sábado, 11 de fevereiro de 2012

Escolha o travesseiro certo e tenha boas noites de sono


O ortopedista do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), do ministério da Saúde, Antônio Eulálio, explica que o grande problema que o ocasiona insônias, noites mal dormidas, torcicolo e dores musculares, é a escolha errada de travesseiros, colchão e posição incorreta em que se costuma dormir.

De acordo com o especialista, a posição correta na hora de dormir é aquela em que o pescoço fica alinhado com a coluna. o travesseiro não pode ser nem muito baixo, nem muito alto para o pescoço ficar nivelado com o tronco. "A pessoa deve dormir em uma posição lateral com os joelhos semi-flexionados, se possível um travesseiro entre os joelhos e um travesseiro também na altura dos ombros”, afirma Antônio Eulálio.

O ortopedista afirma que travesseiros de espuma são moles e acabam afundando o pescoço, causando dores. Ele alerta que a má posição na hora de dormir e o uso de travesseiros ruins podem causar para a saúde. "Numa posição errada, a pessoa pode acordar com contratura muscular devido à posição viciosa por um período muito prolongado ao dormir. Ela acorda com torcicolo”, explica Eulálio.
Dor na lombar pode acontecer também quando o colchão é inadequado. Quando está muito desnivelado, afundando em alguns pontos, faz com que a pessoa durma com um desvio.

Para aqueles que tem essa mania, dormir com o braço embaixo do travesseiro pode prejudicar o alinhamento da coluna, além de causar problemas de circulação, uma vez que o peso sobre o braço pode comprimir algumas veias e nervos.

Antes de comprar um travesseiro experimente se ele realmente se encaixa direitinho. A altura correta é aquela que ao deitar-se de lado, ele deve preenche o vão que fica entre a cabeça e os ombros. Para dormir de costas, o travesseiro deve ser mais fino, sem deixar a cabeça tombar para trás.

Travesseiro alto ou baixo demais pode provocar...

- Dores nas costas, nuca e ombros 
- Torcicolo
- Enxaqueca 
- Má circulação do sangue
- Refluxo 


Lembre-se que o travesseiro tem prazo de validade de aproximadamente 2 anos, e não usa-lo força ainda mais a coluna, pois fica um vão entre o pescoço e o colchão.

Com informações do ministério da Saúde


Portal Eco

Nenhum comentário:

Postar um comentário