quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Documento comprova denúncia do vereador Dr. Fernando


O vereador Dr. Fernando Lamounier (PHS) afirmou no plenário da Câmara Municipal na segunda-feira, 12, que o Executivo gasta mais com lanches do que com pediatria na cidade. A denúncia  é comprovada no site  da prefeitura. O documento pode ser visto através do link: http://www.bomdespacho.mg.gov.br/wp-content/uploads/2013/07/SRP-39-2013-RETIFICADO-Lanches.pdf.

Entre os gastos estão refrigerantes como Coca-Cola, além de sucos e salgados como Empadinha, Pastelzinho e Coxinha. Bolos também aparece na  lista de compras. O valor total corresponde a R$ 69.817,91. Na gestão do ex-prefeito Haroldo Queiroz , os funcionários tinham direito a pão, manteiga e cafe . 

Pediatria


Desde o inicio de 2013, a Policlínica esta sem pediatra para atender as crianças que necessitam de atendimento medico. A Prefeitura chegou a afirmar que estava sem dinheiro para contratar o profissional da especialidade em Bom Despacho. 

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Prefeitura coloca lotes à venda




A Prefeitura colocou à venda 3 terrenos no bairro Alvorada. O edital da concorrência pública para venda dos imóveis foi publicado dia 7/8 no Diário Oficial Eletrônico do Município (DOMe).
A venda dos terrenos será feita a quem der a maior oferta. Os recursos apurados serão aplicados na melhoria da Av. Palmeiras, no bairro Rosário 2.
O maior terreno tem 4.080m2 e fica na Av. Chico Bernardino esquina com Rua Gustavo de Paula Lopes. Seu valor mínimo é de R$ 510 mil.
Os outros dois lotes ficam na rua Gustavo de Paula Lopes. Um tem 312m2 e valor mínimo de R$ 40 mil; o outro tem 348m2 e preço mínimo de R$ 35 mil.
Interessados devem encaminhar suas propostas à Prefeitura na forma prevista pelo edital. A abertura das propostas será feita dia 9/9, às 14 horas, na Gerência de Licitações. Mais informações no telefone 3521.3746



Câmera flagra assaltante em Farmácia em Bom Despacho

O crime aconteceu na noite de ontem, 13, em Bom Despacho. Dois homens armados entraram numa farmácia e renderam os atendentes e os clientes. Em postagem publicada no grupo Reclame Aqui, há informação de que foi roubado apenas dinheiro. 

As câmeras de segurança do estabelecimento registraram o momento do assalto. O  mais estranho é o horário do crime,  ocorrido por volta das 9 horas da noite. 

Este tipo de crime tem acontecido constantemente na cidade neste ano. Em maio, o dono de uma lanchonete sofreu um atentado,  e em junho passado, o proprietário de uma fábrica de tijolos  foi baleado por um menor. 

A polícia continua fazendo rastreamento para prender os suspeitos do assalto ocorrido na noite de terça-feira.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Vereador Zé Ivo rebate vice-prefeito com Denúncia




O vereador Zé Ivo (PHS)  foi criticado pelo Secretário Municipal de Saúde Dr. Sérgio Cabral, em entrevista concedida a Rádio Difusora. O parlamentar rebateu ontem no plenário da Câmara Municipal, 12, o vice-prefeito com uma grave denúncia. O edil apresentou documentos e um vídeo de uma senhora que precisava ser atendida pela Secretaria Municipal de Saúde. 

Zé Ivo apresentou um requerimento que solicitava um veículo para transportar uma senhora de 70 anos,  para  fazer uma cirurgia de catarata em Belo Horizonte. O secretário respondeu através de ofício, que para transportá-la seria necessário o agendamento da referida operação. Porém, o vereador mostrou no plenário que  havia agenda para o atendimento da idosa em BH. Os documentos estavam disponíveis no centro de regulação da prefeitura, com o dia,  data e hora marcados. 

"O vice-prefeito e secretário  Dr. Sérgio parece que não viu estes documentos de antes de enviar este ofício a esta casa", destacou Zé Ivo, que ainda expôs  um vídeo da real situação da senhora,  a qual sempre conta com alguém para ajudá-la a caminhar. 

O presidente da Câmara Municipal, Dr. Fernando Lamounier (PHS),  também lembrou que existe uma licitação de lanches, realizada pela prefeitura. De acordo com ele,   o valor licitado é mais caro do que o repasse ao serviço de pediatria, que está em falta no município. 

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Faculdade recebe Comitiva de Intercâmbio




Todos os anos a Unipac/FACEB recebe a comitiva de intercâmbio da State University of New York (SUNY), Campus da University at Buffalo (UB), dos EUA .

Serão 10 (dez) estudantes estrangeiros que ficarão em Bom Despacho de 11 a 13 de agosto de 2013 para conhecerem sobre o funcionamento do sistema público de saúde. A comitiva realizará visitas técnicas ao Programa de Saúde da Família (PSF); Laboratório de Análises Clínicas; Santa Casa; Clínica de Fisioterapia da Faculdade, dentre outros e serão acompanhados pela equipe da Faculdade durante as visitas.

