segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Acidentes por animais peçonhentos aumentam no período chuvoso e no verão


Animais peçonhetos são perigo no período chuvoso

Os acidentes com aranhas, serpentes, escorpiões, abelhas e lagartas tendem a crescer entre os meses de outubro e março
A chegada da estação mais quente do ano também é convidativa para a proliferação de animais peçonhentos. Os acidentes por esses animais tendem a aumentar entre os meses de outubro e março, seja na zona rural ou urbana, e sofrem influência de atuais desequilíbrios ecológicos.
Em Minas Gerais, os números mostram a necessidade de maior cuidado e atenção da população. Os acidentes por aranhas, serpentes, escorpiões, abelhas e lagartas somam mais de 70 mil casos nos últimos três anos (2011-2013). Em 2013, o Estado registrou quase 25 mil casos. Destes, a maior incidência é de acidentes por escorpiões que somam mais da metade dos atendimentos, com 15.592 casos, seguido de aranha: 3.518, serpente: 3.368, abelha: 1.449 e lagarta: 1.052. No total, 31 pessoas morreram em 2013 em decorrência de picadas de animais peçonhentos.
O biólogo e referência técnica em acidentes por animais peçonhentos da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG), Leonardo de Freitas, confirma que os acidentes por animais peçonhentos aumentam no período chuvoso e que Minas Gerais é um dos estados que mais notifica acidentes por animais peçonhentos no Brasil.
“Existem vários fatores que contribuem para isso, entre eles a maior atividade dos animais peçonhentos nesta época em busca de abrigos secos, alimentos e para reprodução. O período de férias e as atividades de campo das pessoas, envolvendo agricultura e ecoturismo, também deixam a população mais exposta aos acidentes por animais peçonhentos. A faixa etária mais acometida é entre 20 e 65 anos de idade, apesar de a faixa etária entre 0 e 14 anos ser a mais suscetível a acidentes graves, principalmente acidentes por escorpião”, conclui Leonardo.
Cuidados
Em caso de acidentes, a pessoa deve ser encaminhada o mais rápido possível para um hospital que tenha soro antipeçonhentos. Durante o socorro, ela deve se mover o mínimo possível. O membro atingido deve ser colocado numa posição mais elevada em relação ao corpo, e o local da picada deve ser lavado apenas com água e sabão.
Em casos de acidentes por águas-vivas e caravelas, deve ser aplicada compressa de água gelada do mar (não utilizar água doce), e evitar esfregar a área acometida. Não devem ser usadas outras substâncias como urina, cachaça, borra de café em nenhum tipo de acidente por animal peçonhento, pois esta prática pode ocasionar complicações como infecção. O tratamento é oferecido gratuitamente em hospitais do SUS de todos os estados.
Prevenção de acidentes por escorpiões e aranhas
Para evitar acidentes por escorpiões e aranhas, a pessoa deve usar calçados e luvas nas atividades rurais e de jardinagem; examinar calçados e roupas pessoais, de cama e banho, antes de usá-las; vedar frestas e buracos em paredes, assoalhos, forros e rodapés; utilizar telas, vedantes ou sacos de areia em portas, janelas e ralos.
Outros cuidados são a preservação de predadores naturais como seriemas, corujas, sapos, lagartixas e galinhas; limpeza de terrenos baldios, pelo menos na faixa de um a dois metros junto ao muro ou cercas; não acúmulo de lixo e materiais de construção. As pessoas devem ainda evitar contato com lama e água de enxurrada, e sempre utilizar botas e luvas.
Acidentes por serpentes
Para evitar picadas de serpentes, as pessoas não devem andar descalças, utilizando sempre sapatos fechados associados a perneiras (ou botas de cano longo), e luvas de couro nas atividades rurais e de jardinagem. Não devem colocar as mãos em tocas ou buracos na terra, ocos de árvores, cupinzeiros, em espaços situados em montes de lenha ou entre pedras e evitar acúmulo de lixo e materiais de construção.
Controlar o número de roedores existentes na área para evitar a aproximação de serpentes peçonhentas que deles se alimentam também é importante. No amanhecer e no entardecer, evitar a aproximação à vegetação muito perto do chão, gramados ou até mesmo jardins, pois é nesse momento que as serpentes estão em maior atividade.
Acidentes por lagartas
Ao realizar atividades de jardinagem ou qualquer outra atividade em ambientes silvestres, observar bem o local: troncos, folhas, gravetos - antes de manuseá-los, fazendo sempre o uso de luvas para evitar o acidente.
Acidentes por abelhas
Abelhas e marimbondos são atraídos por sons, odores e cores, como barulho de motores de aparelhos de jardinagem e de motores de popa. No campo, o trabalhador deve atentar para a presença de abelhas, principalmente no momento de arar a terra com tratores. As retiradas de colmeias devem ser feitas, preferencialmente, à noite ou ao entardecer, quando os insetos estão calmos, com roupa protetora e, principalmente, por profissional competente.

 Ag. Minas

Economistas avaliam que em 2014 a inflação deve continuar acima da meta

Kelly Oliveira
Repórter da Agência Brasil
Brasília – A inflação deve continuar em patamar elevado, em 2014, sem perspectiva de quando poderá chegar ao centro da meta (4,5%), na avaliação de economistas. O professor de finanças do Ibemec, Gilberto Braga, diz que a inflação ainda é preocupante no final deste ano porque está se estabilizando em patamar muito alto.
Para 2014, o professor acrescentou que não se espera que a inflação caia para um patamar menor e “mais palatável”. Ele projeta a inflação entre 5,5% e 6%, em 2014. Em 12 meses, encerrados em novembro de 2013, a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 5,77%.

