sábado, 26 de outubro de 2013

Governador Antonio Anastasia determina liberação de R$ 220 mil para obras em Pompéu



Recursos provenientes do ProMunicípio serão destinados para pavimentação de via urbana na cidade da região Central do Estado

O governador Antonio Anastasia determinou, neste sábado (26), em Pompéu, a liberação de R$ 220 mil, por meio do ProMunicípio, para obras de pavimentação de vias naquela cidade da região Central do Estado. Durante a solenidade, Anastasia foi condecorado com a Medalha do Mérito Municipal Dona Joaquina do Pompéu. Os recursos serão destinados ao asfaltamento da via principal do bairro Morada do Sol, com contrapartida de R$ 11 mil da Prefeitura. O ProMunicípio foi lançado, em abril deste ano, com o objetivo de fomentar o desenvolvimento municipal por meio de investimentos em infraestrutura viária, máquinas e equipamentos rodoviários, veículos, ações de saúde e educação. Somente neste ano, serão investidos mais de R$ 2,1 bilhões.
Ao assinar a liberação de recursos para Pompéu, o governador destacou que o ProMunicípio mostra a sólida parceria entre o Governo do Estado e os municípios. “O ProMunicípio é um programa criado para auxiliar os municípios mineiros em um momento em que eles atravessam grandes dificuldades. Na infraestrutura, estamos ajudando os municípios com convênios para pavimentação de vias, para aquisição de máquinas e melhoria das suas situações. É um projeto importante e que demonstramos o respeito e, ao mesmo tempo, a parceria com os municípios mineiros”, afirmou.
Homenagem
Durante a solenidade, Anastasia foi condecorado com a Medalha do Mérito Municipal Dona Joaquina do Pompéu. Criada em 2003, a honraria é concedida pelo prefeito municipal, por indicação do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural, Artístico e Histórico de Pompéu, a pessoas físicas e jurídicas que tenham se destacado em trabalhos de engrandecimento da cidade em diversos setores e em prol da memória e do legado histórico da matriarca Dona Joaquina Bernarda da Silva de Abreu Castelo Branco.
Ao receber a medalha, o governador Anastasia agradeceu pela honraria e falou sobre o papel de Dona Joaquina.  “Fico muito orgulhoso e honrado ao receber a medalha que reverencia uma das grandes personalidades da história de Minas Gerais. Dona Joaquina foi uma mulher avante de seu tempo, foi uma pessoa extraordinária e realizou uma obra magnífica do ponto de vista de desenvolvimento, de desbravar regiões ainda pouco conhecidas. Dona Joaquina nos legou não só o seu exemplo, mas, fundamentalmente, gerações e gerações de homens públicos, de pessoas e personalidades dedicadas a fazer o bem”, ressaltou o governador.
O prefeito de Pompéu e presidente do Consórcio dos Municípios do Lago de Três Marias (Comlago), Joaquim Reis, agradeceu ao governador pela liberação de recursos por meio do ProMunicípio e ressaltou que oferecer a Medalha Dona Joaquina do Pompéu ao governador Anastasia deve-se, principalmente, ao grande aporte de investimentos do Governo de Minas na cidade. “Para essa medalha são escolhidas pessoas que, realmente, contribuem para a nossa cidade. Dona Joaquina foi uma das grandes empreendedoras de Pompéu, de Minas e do Brasil. Tenho certeza que poucas mulheres tiveram sua coragem e ousadia, daí a importância da medalha que oferecemos”, ressaltou o prefeito. Além do governador Anastasia, receberam a honraria os secretários de Estado Antônio Jorge Sousa Marques (Saúde) e Eliane Parreiras (Cultura) e os juristas José Afonso da Silva e Edimur Ferreira de Faria.
Dona Joaquina do Pompéu
Joaquina Bernarda da Silva de Abreu Castelo Branco Oliveira Campos nasceu em Mariana (MG), no dia 20 de agosto de 1752. Era filha de Jorge de Abreu Castello Branco, natural de Viseu (Portugal), e dona Jacinta Tereza da Silva, nascida na Ilha do Faial. Dr. Jorge, após se tornar viúvo finalizou seus estudos eclesiásticos e ordenou-se padre.  Em 1763, padre Jorge de Abreu Castelo Branco se mudou para Pitangui, onde Joaquina conhece Capitão Inácio de Oliveira Campos, com quem viria a se casar no ano seguinte, quando tinha apenas 12 anos. Após o casamento, Joaquina e Capitão Inácio se mudaram para a fazenda de Nossa Senhora da Conceição, que pertencera a Antônio Pompeu Taques e possuía cerca de 1 milhão de alqueires, se estendendo de Pará de Minas a Pitangui e de Pompéu até Paracatu.
Dona Joaquina, desenvolveu seu lado empreendedor após enfermidade do marido, tendo que assumir a liderança da fazenda do Pompéu. Ela organizou os vários currais espalhados pelo “sertão” de Minas e implementou a criação do gado de corte.  Solidificou seu nome após fazer doações de mantimentos para abastecer a corte recém-chegada de Portugal em 1808. Dona Joaquina e Capitão Inácio tiveram 10 filhos, que deram origem a uma vasta descendência composta por 87 netos, 333 bisnetos, 1.108 trinetos que originaram diversas famílias.  Dentre os descendentes de Dona Joaquina estão autoridades políticas como o ministro do Império e senador Martinho Campos, o governador de Minas Benedito Valadares, o ministro e embaixador Affonso Arinos de Mello Franco e o ministro e jurista Francisco Campos. Dona Joaquina faleceu aos 72 anos de idade, em dezembro de 1824.
Também participaram da solenidade, o controlador-geral do Estado, Plínio Salgado, os deputados federais Domingos Sávio e Eduardo Barbosa, os deputados estaduais Duílio de Castro, Leonídio Bolsas e Tiago Ulisses, o coordenador do Centro Cultural Dona Joaquina do Pompéu, Hugo de Castro, além de prefeitos de municípios da região e descendentes de Dona Joaquina do Pompéu. Anastasia visitou os museus de Dona Joaquina e da Fazenda do Laranjo, que integram o Centro Cultural Dona Joaquina do Pompéu. 
Ag. Minas

