sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Nutricionista dá orientações sobre hábitos saudáveis durante o Carnaval


Ag. Minas

Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais (Consea-MG) faz um alerta para quem quer se divertir no Carnaval sem se descuidar da saúde. Os foliões já estão prontos para curtir o feriado, mas, para que a festa não termine mal, é preciso tomar alguns cuidados com a alimentação nesses dias de folia.
Durante o período, as pessoas que não abrem mão das festas acabam perdendo muitas calorias. Por isso, o segredo para manter o pique, segundo a nutricionista e assessora técnica do Comitê Temático de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CTSANS), Luana Rosa, é redobrar a atenção com a alimentação e a hidratação.
Segundo ela, nessa época, perde-se muito líquido por causa da alta temperatura e da movimentação. “A primeira regra a ser seguida é manter o corpo hidratado com sucos de frutas, água de coco ou água, pois além de hidratar, estarão suprindo a perda de minerais pelo suor. Evite refrigerantes para esta função”, orientou a especialista.
Ainda de acordo com Luana Rosa, os foliões devem fazer refeições leves e rápidas durante a festa, dando preferência às frutas e carboidratos. “As barras de cereais são uma boa pedida, pois são práticas e possuem em sua composição carboidratos e fibras. Fique longe dos lanches produzidos em locais de procedência duvidosa. Se for levar o próprio lanche, deve-se ter uma atenção especial em não utilizar molhos, maioneses e frios, pois podem ficar impróprios para o consumo em um curto espaço de tempo”, afirmou. 
A especialista enumerou uma série de recomendações saudáveis para aproveitar a folia, sem se descuidar da saúde:
- Beber muito líquido durante todo o período de festa;
- Realizar pequenas refeições a cada três horas;
- Ingerir pequenas quantidades em cada refeição, incluindo frutas, carnes magras e saladas;
- Evitar carnes e lanches gordurosos;
- Levar barras de cereais e frutas rígidas na mochila;
- Não comer em lugares sem higiene adequada;
- Não comer alimentos potencialmente perecíveis (molhos, frios, alimentos à base de ovos);
- Se ingerir álcool, não exagere e intercale água entre um gole e outro;
- Vista roupas leves e confortáveis e, de preferência, produzidas com tecidos naturais, como algodão, que permitem a transpiração da pele.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Hoje é o dia do Repórter

O editor  Valmir Rogério entrevistando o diretor de futebol do  Atlético  Eduardo Maluf
.
A imprensa se tornou com o passar dos últimos anos, uma das maiores armas da sociedade contra o poder abusado e autoritário daqueles que se consideravam e ainda se consideram líderes. Para valorizar ainda mais esta ferramenta de comunicação, os jornais criaram um profissional que fosse capaz de colher os fatos e fazer deles notícias para que o mundo tomassem conhecimento de suas histórias. 

Hoje, dia 16 de fevereiro, é o dia do Repórter, e o Jornal Fique Sabendo homenageia aqueles que fazem desta função um verdadeiro auxílio à sua nação. 

Nossa congratulações a estes irmãos de profissão. Parabéns!

Valmir Rogério - editor e repórter do Jornal Fique Sabendo - Bom Despacho (MG). 

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Deputado recebe homenagem da Polícia Militar


O deputado federal Domingos Sávio (PSDB) esteve presente às comemorações pelos 20 anos do 23º Batalhão da Polícia Militar em Divinópolis, nesta segunda-feira (13/02).  Na oportunidade, o parlamentar foi homenageado pelo comandante da 7ª Região  da PM, coronel Eduardo Campos de Paulo e  pelo  tenente-coronel comandante do 23º BPM, Júlio Teodoro dos Santos.
Domingos Sávio agradeceu confiança da corporação em seu trabalho realizado ao longo dos seus mandatos como representante de Divinópolis e região na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal, em Brasília. O deputado garantiu trabalhar cada vez mais pela segurança pública da cidade participando ativamente das reuniões da Associação Comunitária para Assuntos de Segurança Pública -  Acasp - , e buscando investimentos públicos para o setor.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Secretaria de Saúde divulga o primeiro levantamento de infestação para o Aedes aegypti de 2012