A previsão do Banco Central (BC) para a inflação é 5,8%, neste ano; 5,6%, em 2014; e 5,4%, em 2015. Em 2013, a inflação ultrapassou o teto da meta (6,5%). Isso aconteceu em junho, quando ficou em 6,7%.
“Não há dúvida que o pior já passou, mas vai ficar longe do centro da meta. É como se o governo estivesse trabalhando com 1 a 1,5 ponto percentual acima do centro da meta”, disse Braga.
A professora de economia da Fundação Getulio Vargas (FGV), Virene Matesco, também considera que a alta dos preços no país é motivo de preocupação. Na avaliação dela, mesmo com o controle do governo sobre os preços de tarifas, como de passagens de ônibus e de energia, a inflação ficará acima do centro da meta em 2013 e em 2014. “A inflação para o ano que vem estará no topo superior, em torno de 6%, mesmo com os controles de preços”, destacou.
No último dia 20, o diretor de Política Econômica do BC, Carlos Hamilton Araújo, reforçou que o objetivo da instituição é fazer com que a inflação convirja para o centro da meta. Entretanto, Araújo disse que o cenário mais provável não aponta para a inflação no centro da meta – 4,5%, - neste e nos próximos dois anos.
“O cenário mais provável não aponta essa convergência, o que não implica que não seja possível. São coisas distintas. A convergência pode se tornar mais provável mais adiante, na medida em que a economia comece a responder às ações que foram tomadas”, acrescentou Hamilton Araújo.
O diretor lembrou que a transmissão dos efeitos da alta da Selic na economia tem defasagem, ou seja, demoraram a aparecer. “O efeito deve se refletir mais intensamente ano que vem”, disse. Na divulgação do Relatório de Inflação, o diretor também disse que o efeito da alta do dólar, em 2013, na inflação vai se dissipando e isso fará com que a inflação comece a ceder.

Para a professora da FGV, o Banco Central demorou para iniciar o processo de ajuste da taxa básica de juros, a Selic. Em 2013, o BC iniciou o ciclo de alta da Selic em abril, quando a elevou em 0,25 ponto percentual. Nas cinco reuniões seguintes, o BC fez ajustes de 0,5 ponto percentual. A Selic encerra 2013 em 10% ao ano.
Virene espera que o banco eleve a taxa, em pelo menos mais 0,5 ponto percentual, podendo chegar até 11% ao ano. “Mas não adianta colocar os juros em dois dígitos se o governo não controla gastos, se o Banco do Brasil, a Caixa [Econômica Federal] e o BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social]continuarem soltando crédito [o que estimula o consumo, e por consequência, a inflação]”, disse Virene.
A professora acrescentou que o governo “fez uma aposta de reduzir as taxas de juros do crédito ao mesmo tempo que a inflação estava em ascensão”. “Há uma intromissão política na política monetária [definição da Selic]. Precisamos de um BC com autonomia”, defendeu.

Edital de Licitação

PMMG - 7º BPM. Concorrência 01/2013.

 Objeto: selecionar proponente com maior oferta para a permissão onerosa de uso das dependências da Cantina da Praça de Esportes do 7º BPM, localizada na Alameda Cel Fulgêncio, 202/B, Vila Militar por 12 meses, com a exploração do gênero - lanchonete, conforme Edital. Propostas: Envio dos envelopes contendo documentação, especificação do item proposto e proposta de preço até às 09h de 30/01/2014 dirigido à Comissão de Licitação da Unidade - CLU do 7º BPM, na Sede do 7º BPM, na Alameda Cell Fulgêncio s/n, Vila Militar, Bom Despacho. Esclarecimentos sobre Edital procurar a CLU do 7º BPM, no horário de 08:30 às 12 hs e de 14 às 18 horas nos dias úteis, exceto às quartas-feiras, que é de 08:30 às 13 hs. A sessão de abertura dos envelopes contendo a documentação de habilitação e as propostas de preços será às 09h de 30/01/2014 no Almoxarifado do 7º BPM.

  Assessoria de Comunicação Organizacional do 7° BPM


domingo, 29 de dezembro de 2013

Prefeito Fernando Cabral diz que é 'Legal'gastar R$ 180 mil com Jornal da Prefeitura

foto: Rosemberg Rodrigues
O prefeito Fernando Cabral (PPS) concedeu uma entrevista a Rádio Difusora  no dia 26 dezembro e afirmou que é Legal gastar mais R$ 180 mil com o Jornal Cidade de Todos, editado pela Prefeitura Municipal de Bom Despacho. O chefe do Executivo também disse que quem critica o jornal é apenas 'meia-dúzia de pessoas', geralmente aquelas que torcem contra Bom Despacho. 

A publicidade é um dos quesitos recomendados pela Lei de Responsabilidade Fiscal, talvez seja esta informação que o Prefeito Fernando Cabral quis se respaldar na entrevista concedida ao Jornalista João Batista da Rádio Difusora. 