POLÍCIA MILITAR APREENDE ARMA DE FOGO E MATERIAIS ILÍCITOS EM BOM DESPACHO

  No dia 18 de Outubro de 2013, militares da 50ª Companhia da PM apoiados por uma Guarnição policial composta pelos militares da 7ª Cia PM Ind Mamb em cumprimento de Mandado de Busca e Apreensão compareceram em uma residência situada no bairro Nossa Senhora de Fátima, local onde conforme denúncia era utilizada para a atividade de abatimento de carne de procedência duvidosa. 
                        
Durante as buscas foram localizados vários materiais ilícitos dentre eles: um couro de jacaré, um casco de tatu, 04 pássaros da fauna silvestre brasileira, no interior da geladeira foram localizados 03 quilos de carne de jacaré, 03 fisgas e 08 munições calibre . 22, apetrechos para carregamento de cartuchos sendo 03 recipientes contendo pólvora, 05 recipientes contendo chumbo, 01 recipiente contendo espoletas, um coldre de arma de fogo e uma coronha para espingarda.
                        
No interior de um veículo de propriedade do autor foi localizada uma espingarda, tipo carabina, calibre .22 acondicionada em uma capa, e dentro de uma bolsa da referida capa foram localizadas 14 munições calibre . 22 intactas e 01 munição calibre .22 deflagrada.
                       
O autor recebeu voz de prisão sendo encaminhado juntamente com os materiais apreendidos à Delegacia de Polícia Judiciária.


Assessoria de Comunicação Organizacional do 7º BPM



quinta-feira, 24 de outubro de 2013

7º BATALHÃO RECEBE NOVAS VIATURAS PARA REFORÇAR O POLICIAMENTO

 Nos dia 22 de outubro 2013, durante solenidade na Praça Cívica da Cidade Administrativa, Bairro Serra Verde, em Belo Horizonte, foram entregues dezenas de viaturas a diversas Unidades da Polícia Militar de Minas Gerais para reforçar o policiamento e possibilitar um melhor atendimento à sociedade.
            