Ag. Minas

Dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES) apontam que dos 74 municípios que realizaram o Levantamento Rápido de Índices de Infestação para Aedes aegypti (LirAa), em 2012, 30 apresentaram alto índice de infestação (acima de 3,9%); 42 apresentaram médio risco (LirAa entre 1,0% e 3,9%) e duas cidades (Conselheiro Lafaiete, com 0,7% e Poços de Caldas, com 0,1%) tiveram baixo risco. Até o momento, foram notificados, em 2012, 4.491 casos de dengue em Minas Gerais.
De acordo com o subsecretário de Vigilância em Saúde, Carlos Alberto Gomes, comparando os dados de janeiro de 2012 com o mesmo período de 2011, observa-se que dois terços dessas cidades mantiveram os mesmos índices ou abaixaram, porém as demais pioraram. “Quando se faz o LirAa, são identificados quais são os focos mais comuns de infestação pelo Aedes aegypti. Neste LirAa de janeiro de 2012, por exemplo, pudemos constatar que os focos mais comuns foram o lixo (doméstico, principalmente), bebedouros de animais (lata d’água de cães e gatos) e os pratinhos para plantas”, detalhou Carlos Alberto.
O LirAa é uma pesquisa de verificação domiciliar por amostragem que revela o índice de infestação da larva do mosquito. Ele ajuda os municípios a acompanharem de forma rápida e atualizada a situação da infestação, além de ser um instrumento que auxilia na rápida tomada de decisões dos gestores para o controle da doença e demonstra como os municípios estão distribuídos em todas as regiões do Estado, o que espelha o aumento da infestação.
“O levantamento funciona como um alerta para os municípios e aponta para um potencial de epidemia, se nada for feito para impedir. A primeira providência dos municípios, e dos estados, com base nesses números, é intensificar as ações de controle nos pontos críticos, utilizando os indicadores como referência, principalmente, os depósitos predominantes. Também é fundamental a mobilização da sociedade civil, pois 85% dos focos de dengue estão dentro da casa das pessoas”, afirma a referência técnica em dengue da SES, Geane Andrade. 
Minas Gerais conta com a Força-Tarefa de combate a dengue. Ela já atuou em vários municípios do Estado reforçando as ações de combate à dengue e mobilizando a população sobre a necessidade de evitar a doença. Aimorés, no Leste de Minas, é uma das cidades que recebe a equipe da força tarefa a partir desta semana. 
Reunião com 30 municípios
No dia 1º de fevereiro, o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, recebeu secretários municipais de saúde de 30 municípios mineiros com o objetivo de reforçar o combate ao vetor e impedir o avanço da doença, que causou 23 mortes no Estado em 2011.
Entre as ações efetivas para a solução do problema, Antônio Jorge anunciou a liberação de R$ 1 milhão, recurso do Sistema Estadual de Transporte em Saúde (Sets), para a compra de 30 veículos do tipo picape, que irão auxiliar no transporte dos agentes e insumos, considerado pelos secretários municipais como um dos grandes gargalos na promoção das ações.
Além disso, vem sendo feito o treinamento de 50 médicos que irão, por meio das regionais de saúde, aprimorar e capacitar a ação de profissionais locais para um eficaz diagnóstico da doença, uma vez que muitos dos casos que evoluem para óbito estão diretamente ligados ao manejo clínico.
Outro anúncio feito pelo secretário foi que, neste ano, os municípios não serão mais responsáveis pela hospedagem e alimentação dos agentes da Força-Tarefa, transferindo a responsabilidade para a SES.
Os municípios convocados foram: Pocrane, São José da Safira, Marilac, Recreio, Glaucilândia, Central de Minas, Mathias Lobato, Naque, Aimorés, Araguari, Bocaiúva, Bom Despacho, Campo Belo, Curvelo, Dores do Indaiá, Ipatinga, Itabira, Itaúna, Ituiutaba, Januária, Montes Claros, Nova Serrana, Pará de Minas, Pirapora, Pompéu, Teófilo Otoni, Timóteo, Ubá, Unaí e Várzea da Palma.