Muitos questionam os gastos com o Jornal da Prefeitura, pois a verba poderia ser usada em outros serviços que seriam beneficentes a população, como por exemplo, a compra de remédios, de veículos, além das inúmeras assistências que não existem pela falta de profissionais no setor da Saúde Pública de Bom Despacho. 

Na Prefeitura, existe a licitação da confecção do Jornal da Prefeitura. Caso seja editado mensalmente pelo Executivo, os gastos poderão chegar a R$ 180.360,00. 

Buracos continuam causando reclamação em Bom Despacho

Apesar da Prefeitura ter se esforçado em tapar  buracos das vias de maior tráfego em Bom Despacho, algumas de pouco movimento continuam a desejar. Em muitas delas, motoristas são obrigados a se desviarem para evitar qualquer tipo de custo na manutenção do veículo. 

Em meados de Dezembro, funcionários da Secretaria de Obras do Município foram as Avenidas Dr. Juca, Amazonas, entre outras, para tapar algumas crateras. Entretanto, muitos lugares ainda precisam revistos pelo Executivo. 

Na rede social Facebook, fotos de buracos são postadas frequentemente pelos usuários, além de inúmeras reclamações. "Cadê o dinheiro do IPVA, prefeitura de Bom Despacho? Com ele dava pra ajeitar essas crateras (porque aí nem são mais buracos), destacou o internauta Telmo Gontijo. 

Os bairros mais afetados que merecem mais atenção podem ser Santa Marta, Bela Vista, Babilônia, São José (Av. Padre Augusto), São Vicente (Irmã Maria). 


sábado, 28 de dezembro de 2013

Prefeitura divulga resultado final do Processo Seletivo

CONVOCADOS DEVEM APRESENTAR-SE NA 2ª FEIRA, DIA 30 DE DEZEMBRO
processo-seletivo13[1]A Prefeitura publicou nesta sexta-feira, em edição extra do Diário Oficial Eletrônico do Município (DOMe), a homologação dos resultados do Processo Seletivo 006/2013.
Na mesma edição, o DOMe trouxe também a lista de candidatos aprovados nos Processos Seletivos 004/2013, 005/2013 e 006/2013 que foram convocados para apresentarem os documentos necessários à sua contratação.
Os convocados devem apresentar-se segunda-feira, dia 30/12, na Escola de Formação dos Servidores (Rua Picão Camacho, 500 – Bairro Ozanam), das 8 às 12 e de 13 às 17 horas.

fonte: www.bomdespacho.mg.gov.br

Uso de fogos de artifício nas festas de Ano Novo pode causar graves acidentes

A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) oferece orientações para o correto manuseio e utilização segura dos artefatos no réveillon


Carlos Alberto/Imprensa MG
Seguir as instruções do fabricante e acionar os fogos em áreas abertas são algumas das recomendações
Seguir as instruções do fabricante e acionar os fogos em áreas abertas são algumas das recomendações
Download
No período de festas de fim de ano, o Hospital João XXIII (HJXXIII), da Rede Fhemig, referência estadual para o tratamento de queimaduras, registra um aumento de 12% a 15% do número de atendimentos e de 8% a 10% das internações em razão de acidentes com fogos de artifício. 
 
O Serviço de Queimados do HJXXIII recebe, a cada ano, dezenas de pessoas, entre crianças, homens e mulheres, vítimas de ocorrências ligadas ao manuseio desses artefatos. Segundo o chefe do Serviço de Cirurgia Plástica e Queimados do hospital, Carlos Eduardo Guimarães Leão, 43% das vítimas de queimaduras (por vários agentes, inclusive por fogos de artifício) são crianças de zero a dez anos de idade. Por isso, todo cuidado é pouco, especialmente agora, com a proximidade das comemorações de virada de ano.
 
Manuseio incorreto
 
O foguete de mão é o que mais causa acidentes. Ele provoca queimaduras de terceiro grau e pode, até mesmo, causar a perda de membros. Além disso, também pode acontecer a laceração dos dedos, mãos e rosto. Dentre as principais causas das ocorrências envolvendo os fogos de artifício está o manuseio incorreto. É comum as pessoas não seguirem as instruções dos fabricantes e não verificarem a procedência desses artigos, assim como, frequentemente, estarem alcoolizadas. Outro fator determinante para que haja acidentes é a manipulação dos fogos pelas crianças ou a sua presença ou participação durante o acendimento dos artefatos.
 
Cuidados
 
É fundamental para a segurança que o explosivo somente seja acionado em áreas abertas. Outro cuidado importante é não colocar um foguete sobre o outro. No caso de acidentes, a parte afetada deve ser lavada em água corrente e coberta com um pano limpo umedecido em água fria. Em nenhuma hipótese, deve ser usada outra coisa que não seja água corrente. A vítima precisa ser encaminhada, imediatamente, ao atendimento médico através do acionamento do SAMU pelo telefone 192 ou do Corpo de Bombeiros pelo 193.
 
