sábado, 7 de janeiro de 2012

Ajuda humanitária do Governo de Minas é enviada aos moradores do município de Divinópolis

A ajuda humanitária emergencial, liberada pelo Governo de Minas para Divinópolis, no Centro-Oeste mineiro, foi enviada nesta sexta-feira (6) ao município. Um caminhão carregado com mantimentos deixou, nesta manhã, o depósito avançado daCoordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais (Cedec-MG), no bairro Gameleira, em Belo Horizonte, com destino a Divinópolis.

O auxílio do Governo se deu em virtude das enchentes que atingiram a cidade nos dias 2 e 3 de janeiro. O rio Piracicaba chegou a ficar até sete metros acima do nível normal. Foi enviado aos moradores das regiões atingidas pelas chuvas, em Divinópolis, um carregamento de 200 cobertas, 200 colchões, 200 cestas básicas e 200 kits de higiene.

O envio de ajuda humanitária foi determinado durante reunião, realizada na quinta-feira (5), entre o coordenador da Cedec-MG, coronel Luis Carlos Martins, e o prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, na Cidade Administrativa. Além de relatar os danos causados pelas chuvas no município, o prefeito de Divinópolis apresentou ao coordenador da Cedec o formulário de Notificação Preliminar de Desastre (Nopred), com informações técnicas sobre a situação no município.

Restabelecimento da normalidade

De acordo com a Copasa, 90% do fornecimento de água no município de Divinópolis já foi regularizado. O serviço havia sido comprometido após os temporais que atingiram a cidade no início do mês. A previsão é de que até a manhã deste sábado (7) o fornecimento de água volte à normalidade em 100% em Divinópolis. Nas localidades onde o serviço ainda está indisponível, a Copasa disponibilizou caminhões-pipa para assegurar o atendimento a todos os cidadãos divinopolitanos. O nível do rio Piracicaba já está voltando à normalidade e não há mais pontos de alagamento na cidade.

Ag. Minas

Programa liberará R$ 30 mi para ajudar a restabelecer micro e pequenas empresas

No intuito de manter a atividade econômica e garantir emprego e renda para a população, o governador Antonio Anastasia assinou decreto criando o Programa Emergencial de Socorro a Empresas e Cooperativas com Empreendimentos Afetados por Chuvas Intensas – Fundese Solidário VI. Serão R$ 30 milhões destinados a apoio financeiro para a reparação de danos causados pelas chuvas a micro e pequenas empresas e cooperativas de municípios declarados em estado de calamidade pública, em situação de emergência ou em área ou região específica em cidade atingida.
Os recursos são provenientes do Fundo de Fomento e Desenvolvimento Socioeconômico do Estado de Minas Gerais (Fundese), gerido pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), onde os pedidos de financiamento deverão ser protocolados, acompanhados da documentação exigida, até 31 de maio. Os financiamentos destinam-se à substituição e reparos de ativos essenciais às atividades operacionais do estabelecimento, incluindo despesas com montagens, fretes e seguro; e à recomposição do capital de giro para cobrir gastos com pagamento de funcionários e fornecedores, aquisição de insumos, mercadorias para revenda e material de consumo e com pagamento de impostos e taxas.
O valor do financiamento deverá ser de, no mínimo, R$ 5 mil e, no máximo, R$ 100 mil, limitado a 20% do faturamento anual do solicitante. O beneficiário deverá entrar com contrapartida de 10% do valor total dos investimentos. Os prazos para o financiamento são de até 36 meses, incluídos até seis meses de carência, para a realização de investimentos fixos ou mistos, e de até 24 meses, incluídos até três meses de carência, para a recomposição do capital de giro.
As condições dos financiamentos incluem juros de 6% ao ano, cobrados trimestralmente durante o período de carência e, mensalmente, junto com as amortizações do principal, já incluída a comissão do agente financeiro de 3% ao ano. A atualização monetária acompanhará o Índice de Preços ao Consumidor Amplo publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IPCA/IBGE) com redutor de 100%. Também será incluída taxa de abertura de crédito (TAC) correspondente a 1% do valor total do financiamento.
Ag. Minas

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Motoqueiro atropela menina de 5 anos

O episódio aconteceu por volta de meio-dia em frente ao supermercado Menino Engenho. A menina de 5 anos saiu do estabelecimento quando um motoqueiro a atropelou.

Segundo informações, a garotinha foi levada para Belo Horizonte, onde será encaminhada para um CTI.

