Defesa Social divulga índices de criminalidade de 2011 em Minas Gerais


Crimes violentos aumentaram no último ano, mas taxas ainda são cerca de 50% menores do que em 2004, quando o atual modelo de segurança do Estado começou a ser implantado

A taxa de crimes violentos em Minas Gerais – homicídios, homicídios tentados, estupros, roubos e roubos a mão armada – aumentou 10,80% em 2011, em comparação com 2010. No ano passado, a taxa por grupo de 100 mil habitantes, que leva em conta o crescimento populacional, foi de 277,78, contra 250,52 em 2010.

Os dados foram levantados pelo Centro Integrado de Informações de Defesa Social (Cinds), órgão colegiado da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), com base nas ocorrências registradas no Registro de Eventos de Defesa Social (Reds), no banco de dados da Polícia Militar (SM-20) e na Delegacia de Crimes Contra a Vida. Em números absolutos, as ocorrências aumentaram de 50.625 para 56.593.

Entretanto, na comparação com 2004 – ano em que começou a ser implantado o atual modelo de segurança pública de Minas, que inclui políticas de integração das ações das polícias e de prevenção da criminalidade – a taxa de crimes violentos no Estado caiu 48,80%. Naquele ano (2004), foram registradas 102.513 ocorrências de crimes violentos, equivalentes a uma taxa de 539,15 para cada grupo de 100 mil habitantes.

Importante ressaltar que a taxa de 277,78 crimes violentos por cada 100 mil habitantes registrada em 2011 também é 8,14% menor que o índice registrado em 2009, que foi de 294,99.

Na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), área que historicamente concentra o maior número de ocorrências, a taxa de crimes violentos aumentou de 545,05 por grupo de 100 mil habitantes em 2010 para 624,54 em 2011 – uma variação de 14,5%. Em números absolutos, as ocorrências passaram de 28.197 para 32.680. Já no período de 2004 a 2011, a taxa caiu 53,7% (de 1.348,93 para 624,54 por grupo de 100 mil habitantes).

Considerando apenas Belo Horizonte, a taxa de crimes violentos aumentou de 703,91 em 2010 para 783,91 em 2011 – uma variação de 11,4%. Em números absolutos, o crescimento foi de 17.369 ocorrências para 19.487. Entre 2004 e 2011, entretanto, os crimes violentos na capital mineira tiveram uma redução de 56,2% (a taxa caiu de 1.790,82 para 783,91 por 100 mil habitantes no período).

Ag. Minas




Comentários