Dicas para soltar fogos de artifício com segurança
 
• Nunca permita que crianças soltem fogos;
• Não compre fogos de artifícios clandestinos porque eles não são testados;
• Compre os modelos que vêm com uma base para o encaixe em suporte ou use uma extensão. Não olhe para cima quando o foguete estiver sendo disparado;
• Antes de acendê-los, siga, rigorosamente, as instruções do fabricante;
• Não utilize fogos após ingerir bebidas alcoólicas;
• Nunca solte fogos em locais com grande concentração de pessoas;
• Jamais lance fogos na direção de outras pessoas;
• Nunca faça experiência, modifique ou tente fazer seus próprios fogos de artifício;
• Solte fogos longe de residências. No mínimo, a 100 metros de distância;
• Não solte fogos perto de hospitais, postos de combustíveis, aeroportos e fiações;
• No caso de os fogos não estourarem, jamais tente reaproveitá-los.

Ag. Minas

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Portaria ministerial confirma liberação de recursos para santas casas



Alex Rodrigues 
Repórter Agência Brasil 
Brasília – O Ministério da Saúde confirmou a liberação de R$ 1,6 bilhão para as santas casas e demais entidades filantrópicas de 23 das 27 unidades da Federação. Segundo o ministério, os recursos deverão beneficiar 762 instituições filantrópicas de 604 cidades, dobrando o montante repassado pelo governo federal para que essas unidades atendam a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). 
Do total, R$ 400,6 milhões deverão ser liberados em três parcelas de R$ 133,5 milhões. A primeira delas será paga até 31 de dezembro deste ano, conforme a Portaria nº 3.166, publicada no Diário Oficial da União dessa segunda-feira (23). As outras duas parcelas serão liberadas ao longo de 2014. 
Para viabilizar o pagamento dos incentivos financeiros aos estabelecimentos de saúde que prestam serviços complementares ao SUS, o ministério elevou de 26% para 50% o percentual mínimo do Incentivo de Adesão à Contratualização (IAC) pago aos estabelecimentos filantrópicos.
Também estendeu a possibilidade de contratos a novas instituições, atualizou os contratos antigos e reforçou o pagamento de procedimentos de média complexidade, que incluem exames como raio X, testes laboratoriais e consultas de várias especialidades, como oncologia, urologia e oftalmologia. Parte das medidas já tinha sido anunciada e detalhadas pelo ministro Alexandre Padilha, em outubro. 
A expectativa é  que essas medidas permitam ampliar a participação das santas casas e demais entidades filantrópicas no atendimento prestado à população. Atualmente, 1.700 hospitais filantrópicos prestam serviços ao SUS, respondendo por 41% das internações em estabelecimentos públicos. A maioria das instituições, no entanto, acumula dívidas históricas, principalmente tributárias. 
Foi para tentar ajudar as entidades a pagar suas dívidas e sanar suas finanças que o governo anunciou o ProSUS. Criado em junho deste ano, o programa de apoio financeiro busca auxiliar as instituições em má situação a pagar o que devem e sanar as finanças em no máximo 15 anos. Em contrapartida, os hospitais devem ampliar o atendimento de exames, cirurgias e atendimentos a pacientes do SUS. 
Entre 2011 e 2012, os incentivos pagos pelo governo federal aos principais hospitais filantrópicos para atendimento a usuários do SUS passaram de R$ 340 milhões para R$ 968,6 milhões.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Carro com placa de Bom Despacho é suspeito de provocar um acidente na MG 050 em Divinópolis


acidente 050 Divinópolis (Foto: Cleber Corrêa/G1)
foto Portal G1
Um carro com placa de Bom Despacho pode ter sido o responsável por um acidente ocorrido na MG 050,  no último domingo, dia 22, em Divinópolis-MG. De acordo com reportagem da TV Integração, o veículo bateu numa ambulância que transportava um paciente para Belo Horizonte. 

Segundo a Polícia Rodoviária Militar, o motorista fugiu do local assim que ocorreu o acidente. Uma idosa morreu e outras quatro pessoas ficaram feridas. "Tentei evitar, mas não consegui", disse o motorista da ambulância. 

O carro foi um  Gol de cor prata, placa GZI 0029 de Bom Despacho, e estava com licenciamento vencido. 


domingo, 22 de dezembro de 2013

Operação Divisas Seguras prende 34 pessoas em Minas Gerais

Durante a operação nesta quinta-feira, mais de 6 mil veículos foram abordados nas estradas
Trinta e quatro pessoas foram presas na noite de quinta-feira (19) durante a nona edição da Operação Divisas Seguras, que fiscalizou cerca de cem pontos de rodovias estaduais e federais em praticamente todas as regiões do Estado. O objetivo foi fazer um cerco à entrada de drogas, armas, explosivos, automóveis roubados e outros materiais ilícitos e irregulares em Minas Gerais.
Quase 9 mil pessoas e mais de 6 mil veículos foram abordados na ação, que contou com um efetivo de 1.093 agentes de segurança. “As fiscalizações são realizadas de forma integrada e têm como foco a prevenção à criminalidade” afirmou a secretária de Estado Adjunta de Defesa Social, Cássia Gontijo.
Um total de 5.632 munições, 17 armas de fogo, 11 flechas e cinco silenciadores foram apreendidos, além de 255 gramas de crack, 20 quilos e nove buchas de maconha e 38 dolas e 358 gramas de cocaína. Mais de 700 galões de água mineral com notas fiscais falsas ficaram retidos.
A Operação Divisas Seguras ainda apreendeu 78 automóveis que circulavam de forma irregular, cinco carteiras de habilitação (CNH) e 15 documentos de licenciamento de veículo (CRLV). Ao todo, foram aplicadas 349 multas. Dois autos de infração de meio ambiente ainda foram lavrados.
Balanço
Desde quando as fiscalizações começaram, em março deste ano, 90 mil pessoas e 60 mil veículos foram abordados. Mais de 350 prisões aconteceram. Já foram apreendidos 300 quilos de explosivos, mais de uma tonelada de maconha, 169 pedras de crack, 37 armas de fogo, 5.866 munições, 1.119 pares de calçados, oito mil telhas, 860 estacas de eucalipto, uma tonelada de queijo, 289 produtos eletrônicos diversos e mais de duas mil mídias de CD e DVD, avaliadas em R$ 60 mil, entre outros materiais.
A Operação Divisas Seguras é realizada de forma integrada entre a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), as polícias Militar e Civil de Minas Gerais, o Corpo de Bombeiros Militar, a Receita Estadual, a Receita Federal, o Ministério Público, a Polícia Rodoviária Federal e os Estados de São Paulo e Goiás.
Ag. Minas