Estado e Prefeitura de Divinópolis criam sistema de comando de operações

O Governo de Minas implementou, em parceria com a Prefeitura de Divinópolis, um sistema de comando de operações para avaliar e definir ações de enfrentamento aos danos causados pelas chuvas no Centro-Oeste do Estado. Formado por representantes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, da Defesa Civil municipal, da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e por algumas secretarias da prefeitura, o grupo se reúne diariamente em virtude da elevação do rio Piracicaba, que atingiu cerca de 20 bairros do município e parte da zona rural.

O comandante do 10º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar, tenente-coronel Luiz Matos, explica que o sistema de comando foi criado com o objetivo de avaliar a situação dos órgãos envolvidos e se todos os atendimentos com relação ao período chuvoso estavam sendo realizados. “Classifico esse tipo de ação como indispensável em momentos como o que estamos passando em Divinópolis. O importante é que neste tipo de ação conjunta cada órgão saiba o seu papel”, destacou Matos.

A opinião sobre a importância do sistema de comando de operações também é compartilhada pelo coordenador da Defesa Civil de Divinópolis, Adilson Quadros. “A formação desse grupo facilita o nosso trabalho, diminui custos, aumenta a eficiência e evita que a mesma ação seja feita por dois órgãos ao mesmo tempo. Com certeza, a formação do sistema de comando de operações ajudou para que não tivéssemos nenhuma vítima fatal em nosso município”, frisou Quadros. O município recebe constante apoio do Governo de Minas, por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec).

Restabelecimento da normalidade

Em Divinópolis, as águas do Rio Itapecerica chegaram a 7,5 metros acima do nível na última segunda (2) e terça-feira (3). De acordo com a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) e o Corpo de Bombeiros, a situação na cidade começou a se normalizar na quarta-feira (4) e nesta quinta-feira (5) e as águas do Rio Piracicaba já se encontram 3,9 metros acima do nível. Segundo o Corpo de Bombeiros, não há mais regiões alagadas em Divinópolis.

Desde segunda-feira (2), 71 ocorrências foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros no município. “Além de Divinópolis, atualmente estamos com viaturas de prontidão nos municípios de Carmo do Cajuru, Conceição do Pará e também no bairro Jardim Candelária, em Divinópolis”, destacou o tenente-coronel Luiz Matos.

“Continuamos com o trabalho preventivo, já que há previsão de precipitações de cerca de 100 milímetros para o próximo final de semana no município. Buscamos sempre conscientizar a população sobre a importância de se manter alerta e sobre a melhor hora de voltarem para as suas casas”, afirmou o tenente- coronel Luiz Matos, responsável pelo 10º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Divinópolis.

De acordo com a Copasa, cerca de 70% do município já está com o fornecimento de água restabelecido. A previsão é de que até, nesta sexta-feira (6), 100% do abastecimento de água no município já esteja restituído. Em alguns bairros da cidade, onde a água ainda não foi restabelecida, a Copasa disponibilizou sete caminhões- pipa para atender os moradores. Durante a enchente que atingiu o município 627 pessoas foram afetadas.

 Ag. Minas

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

INSTRUTOR PROERD DO 7º BATALHÃO É DESTAQUE EM LUTA MARCIAL

            O Cabo Edir Evangelista da Silva lotado no Pelotão PM de Luz – 7º BPM, é também lutador da arte marcial (Jiu-jitsu) e está levando o nome da instituição a nível nacional, através de conquistadas em campeonatos pelo Brasil, sendo registradas as seguintes conquistas no ano de 2011:: 3º Lugar da XlV Copa Leão Dourado no mês de maio, o que lhe rendeu uma vaga para o mundial na cidade de São Paulo que ocorreu no mês de Julho conseguindo o sexto lugar. 

   No mês de setembro o militar participou do campeonato brasileiro de jiu-jitsu na cidade de Uberlândia, ficando em segundo lugar e em novembro participou do campeonato mineiro na cidade de Formiga, alcançando o terceiro lugar. E devido a classificação no campeonato mundial a Câmara de Vereadores da cidade de Luz/MG concedeu uma Moção de Aplausos ao militar. Além de um exemplar policial militar também é o instrutor PROERD com atuações nas cidades de Luz e Córrego Danta. 

Assessoria do Sétimo BPM

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

ProUni abre inscrições em janeiro para 195 mil bolsas

Entre 14 e 19 de janeiro, estarão abertas as inscrições para interessados em ganhar bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni), do ministério da Educação.