A solenidade foi conduzida com a pelo Sr. Governador do Estado Dr. Augusto Anastasia e contou com a participação do Secretário de Estado de Defesa Social Dr. Rômulo Ferras e do Comandante Geral da PMMG, Sr. Coronel Márcio Martins Sant'Ana, entre outras autoridades.
            
O Sétimo Batalhão recebeu neste primeiro momento um total de seis viaturas Pálio Weekend Locker, sendo destinadas conforme publicação em Boletim Geral da Polícia Militar duas para Bom Despacho e uma para as cidades de Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte, Martinho Campos e Morada Nova de Minas. Este aporte logístico é fundamental para o aumento da capacidade de prevenção criminal nos municípios contemplados.
             
           
           
       

Assessoria de Comunicação Organizacional 7º BPM

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Prefeitura diz que vai restaurar passeio danificado na Av. Dr. Roberto

A Prefeitura Municipal de Bom Despacho está limpando o canal da Av. Dr. Roberto de Melo de Queiroz desde a semana passada. Para evitar custos, o serviço está sendo executado em parceria com o Governo de Estado. Entretanto, a máquina escavadeira hidráulica usada para fazer a limpeza tem danificado o passeio da via, utilizada geralmente para caminhada de pedestres. 

De acordo com o município, outras empresas foram contactadas para executar o serviço, avaliado em R$ 100 mil. " A quebra do passeio é uma consequência inevitável do uso de máquina pesada. A escavadeira hidráulica que está sendo empregada no serviço é a única máquina capaz de remover a sujeira de dentro do canal. Em alguns locais a sujeira chega a ter mais de 1 metro de altura. Isso porque durante anos nenhuma limpeza preventiva foi feita no local", esclareceu em email a Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Bom Despacho. 

Ainda conforme a prefeitura, o passeio da Av. Dr. Roberto será restaurado, porém  sem uma data definida. "A prioridade no momento  é limpar o canal  para evitar enchentes e acabar com  foco de lixo e mosquito da dengue", destacou. 

  


segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Vereadores cobram melhorias noTrânsito de Bom Despacho

Trânsito na Rua. Dr. Miguel Gontijo
No dia 14, o vereador Robertão Cordeiro  (PHS) entrou com um  requerimento na Câmara Municipal, solicitando a Prefeitura Municipal a colocação de placas indicativas nas ruas do Bairro Esplanada, além dos vizinhos Vila Aurora e Vila Gontijo.  Os requerimentos foram aprovados por unanimidade pelo Legislativo.

Esta não é única reivindicação dos parlamentares junto ao Executivo. Faixas  de pedestre, tem sido pedidas com frequência pelos vereadores, como por exemplo,  a colocação de uma lombofaixa na Rua Enfermeira Joana D'arc, próximo a Escola Estadual Miguel Gontijo, onde existe um grande número de pedestres, principalmente  de estudantes. 

De acordo com a Prefeitura Municipal, existe um projeto para colocar placas indicativas nas ruas dos bairros de Bom Despacho. Está em trabalho , segundo o porta voz do Executivo de Bom Despacho, uma licitação para a compra de 500 metros quadrados de placas e também a possibilidade de se fazer mais lombofaixas. 

Nos últimos dias, a Prefeitura Municipal fez mudanças no transito de Bom Despacho. Uma delas foi efetivar a volta da mão dupla na rua Clodoaldo Oliveira, antiga rua da Garça no centro da cidade. Um dos motivos, conforme o Executivo, foi diminuir o tráfego na Rua Dr. Miguel Gontijo em horário de pico. 