Vigilância Sanitária entrega medicamentos apreendidos em 2013

remédios cópia




Durante o ano de 2013 a Vigilância Sanitária fez apreensão de medicamentos ilegais e realizou ontem, (19), a entrega para coletora de resíduos de serviços de saúde. Esse ano foi apreendida uma alta quantidade de medicamentos irregulares. A maioria era comercializada em locais inadequados e sem autorização. Também foram apreendidos em drogarias, medicamentos manipulados, que só podem ser vendidos em farmácias de manipulação.
O comércio ilegal facilita o acesso das pessoas a estes produtos que devem ser utilizados com precaução. Os medicamentos clandestinos oferecem risco à saúde por não serem inspecionados e podem não ter o efeito desejado.
Os medicamentos apreendidos foram coletados pela empresa Ambientec, contratada pela Prefeitura para tratar e destinar os resíduos de serviços de saúde. Foram apreendidos ao todo 114,520 kg de produtos. Eles serão incinerados pela empresa de acordo com as normas ambientais para esta atividade.

fonte: www.bomdespacho.mg.gov.br

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Impostos consumiram 35,85% da renda do brasileiro em 2012



Mariana Branco
Repórter da Agência Brasil
Brasília – O peso dos impostos no bolso dos brasileiros atingiu 35,85% em 2012, percentual recorde. O patamar é 0,54 ponto percentual superior aos 35,31% registrados em 2011, segundo dados divulgados hoje (20) pela Receita Federal.
Segundo a Receita, no período houve incremento de 2,44% na arrecadação da União, estados e municípios, o que contribuiu para o aumento da carga tributária. Além disso, os tributos que mais pesaram foram as contribuições para a Previdência Social e para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).
De acordo com Othoniel Lucas, coordenador-geral de Estudos Econômico-Tributários e de Previsão e Análise de Arrecadação da Receita, a contribuição previdenciária e o FGTS, vinculados à folha de pagamento, refletem o aumento da massa salarial. Já a alta do peso do ICMS na carga tributária estaria vinculado à um crescimento da venda de bens e serviços no país. O levantamento divulgado pela Receita mostrou ainda que a participação de tributos federais na arrecadação recuou de 70% para 69%, de 2011 a 2012. De acordo com o coordenador, o motivo foram as desonerações concedidas pelo governo. "O grande incremento foi nos estados e municípios", destacou.
A Receita Federal divulgou a carga tributária líquida, descontadas transferências assistenciais, previdenciárias e subsídios, que ficou em 19,82% em 2012, contra 20,17% em 2011. O coordenador-geral de Política Fiscal da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Jeferson Bittencourt, explicou que esses repasses envolvem programas como o Bolsa Família. "O governo transferiu mais para a sociedade do que coletou de impostos. É comum países que têm uma rede de proteção tão ampla quanto a do Brasil acabarem tendo carga tributária mais alta", disse.


Cemig informa sobre funcionamento das agências na semana do Natal

Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: cemig_release.jpg
A Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig informa que as agências de atendimento da Empresa vão funcionar normalmente na próxima segunda-feira (23/12), e em meio período na terça-feira (24/12), véspera do feriado de Natal. Na quarta-feira (25/12), não haverá expediente nas agências da Empresa. O restante da semana terá atendimento normal nas Agências.

Solicitações de serviços e reclamações também podem ser feitas pelo Fale com a Cemig, no telefone 116 – que funciona 24 horas por dia. A Agência Virtual, disponível no site da Cemig (www.cemig.com.br), também oferece diversos serviços com conforto e segurança para os clientes da Companhia.

Pelo celulartambém é possível comunicar com a Cemig pelo Cemig Torpedo, falta de energia, consultar última fatura vencida não paga ou enviar leitura com mensagens de texto (SMS) para o número 29810. O serviço é gratuito.

As agências e postos de atendimento da Cemig voltam a funcionar normalmente em todo o Estado na quinta-feira (26/12), a partir das 8h.

Autoridades Policias realizam Operação Divisa Segura

 Na noite do dia 19 de Dezembro de 2013 policiais militares do 7º Batalhão de Polícia Militar, da 7ª Cia PM Ind Mat, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e representantes do IMA desencadearam a Operação denominada “Divisa Segura” realizada na BR 262, KM 474, em Bom Despacho, defronte ao Posto da Polícia Rodoviária Federal. Participaram da operação oito Policiais Militares, cinco  policiais rodoviários federais,dois policiais civis e  quatro representantes do IMA. 

