sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Número de fumantes cai 20% no país em seis anos, mostra estudo

Fernanda Cruz
Repórter da Agência Brasil
São Paulo - O número de pessoas que fumam caiu 20% nos últimos seis anos no Brasil, segundo estudo divulgado  pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), na capital paulista. Em 2006, o percentual de tabagistas era 19,3% e, no ano passado, caiu para 15,6%.
No total, o Brasil tem 20 milhões de fumantes, sendo que 533 mil são adolescentes. Esse público foi o que mais reduziu o consumo de tabaco. Em 2006, 6,2% dos jovens eram fumantes e, em 2012, esse índice caiu para 3,4%, o que representa uma diminuição de 45%.
Na comparação entre gêneros, os homens continuam sendo os que mais fumam. Em 2006, 27% deles eram tabagistas e, no ano passado, o percentual caiu para 21%, uma redução de 22%. Entre as mulheres, o percentual de fumantes era 15%, em 2006, e houve uma queda para 13% em 2012 – redução de 13%.
A pesquisa da Unifesp faz parte do Levantamento Nacional de Álcool e Drogas (Lenad). Foram ouvidos mais de 3 mil brasileiros a partir de 14 anos, em 2006, e 4,6 mil participantes em 2012. As entrevistas foram feitas em quase 150 municípios.

Crianças só poderão ir a jogos da Copa acompanhadas de maiores de 18 anos



Brasília – O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou hoje (13) as regras que vão padronizar a participação de crianças e de adolescentes em eventos da Copa do Mundo de 2014 e unificar os procedimentos dos juizados da Infância e da Juventude. As normas estão na Recomendação nº 13 do conselho. As regras já estão previstas em lei.
De acordo com a recomendação, hotéis não podem hospedar menores de 18 anos sem acompanhamento dos pais. Menores de 12 anos incompletos só podem entrar em estádios acompanhados com maiores de 18 anos; crianças e adolescentes podem participar de atividades promocionais – como porta-bandeiras, gandulas e acompanhamento de jogadores – somente mediante autorização dos pais e da empresa organizadora do evento. Gandulas devem ter idade mínima de 12 anos.
O texto também trata de proibição da venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos e da exigência do documento de identificação no momento da venda.
Da Agência Brasil

Cemig esclarece causa de apagões em Bom Despacho

A Companhia Energética de Minas Gerais - Cemig esclarece que eventuais interrupções acidentais podem ocorrer, independentemente dos esforços empreendidos pela Empresa para proteger o sistema elétrico, como as que atingiram o município de Bom Despacho, por cerca de 4 minutos cada, nos dias 08 de dezembro às 23h59, 10/12 às 23h51 e por fim no dia 11/12 à 1h46.


A Cemig informa que as interrupções foram provocadas por descarga atmosférica que atingiu a linha de transmissão Bom Despacho 2 – São Gonçalo do Pará.  A descarga atmosférica que atingiu a linha normalmente seria eliminada instantaneamente pelos equipamentos de proteção, porém ocorreu uma falha no equipamento que faz o religamento instantâneo do sistema elétrico e este teve que ser religado à distância.

A Cemig esclarece que o equipamento que apresentou a falha já se encontra em manutenção e a condição de normalidade deve ser restabelecida nesta semana
 Sobre danos em aparelhos elétricos, a Cemig esclarece que para fazer um pedido de ressarcimento, o cliente deve acionar a Empresa por telefone (Fale com a Cemig – número 116), por meio de seu portal na internet ou presencialmente em uma das agências de atendimento, em um prazo de até 90 dias após o dano. Nesse contato, o consumidor deve informar qual equipamento foi danificado, marca e modelo do produto, bem como a data e a hora do ocorrido. Todas essas informações são muito importantes para o cadastramento adequado do pedido.

A Cemig tem até 15 dias para analisar se o dano do aparelho foi provocado em decorrência de um problema na rede da Companhia e enviar carta resposta ao cliente. Em caso positivo, o cliente deverá fazer o orçamento de conserto do equipamento em uma oficina e encaminhá-lo para a Cemig. Após a análise do orçamento e sendo este deferido, a Cemig tem 20 dias corridos para realizar o ressarcimento para o cliente, por meio de depósito em conta ou o conserto do aparelho.

