos novos”, destaca o defensor público Marco Paulo Denucci Di Spirito.

“Iremos aproveitar o alcance e a credibilidade que a Defensoria tem em Minas Gerais para ajudar as pessoas a entenderem a Tarifa Social. Todos aqueles que procuram o órgão por diversos outros motivos, terão acesso à cartilha”, explica Sérgio Mourthe, gerente de Planejamento Comercial da Cemig.

Descontos
A nova legislação prevê que indígenas e quilombolas terão desconto de 100% no consumo até 50 kWh/mês. O benefício é concedido apenas para o cliente residencial, ocorrendo de maneira escalonada, e não há desconto para a faixa de consumo acima de 220 kWh/mês.

Cálculo do Benefício
Faixas de Consumo - kWh/mês
Desconto na Tarifa
0 – 30
65%
31 – 100
40%
101 – 220
10%
Acima de 220
0%
Com a nova legislação, indígenas e quilombolas terão desconto de 100% até 50 kWh/mês.


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Vereador Marcelão é novamente presidente da Câmara

Marcelão. Foto Rosembergue Rodrigues
A Câmara Municipal de Bom Despacho agora tem novo presidente. É o vereador Marcelo Marilúcio dos Santos (PP). Ele assumirá a partir do dia primeiro de janeiro, o lugar do colega de plenário Marcos Fidelis.

Esta será a segunda oportunidade em que Marcelão assumirá a presidência da Câmara. A primeira vez ocorreu em 2009, no primeiro ano desta legislatura.

O parlamentar teve seu nome cogitado para ser vice-prefeito, mas tudo indica, que será novamente candidato a vereador.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Duelo de Tricolores na final da Copa Jornal Fique Sabendo

    Operário e Associação se garantiram neste domingo, 11, as suas vagas para a grande final da Copa Jornal Fique Sabendo Sub 20. A decisão do torneio  acontece no próximo dia 18 no estádio Antônio Leite de Oliveira, no  bairro São Vicente. 

   As duas equipes se garantiram após vencerem seus adversários nesta tarde em Moema. Num jogo em que houve 6 expulsões, 3 de cada lado,  o Operário derrotou o Cristalino por 5 a 3, ficando com 6 pontos. Mesmo número da Associação, que venceu a AFACEM por 3 a 1. 

Como a decisão será apenas em uma partida, não haverá vantagem para nenhuma das equipes finalistas, conforme prevê o regulamento da competição. Caso houver empate depois dos 90 minutos de jogo, a decisão irá para os pênaltis.