Foram abordadas e fiscalizadas aproximadamente cento e cinquenta pessoas, cento e dez veículos fiscalizados, confeccionadas oito Auto de Infrações de trânsito e quatrocentos e Oito pares de sandálias/chinelos apreendidos por serem, provavelmente, falsificados e sem nota fiscal.

 A referida Operação visa à abordagem e fiscalização de veículos e seus condutores, com o fito de propiciar maior sensação de segurança e conter o avanço da criminalidade.





                                                                      Assessoria de Comunicação Organizacional do 7° BPM 

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

7º BATALHÃO REALIZA FORMATURA DO PROERD EM BOM DESPACHO

No dia 12 de dezembro de 2013 foi realizada a solenidade de formatura dos  alunos do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD - em Bom Despacho. O evento foi realizado no salão nobre do SESC Bom Despacho e contou com a presença de diversas autoridades. 

Presidiu a solenidade o Subcomandante do 7º Batalhão, Major Elson Geraldo de Andrade, o Prefeito Municipal, Fernando Cabral, o Chefe da Delegacia do Serviço Militar, Tenente Marco Sarmento, dentre outras representações. Durante a solenidade foram premiadas as melhores redações de cada escola e sorteadas duas bicicletas entre os alunos. 

Além desta premiação, outros momentos marcantes da formatura foram desenvolvidas tais como a entrega dos certificados, o juramento e a participação dos mascotes PM Amigo Legal e o leão DARE. Durante o segundo semestre de 2013 os instrutores do PROERD, Sargento Marcos Aurélio e Cabo Cristiane desenvolveram o programa em sete escolas do município, totalizando-se 394 alunos do 5º ano atendidos.


 Assessoria do Sétimo Batalhão

Morato é reeleito presidente da Liga Municipal de BD

Morato exibindo troféus.

Na noite desta terça-feira, 17, aconteceu a eleição presidencial da Liga Municipal de Desportos de Bom Despacho. O atual presidente, Antônio de Faria Morato, venceu os adversários Tarciso Jacó e Pedro Paulo Pontes. Os representantes dos cinco clubes que participaram do campeonato municipal votaram na eleição. 

O resultado pode não ser considerado surpreendente, pois Morato estava sendo cogitado para se reeleito. Durante campanha, o mandatário  afirmou que irá isentar todos clubes de pagamento de taxas de inscrição e transferência. 

Antônio de Faria Morato ficará no cargo durante os anos de 2014, 2015 e 2016. "Agradeço aos clubes que votaram em mim", discusou o presidente eleito em agradecimento após o resultado. 

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Menino morre após ser atendido no PA


Um menino de 8 anos morreu após ser atendido no Pronto Atendimento Municipal. De acordo com dados da ocorrência policial, registrada pela PM, o garoto deu entrada no hospital por volta das 14 horas, depois de ter passado pela triagem, foi atendido somente as 18h.  

Segundo o BO, o menino deu entrada com dor de garganta e foi atendido pelo médico plantonista. Após algumas horas, o jovem disse para a sua mãe que estava morrendo e precisava ser medicado urgentemente. Consta no documento policial, a afirmação do plantonista "uma minuto a mais ou a menos não faz a diferença". O óbito foi oficializado as 23 horas.  

Conforme reportagem exibida pelo programa Alterosa Alerta, nenhum representante do PA  quis conceder entrevista. A família exige mais esclarecimento sobre a morte da criança. A Polícia está investigando o caso.

Esplanada é campeão de futebol amador da Copa Jornal Fique Sabendo

Esplanada, campeão amador da Copa Jornal Fique Sabendo.
Cerca de 600 pessoas acompanharam a decisão do título da categoria de futebol amador da Copa Jornal Fique Sabendo neste último domingo, 15, no estádio Pedro Lino da Costa. O jogo realizado entre Esplanada x Cristalino causou muita emoção no público, já que a decisão foi para os pênaltis. 

No tempo normal, o Esplanada derrotou o Colorado por 2 a 1. Gabriel Meleca encontrou um gol na falha do Goleiro Tauwan e Renato fez de cabeça aproveitando o vacilo da defesa adversária. O gol do Cristalino foi marcado por Popó, que depois de matar a bola no peito, mandou para o fundo das redes de Tchiola, que o substituiu Italo na meta do Celeste. 

As emoções ficaram guardadas para as penalidades após o final da partida. O Celeste ganhou por 6 a 5 e conquistou pela primeira vez a Copa Jornal Fique Sabendo de futebol amador. A equipe do técnico Índio obteve um retrospecto positivo no ano, já que foi vicecampeão municipal vencendo a Associação fora de casa e agora levantou o Troféu Gilberto Tonhão . 

Colorado Cristalino - Vicecampeão. 
O Esplanada foi campeão com Italo, Tchiola, Celinho, Buião, Vaninho, Xande, Doiô, Tiago Sujeira, Renato, Lelinho, Wendell, Gabriel Meleca,  Angola, Federal, Francisco, Fubá, Nena, Caique, todos comandados pelo Técnico Índio.  