Segundo estudo do vereador Maurício do Ima (PV), Bom Despacho está atualmente com cerca de 21 mil veículos. "É sempre importante analisarmos  a situação do trânsito, para buscarmos melhorias para o setor na cidade", destacou em plenário


Melhoria na condição de vida reduz número de mortes por doenças cardiovasculares, diz pesquisa


Rio de Janeiro - Uma pesquisa de médicos da Universidade Federal Fluminense apontou que melhorias das condições socioeconômicas da população reduziram o índice de mortalidade por doenças cardiovasculares, principalmente nos casos de acidente vascular cerebral (AVC), em pelo menos três estados do Brasil: Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul.

A pesquisa, assinada pelos médicos Gabriel Porto Soares, Júlia Dias Brum, Gláucia Maria Oliveira, Carlos Henrique Klein e Nelson Albuquerque, trabalhou os indicadores socioeconômicos a partir de 1949 e analisou a mortalidade do DataSUS entre os anos de 1980 e 2008.

A médica, professora da UFRJ e presidente da Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro (Socerj), Gláucia Maria Oliveira, informou que os estudos mostraram que há uma defasagem de 30 anos entre investimentos de recursos na diminuição da mortalidade infantil, no aumento dos anos de estudo da população e na melhoria do PIB, para que tenha em média o efeito da redução da mortalidade por doenças cardiovasculares.
"Houve relação muito estreita entre a queda da mortalidade com a melhoria dos níveis socioeconômicos. A queda começou a partir de 1980 e depois se intensificou em 2000, mas o benefício vem do investimento que foi feito lá atrás. Há uma defasagem para que caia a mortalidade não só por doença isquêmica do coração, quanto por doenças cérebro-vasculares quanto por doenças do aparelho circulatório", informou em entrevista à Agência Brasil.
A influência dos investimentos, segundo Gláucia, vai variar entre os estados que apresentaram os resultados da pesquisa.  " Em São Paulo, como tem o nível socioeconômico melhor, se vê  o benefício em um ano se houver o investimento. No Rio de Janeiro, que tem o nível socioeconômico mais baixo, a diferença para ter o benefício vai variar em torno de 20 a 30 anos. Houve uma melhora maior no nível socioeconômico a partir dos anos 2000 e esperamos que no futuro tenhamos uma queda maior na mortalidade", explicou.
A pesquisa revelou ainda que os benefícios atingem todas as faixas da sociedade, porque há investimentos nos fatores determinantes, como queda de mortalidade infantil, aumento nos anos de estudos e elevação do PIB. "Quando se investe no PIB, se investe para todo mundo. Essa é que é a vantagem. Por isso que a mortalidade cai tanto e tem benefício para todas as classes. No Rio de Janeiro se houver investimento de R$100 na economia, tem uma queda percentual de 1,5 até 2 nas doenças isquêmicas do coração, mas as doenças do aparelho circulatório caem até 6 %", acrescentou.
Para o presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Jadelson Andrade, o resultado da pesquisa é muito importante porque as doenças cardiovasculares ainda são a maior causa de morte no Brasil, respondendo por mais de 300 mil óbitos anuais.
A pesquisa foi publicada pela revista científica da Sociedade Brasileira de Cardiologia,  Arquivos Brasileiros de Cardiologia.
Cristina Indio do Brasil
Repórter da Agência Brasil

domingo, 20 de outubro de 2013

Associação fica mais próximo do título de Campeão Municipal 2013

Neste último sábado, 19, a Associação  derrotou  o Esplanada por 2 a 0 no estádio Pedro Lino da Costa. O resultado obriga o adversário a  vencer o Tricolor  por uma diferença de 3 gols na partida de volta, programada para acontecer no dia 03 de novembro  no estádio Chico Marques,  para não decidir o titulo de campeão municipal  nos pênaltis.   

Os gols da Associação foram marcados por Rafael, que chutou  livre dentro da grande área após cobrança de escanteio. No final do jogo, a defesa do Celeste deu bobeira novamente, e Guilherme artilheiro da competição com 8 gols, ampliou o placar. 

Foi a terceira derrota consecutiva do Esplanada,  duas pelo Campeonato Municipal e a outra  pelo Campeonato Regional.