Outra situação é caso o aparelho seja de uso essencial, como refrigerador, freezer, cerca elétrica, portão eletrônico ou aqueles destinados à preservação da vida. Nessas ocasiões, o cliente pode providenciar o conserto, antes de a Cemig dar uma resposta. E para ter o direito do ressarcimento, é preciso guardar e apresentar à Empresa todas as notas fiscais do conserto. É com base nessas notas fiscais que o consumidor será restituído. Sem essas notas, ele pode perder o direito de ser ressarcido.

Ainda segundo estabelecem as normas da Aneel, a Cemig deve ressarcir apenas danos causados por problemas elétricos decorrentes da rede própria da Empresa. Os ressarcimentos realizados respeitam as normas da Resolução Normativa 61 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).


Prefeitura realiza Operação Tapa Buracos


operacao-tapa-buracos-131213
fotos: www.bomdespacho.mg.gov.br

Depois de muitas cobranças, a Prefeitura Municipal de Bom Despacho aproveitou a estiagem desta sexta-feira, 13, para realizar a Operação Tapa Buracos.  No início de dezembro, a Secretaria de Obras conseguiu tapa alguns buracos com terra, mas a chuva veio e danificou novamente as vias. 

Entre as mais afetadas estão a Av. Amazonas, Dr. Juca, das quais apresentam um maior número de trafego. " O objetivo é recuperar as condições de segurança e tráfego nas vias públicas de Bom Despacho, que foram muito afetadas pelas tempestades dos últimos dias", destacou em notícia no site da órgão municipal. 

Na rede social Facebook, surgiu a  campanha  'Adote um Buraco' e também fotos de pessoas pescando em alguns  cheios de lama. Em muitas vias, havia crateras que chegavam a mais de 10 cm de profundidade, e parece, que a maior parte foi tapado pelos funcionários da Prefeitura. 

Esta época do ano sempre chove em Bom Despacho e com isso inúmeros buracos começam aparecer nas principais vias públicas da cidade. A Prefeitura afirmou que o serviço está sendo feito com  asfalto quente usinado, que possa garantir 'resistência e durabilidade'. 

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Cemig reforça orientações de segurança para instalação de enfeites luminosos neste Natal


A decoração típica do período natalino, que normalmente conta com diversos enfeites luminosos, necessita de cuidados especiais em sua instalação. O alerta é da Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig, que reforça a necessidade de medidas de segurança para evitar acidentes envolvendo a rede elétrica.

Segundo o engenheiro de tecnologia e normalização Demétrio Venício Aguiar, da Cemig, as pessoas devem optar por enfeites luminosos de boa qualidade, com o melhor nível de isolamento elétrico possível. A recomendação é a aquisição apenas de enfeites aprovados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), pois são submetidos a testes que garantem a segurança.

Recomenda-se também evitar as “gambiarras”, como a instalação de muitos enfeites em uma mesma tomada, utilizando adaptadores e multiplicadores popularmente conhecidos como T ou benjamim. “Esses dispositivos provocam sobrecarga e, consequentemente, o mau funcionamento dos aparelhos, podendo causar choque elétrico e princípio de incêndio”, explica Demétrio Aguiar. O engenheiro afirma que filtros de linha podem ser utilizados, desde que seu dispositivo interno de proteção esteja operante e não tenha sofrido alterações.

Outro aspecto a ser observado é que as luzes natalinas são muito atraentes e aguçam a curiosidade das crianças, sendo, portanto, necessário orientá-las a evitar o contato e a aproximação das instalações elétricas.

Ainda segundo Demétrio Aguiar, é importante ressaltar que existem enfeites antigos incompatíveis com o novo padrão de plugues e tomadas, o que demanda o uso de adaptadores. No entanto, esses aparelhos oferecem os mesmos riscos de Ts e benjamins.

Recomendações

– Para a instalação de lâmpadas decorativas em fachadas, muros, jardins e árvores deve-se respeitar a distância mínima de 1,5 metro em relação à rede elétrica.

– Não instale as lâmpadas decorativas utilizando os postes e pontaletes de padrão da Cemig como forma de fixação das mesmas.

– Não utilize enfeites luminosos próximos a piscinas a fim de evitar que um contato acidental da instalação elétrica com a água possa ocasionar um acidente grave.

– Muitas árvores de Natal são feitas de arame e os enfeites têm de estar isolados para impedir a energização acidental.

– Todos os enfeites devem ser bem afixados, para que o vento não os projete contra a fiação da rede elétrica, provocando acidentes graves.