A Copa Jornal Fique Sabendo contou com apoio dos vereadores Ricardo Alvarenga, Pedro Paulo, Dr. Fernando Pediatra, Mauricio do Ima, Robertão, Dudu Burguer, MM Lanches, Vap Supermecados, Piso e Parede, Liga Municipal, Secretaria de Esportes, Pedro Paulo, Polícia Militar (7º BPM), Rádios Nova Veredas, Ativa FM e Difusora.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Número de fumantes cai 20% no país em seis anos, mostra estudo

Fernanda Cruz
Repórter da Agência Brasil
São Paulo - O número de pessoas que fumam caiu 20% nos últimos seis anos no Brasil, segundo estudo divulgado  pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), na capital paulista. Em 2006, o percentual de tabagistas era 19,3% e, no ano passado, caiu para 15,6%.
No total, o Brasil tem 20 milhões de fumantes, sendo que 533 mil são adolescentes. Esse público foi o que mais reduziu o consumo de tabaco. Em 2006, 6,2% dos jovens eram fumantes e, em 2012, esse índice caiu para 3,4%, o que representa uma diminuição de 45%.
Na comparação entre gêneros, os homens continuam sendo os que mais fumam. Em 2006, 27% deles eram tabagistas e, no ano passado, o percentual caiu para 21%, uma redução de 22%. Entre as mulheres, o percentual de fumantes era 15%, em 2006, e houve uma queda para 13% em 2012 – redução de 13%.
A pesquisa da Unifesp faz parte do Levantamento Nacional de Álcool e Drogas (Lenad). Foram ouvidos mais de 3 mil brasileiros a partir de 14 anos, em 2006, e 4,6 mil participantes em 2012. As entrevistas foram feitas em quase 150 municípios.

Crianças só poderão ir a jogos da Copa acompanhadas de maiores de 18 anos



Brasília – O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou hoje (13) as regras que vão padronizar a participação de crianças e de adolescentes em eventos da Copa do Mundo de 2014 e unificar os procedimentos dos juizados da Infância e da Juventude. As normas estão na Recomendação nº 13 do conselho. As regras já estão previstas em lei.
De acordo com a recomendação, hotéis não podem hospedar menores de 18 anos sem acompanhamento dos pais. Menores de 12 anos incompletos só podem entrar em estádios acompanhados com maiores de 18 anos; crianças e adolescentes podem participar de atividades promocionais – como porta-bandeiras, gandulas e acompanhamento de jogadores – somente mediante autorização dos pais e da empresa organizadora do evento. Gandulas devem ter idade mínima de 12 anos.
O texto também trata de proibição da venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos e da exigência do documento de identificação no momento da venda.
Da Agência Brasil

Cemig esclarece causa de apagões em Bom Despacho

A Companhia Energética de Minas Gerais - Cemig esclarece que eventuais interrupções acidentais podem ocorrer, independentemente dos esforços empreendidos pela Empresa para proteger o sistema elétrico, como as que atingiram o município de Bom Despacho, por cerca de 4 minutos cada, nos dias 08 de dezembro às 23h59, 10/12 às 23h51 e por fim no dia 11/12 à 1h46.


A Cemig informa que as interrupções foram provocadas por descarga atmosférica que atingiu a linha de transmissão Bom Despacho 2 – São Gonçalo do Pará.  A descarga atmosférica que atingiu a linha normalmente seria eliminada instantaneamente pelos equipamentos de proteção, porém ocorreu uma falha no equipamento que faz o religamento instantâneo do sistema elétrico e este teve que ser religado à distância.

A Cemig esclarece que o equipamento que apresentou a falha já se encontra em manutenção e a condição de normalidade deve ser restabelecida nesta semana
 Sobre danos em aparelhos elétricos, a Cemig esclarece que para fazer um pedido de ressarcimento, o cliente deve acionar a Empresa por telefone (Fale com a Cemig – número 116), por meio de seu portal na internet ou presencialmente em uma das agências de atendimento, em um prazo de até 90 dias após o dano. Nesse contato, o consumidor deve informar qual equipamento foi danificado, marca e modelo do produto, bem como a data e a hora do ocorrido. Todas essas informações são muito importantes para o cadastramento adequado do pedido.

A Cemig tem até 15 dias para analisar se o dano do aparelho foi provocado em decorrência de um problema na rede da Companhia e enviar carta resposta ao cliente. Em caso positivo, o cliente deverá fazer o orçamento de conserto do equipamento em uma oficina e encaminhá-lo para a Cemig. Após a análise do orçamento e sendo este deferido, a Cemig tem 20 dias corridos para realizar o ressarcimento para o cliente, por meio de depósito em conta ou o conserto do aparelho.

Outra situação é caso o aparelho seja de uso essencial, como refrigerador, freezer, cerca elétrica, portão eletrônico ou aqueles destinados à preservação da vida. Nessas ocasiões, o cliente pode providenciar o conserto, antes de a Cemig dar uma resposta. E para ter o direito do ressarcimento, é preciso guardar e apresentar à Empresa todas as notas fiscais do conserto. É com base nessas notas fiscais que o consumidor será restituído. Sem essas notas, ele pode perder o direito de ser ressarcido.

Ainda segundo estabelecem as normas da Aneel, a Cemig deve ressarcir apenas danos causados por problemas elétricos decorrentes da rede própria da Empresa. Os ressarcimentos realizados respeitam as normas da Resolução Normativa 61 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).