Os estudantes são da área  de saúde e têm interesse em conhecerem sobre o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS), no Brasil. Após realizar as visitas técnicas, a comitiva visitará a Faculdade, onde participará de um momento de interação com os alunos da Unipac/FACEB e participarão de uma palestra sobre o tema:“Sistema Único de Saúde: Princípios e Diretrizes”.

A Faculdade mantém acordo de cooperação acadêmica e científica, celebrado desde 2003, com a State University of New York (SUNY) – Campus da University at Buffalo (UB), dos EUA, que são parceiros na realização de visitas técnicas e de intercâmbio entre as duas Instituições. O campus da SUNY fica localizado na cidade de Buffalo, fronteira com o Canadá, próxima às Cataratas do Niágara. 

domingo, 11 de agosto de 2013

Cinco razões para não beber água engarrafada


water-seis.jpg


Apesar de ser responsável por grandes debates sobre a quantidade ideal para sua ingestão, os benefícios da água para a saúde são inegáveis. Segundo a nutricionista Amélia Duarte, o líquido está presente em 50% a 75% do peso corporal de um adulto e é um dos principais transportadores de nutrientes do nosso corpo e age também como suporte para o bom funcionamento intestinal.

Mas é preciso ficar atento quando os assuntos são as fontes e o armazenamento deste recurso. Há anos, a água engarrafada está na mira de críticos e ambientalistas europeus e norte-americanos. A discussão chegou ao Brasil em 2010, mas não ganhou força, apesar deste produto ser visto por muitos cientistas como um ícone do desperdício, da desigualdade social e também um risco para a saúde.

1. Ingestão de produtos químicos
O biólogo Carlos Lehn alerta que, para cada litro de água engarrafada, é estimada a utilização de 200 ml de petróleo em sua produção, embalagem, transporte e refrigeração. Além disso, um estudo norte-americano revelou que há presença de fertilizantes, produtos farmacêuticos, desinfetantes e outras fórmulas químicas presentes no produto agem de forma negativa no corpo humano.

2. Danos socio-ambientais
De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 900 milhões de pessoas no mundo ainda não têm acesso à água de boa qualidade, enquanto que uma parcela da população prefere consumir água engarrafada mesmo tendo acesso a água tratada. O consumo excessivo do produto em todo o mundo pode levar à superexploração de aquíferos, o que deixaria um legado de falta de água para gerações futuras.
Lehn aponta que a produção e distribuição do volume das águas engarrafadas podem gerar mais de 60 mil toneladas de emissões de gases do efeito estufa, o equivalente ao que 13 mil carros geram em um ano. 



3. Produção de lixo
Apesar de serem materiais recicláveis, as garrafas utilizadas para o acondicionamento do recurso geralmente não são recicladas, podendo produzir até 1,5 milhões de toneladas desses resíduos por ano. E, para produzir essa quantidade de plástico, são gastos cerca de 47 milhões de litros de óleo. 
A cidade de Concord, em Massachusetts (EUA), foi a primeira comunidade dos Estados Unidos a abandonar a utilização das garrafas plásticas de uso único, em 2013. O motivo? Elas não estimulam a reutilização. Em 2010, só nos EUA a estimativa era o descarte de 50 bilhões de embalagens plásticas de água por ano. Menos de 10% são recicladas. "Alguns hábitos antigos, como a sacola de pano e a garrafa de vidro podem representar a solução para alguns de nossos maiores problemas, a exemplo do acúmulo de lixo nas grandes cidades", reforçou o biólogo ao site JorNow.

4. Preço abusivo
O preço da água engarrafada é quase 100 vezes mais alto do que a disponibilizada pelo sistema público. Além disso, o lucro com a venda do produto, que poderia ser investido na melhoria do abastecimento público de água, permanece privatizado.

5. Menos atenção aos sistemas públicos
... E se temos água engarrafada para consumir, para que investir em um bom sistema de abastecimento de água público? O crescimento da indústria de água engarrafada pode incentivar a privatização da comercialização do recurso em todo o mundo - o que não seria um bom sinal para qualquer governo.

portal Ecodesenvolvimento

POLÍCIA MILITAR PRENDE ESTELIONATÁRIOS QUE SACAVAM DINHEIRO DO FGTS EM LAGOA DA PRATA

Numa ação conjunta entre a Polícia Militar e a guarda municipal, foram presas três pessoas que aplicavam estelionato na agência da Caixa Econômica Federal de Lagoa Prata. Ficou constatado que os autores, oriundos da cidade de Belo Horizonte utilizavam documentos e carteiras de trabalho falsos para fazer saques indevidos do fundo de garantia por tempo de serviço (FGTS), lesando assim patrimônio público federal. Os autores utilizavam um  VW/GOL, cor preta, que também foi localizado e apreendido.
            
Com os autores foram encontrados diversos documentos pessoais, uma bolsa feminina, cor bege e uma blusa de moletom cor cinza escura, além de R$ 15.259,10 ( quinze mil, duzentos e cinquenta e nove reais e dez centavos em cédulas diversas).
           
Os autores foram presos e conduzidos Delegacia de Polícia Civil juntamente com os materiais.





Assessoria de Comunicação Organizacional 7º BPM