– Desligar os enfeites luminosos antes de dormir ou sair de casa pode contribuir para a redução do valor da conta de energia e evitar acidentes.

– O conjunto da tomada de energia deve ser desligado ao substituir lâmpadas. Nunca execute esse procedimento puxando a tomada pela fiação.

– Evite deixar a instalação em área sujeita a chuva ou alagamento.

– Proteja os pontos das conexões elétricas e as tomadas adequadamente.

– Não instale o conjunto de lâmpadas decorativas em estrutura metálica ou pontiaguda.

– Após a instalação, corrija os pontos de aquecimento. Siga corretamente as instruções do catálogo do fabricante.

– Dê preferência aos enfeites impermeáveis. Eles são mais seguros e duram mais.

– Dê preferência às lâmpadas de LED. Além de mais econômicas, não geram aquecimento e são mais brilhantes.

No caso de instalação de conjuntos luminosos para fachada de prédio com potência mais elevada:

– Contrate o serviço de um engenheiro, técnico ou eletricista para dimensionar a fiação e a proteção do circuito de acordo com a carga a ser ligada.

– Verifique a proximidade com a rede de energia da Cemig, pois, no caso de chuva forte com vento, a iluminação decorativa instalada pode vir a tocar a rede elétrica e provocar curtos-circuitos.

– Evite choques elétricos, observando a distância mínima da rede elétrica ao instalar a decoração de fachadas ou áreas externas.

Acidentes

A Cemig alerta que, no caso de ocorrências em instalações elétricas dentro do imóvel, deve-se acionar um eletricista particular.

Em caso de ocorrência com a rede elétrica externa, basta ligar imediatamente para a central de atendimento ao cliente Fale com a Cemig – 116.

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Polícia Federal não encontrou provas de que deputado soubesse de cocaína em helicóptero



Alex Rodrigues
Repórter Agência Brasil
Brasília – Dezessete dias após apreender um helicóptero pertencente a uma empresa do deputado estadual mineiro Gustavo Perrela (Solidariedade), que transportava cerca de 450 quilos de cocaína, a Polícia Federal (PF) informou que não encontrou provas do envolvimento pessoal do parlamentar com o esquema investigado. A origem da droga e o trajeto do helicóptero, no entanto, ainda são alvo da investigação que, por se tratar de um caso de tráfico internacional, tramita na Justiça Federal no Espírito Santo.
Em nota divulgada na tarde de hoje (10), a PF garante que, até o momento, as investigações apontam para o envolvimento isolado do piloto da empresa de Perrela e ex-funcionário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Rogério Almeida Antunes. Também não foi encontrado vínculo entre Perrela ou sua empresa e a fazenda onde o helicóptero foi apreendido, no município de Afonso Cláudio, no Espírito Santo.
Segundo as investigações, o combustível usado para abastecer o helicóptero no dia em que a droga foi apreendida foi pago pelo grupo criminoso envolvido no esquema de tráfico, e não com dinheiro público disponibilizado pela Assembleia Legislativa.
Dados preliminares indicam que a droga veio do Paraguai e que a aeronave passou pelo Paraná, por São Paulo e Minas Gerais antes de chegar ao Espírito Santo, onde foi detida.

Dr. Fernando se despede da Presidência da Câmara com resultados

O vereador Dr. Fernando Pediatra se despediu ontem da presidência da Câmara Municipal. O edil apresentou resultados de sua gestão como Chefe do Legislativo, que será ocupado pelo Maurício do Ima a partir de primeiro de janeiro de 2014. 

Dr. Fernando Pediatra destacou a comunicação que a casa tem atualmente. Na sua gestão, por exemplo,  foram criados o site da Câmara Municipal e a TV Web, além de ter levado as sessões do Legislativo as comunidades do Engenho do Ribeiro, Mato Seco e Cidade Nova. O edil também falou sobre a doação da metade do salário do presidente, que chegou ao número de mais de R$ 70 mil economizados pelo legislativo. 

"É com muito orgulho que deixo a presidência com os objetivos e os resultados alcançados", disse no plenário, na última sessão do ano, que em 2014 será vice-presidente. 

A mesa diretora em 2014 será composta pelo presidente  Maurício do Ima, vice-presidente Dr. Fernando Pediatra e Keké como 1ª Secretária e Robertão sendo 2º Secretário.