Prefeitura realiza Operação Tapa Buracos


operacao-tapa-buracos-131213
fotos: www.bomdespacho.mg.gov.br

Depois de muitas cobranças, a Prefeitura Municipal de Bom Despacho aproveitou a estiagem desta sexta-feira, 13, para realizar a Operação Tapa Buracos.  No início de dezembro, a Secretaria de Obras conseguiu tapa alguns buracos com terra, mas a chuva veio e danificou novamente as vias. 

Entre as mais afetadas estão a Av. Amazonas, Dr. Juca, das quais apresentam um maior número de trafego. " O objetivo é recuperar as condições de segurança e tráfego nas vias públicas de Bom Despacho, que foram muito afetadas pelas tempestades dos últimos dias", destacou em notícia no site da órgão municipal. 

Na rede social Facebook, surgiu a  campanha  'Adote um Buraco' e também fotos de pessoas pescando em alguns  cheios de lama. Em muitas vias, havia crateras que chegavam a mais de 10 cm de profundidade, e parece, que a maior parte foi tapado pelos funcionários da Prefeitura. 

Esta época do ano sempre chove em Bom Despacho e com isso inúmeros buracos começam aparecer nas principais vias públicas da cidade. A Prefeitura afirmou que o serviço está sendo feito com  asfalto quente usinado, que possa garantir 'resistência e durabilidade'. 

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Cemig reforça orientações de segurança para instalação de enfeites luminosos neste Natal


A decoração típica do período natalino, que normalmente conta com diversos enfeites luminosos, necessita de cuidados especiais em sua instalação. O alerta é da Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig, que reforça a necessidade de medidas de segurança para evitar acidentes envolvendo a rede elétrica.

Segundo o engenheiro de tecnologia e normalização Demétrio Venício Aguiar, da Cemig, as pessoas devem optar por enfeites luminosos de boa qualidade, com o melhor nível de isolamento elétrico possível. A recomendação é a aquisição apenas de enfeites aprovados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), pois são submetidos a testes que garantem a segurança.

Recomenda-se também evitar as “gambiarras”, como a instalação de muitos enfeites em uma mesma tomada, utilizando adaptadores e multiplicadores popularmente conhecidos como T ou benjamim. “Esses dispositivos provocam sobrecarga e, consequentemente, o mau funcionamento dos aparelhos, podendo causar choque elétrico e princípio de incêndio”, explica Demétrio Aguiar. O engenheiro afirma que filtros de linha podem ser utilizados, desde que seu dispositivo interno de proteção esteja operante e não tenha sofrido alterações.

Outro aspecto a ser observado é que as luzes natalinas são muito atraentes e aguçam a curiosidade das crianças, sendo, portanto, necessário orientá-las a evitar o contato e a aproximação das instalações elétricas.

Ainda segundo Demétrio Aguiar, é importante ressaltar que existem enfeites antigos incompatíveis com o novo padrão de plugues e tomadas, o que demanda o uso de adaptadores. No entanto, esses aparelhos oferecem os mesmos riscos de Ts e benjamins.

Recomendações

– Para a instalação de lâmpadas decorativas em fachadas, muros, jardins e árvores deve-se respeitar a distância mínima de 1,5 metro em relação à rede elétrica.

– Não instale as lâmpadas decorativas utilizando os postes e pontaletes de padrão da Cemig como forma de fixação das mesmas.

– Não utilize enfeites luminosos próximos a piscinas a fim de evitar que um contato acidental da instalação elétrica com a água possa ocasionar um acidente grave.

– Muitas árvores de Natal são feitas de arame e os enfeites têm de estar isolados para impedir a energização acidental.

– Todos os enfeites devem ser bem afixados, para que o vento não os projete contra a fiação da rede elétrica, provocando acidentes graves.

– Desligar os enfeites luminosos antes de dormir ou sair de casa pode contribuir para a redução do valor da conta de energia e evitar acidentes.

– O conjunto da tomada de energia deve ser desligado ao substituir lâmpadas. Nunca execute esse procedimento puxando a tomada pela fiação.

– Evite deixar a instalação em área sujeita a chuva ou alagamento.

– Proteja os pontos das conexões elétricas e as tomadas adequadamente.

– Não instale o conjunto de lâmpadas decorativas em estrutura metálica ou pontiaguda.

– Após a instalação, corrija os pontos de aquecimento. Siga corretamente as instruções do catálogo do fabricante.

– Dê preferência aos enfeites impermeáveis. Eles são mais seguros e duram mais.

– Dê preferência às lâmpadas de LED. Além de mais econômicas, não geram aquecimento e são mais brilhantes.

No caso de instalação de conjuntos luminosos para fachada de prédio com potência mais elevada:

– Contrate o serviço de um engenheiro, técnico ou eletricista para dimensionar a fiação e a proteção do circuito de acordo com a carga a ser ligada.

– Verifique a proximidade com a rede de energia da Cemig, pois, no caso de chuva forte com vento, a iluminação decorativa instalada pode vir a tocar a rede elétrica e provocar curtos-circuitos.

– Evite choques elétricos, observando a distância mínima da rede elétrica ao instalar a decoração de fachadas ou áreas externas.

Acidentes

A Cemig alerta que, no caso de ocorrências em instalações elétricas dentro do imóvel, deve-se acionar um eletricista particular.

Em caso de ocorrência com a rede elétrica externa, basta ligar imediatamente para a central de atendimento ao cliente Fale com a Cemig – 116.