Serão oferecidas 195.030 bolsas para ingressantes no primeiro semestre de 2012, 98.728 integrais e 96.302 parciais, de 50% da mensalidade.

Somada à oferta do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), chega a 303.582 o número de oportunidades de ingresso no ensino superior para os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2011.

A primeira lista será divulgada em 22 de janeiro. A partir do dia 23 de janeiro até 1 de fevereiro, o candidato pré-selecionado terá prazo para comparecer à instituição de ensino para apresentar a documentação e providenciar a matrícula. 


A segunda chamada está prevista para 7 de fevereiro, com prazo para matrícula e comprovação de informações até o dia 15 do mesmo mês.

Os candidato

s não pré-selecionados ou que foram pré-selecionados em cursos sem formação de turma podem manifestar interesse em fazer parte da lista de espera. O período para manifestação de interesse na lista irá de 22 a 24 de fevereiro. Ao fim desse prazo duas convocações serão feitas, no dia 27 de fevereiro, com prazo para comprovação de documentos e matrícula de 28 do mesmo mês até 2 de março. A segunda será de 9 de março a 15 do mesmo mês.

Podem se candidatar às bolsas integrais estudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio (R$ 933 a partir de 1.º de janeiro). As bolsas parciais são destinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 1.866, em janeiro) por pessoa.

Além de ter feito o Enem 2011, com um mínimo de 400 pontos na média das cinco notas do exame e pelo menos nota mínima na redação, o candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou, em caso de escola particular, na condição de bolsista integral.

Portal Eco
 


domingo, 1 de janeiro de 2012

Sebrae capacita 500 catadores de materiais recicláveis

Quinhentos catadores de materiais recicláveis, integrantes de associações e cooperativas serão beneficiados com a implantação do Projeto de Capacitação e Fortalecimento do setor. A partir de 2012, a metodologia desenvolvida pelo Sebrae no Distrito Federal será aplicada nas 29 cooperativas do DF, com o objetivo de estimular nos catadores competências necessárias para a melhoria da gestão. Com isso, estima-se elevar o grau de eficiência organizacional, desde a coleta até a comercialização de produtos.

Para Daniel Hudson, gestor do projeto do Sebrae no DF, a expectativa é aumentar o volume de material reciclado produzido pelas cooperativas e também elevar a renda média dos catadores. “Se aumentarmos em 15% o volume do que for coletado, ou seja, de 2.700 para 3.105 toneladas, a renda média da categoria passa de R$ 485 para R$ 557,75. Assim, o valor recebido por mês ultrapassa o salário mínimo”, avaliou Hudson à Agência Sebrae.

Outro objetivo do projeto é preparar os catadores para a realização de megaeventos esportivos no Brasil, como a Copa do Mundo (2014) e as Olimpíadas (2016). “Sabemos que os mundiais terão a sustentabilidade como um dos princípios, prevendo a coleta seletiva e a triagem do material, recolhido pelos catadores”, observou Hudson.

A Cooperativa Popular de Coleta Seletiva de Produtos Recicláveis com Formação e Educação Ambiental (Coopativa) foi a primeira a receber a metodologia desenvolvida pela instituição, em 2010. Para atender aos próximos catadores que participarão do projeto, entre associados, dirigentes e conselheiros, serão formadas 10 turmas de 25 alunos para cada oficina.

“Essa quantidade é adequada para aplicação da metodologia, pois os dirigentes e os catadores líderes serão multiplicadores. Assim, toda a organização será impactada”, frisou Hudson. Além disso, várias cooperativas e associações estão localizadas na mesma região e área, o que possibilita a aplicação integrada em mais de um local.

Política Nacional de Resíduos Sólidos

Formalizar o trabalho dos catadores de material reciclável é um dos principais pontos da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), sancionada em agosto de 2010. Até então, a atividade era realizada de maneira voluntária. "O maior mérito dessa lei é a inclusão social de trabalhadores e trabalhadoras que, por muitos anos, foram esquecidos e maltratados pelo Poder Público", afirmou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, à época da aprovação da nova lei.

O Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR) espera que os trabalhadores possam ser remunerados pela prestação de serviços às prefeituras pela coleta, separação e reciclagem do lixo. Para o representante do Movimento Nacional dos Catadores de Lixo, Severino Lima Junior, a PNRS ajudará na valorização da profissão. "Queremos que a lei aumente a renda dos recicladores. Atualmente a renda média de um catador é de cerca de um salário mínimo (R$ 510)", observou Severino Lima Júnior, um dos líderes da entidade.

portal Eco