Queimadas podem deixar você sem luz

A prática de queimadas pode acarretar, aos sistemas ecológicos e à sociedade, resultados catastróficos.

O fogo atinge propriedades, mata animais, destrói reservas naturais, nascentes, deixa a terra improdutiva e, em contato com a rede elétrica, pode deixar bairros e até cidades inteiras sem luz. Em áreas rurais, antes de executar as queimadas, deve-se primeiro solicitar autorização aos órgãos competentes.

A queimada deve ser feita de forma controlada, com construção de aceiros e barreiras que impedem a propagação das chamas. O aceiro pode ser feito em forma de vala ou limpeza do terreno.

Não realize queimadas a menos de 15 metros das margens de rodovias, de ferrovias e do limite das faixas de segurança das linhas de transmissão e distribuição de energia elétrica.

Quanto às fogueiras utilizadas em festas e acampamentos, sempre as apague com água ou terra para evitar que o vento leve as brasas para a mata.

Não jogue pontas de cigarros ou fósforos na beira das estradas. Também não deixe espelhos,  garrafas ou cacos de vidros na vegetação. Esses objetos refletem o calor do sol e podem aquecer a vegetação seca, dando origem a grandes incêndios.

As queimadas urbanas utilizadas para a queima do lixo doméstico, folhas secas e entulhos para limpeza inadequada de terrenos baldios causam poluição, doenças respiratórias como asmas e rinite, além de aumentar a sensação de calor. Outro grave problema são os acidentes com a rede elétrica ao ser atingida pelas chamas, como curtos-circuitos, explosões, choques e falta de energia.

Ao avistar focos de incêndios, acione imediatamente o Corpo de Bombeiros ou as Brigadas Voluntárias de Combate a Incêndios Florestais.

Disque Alerta de Incêndios Florestais: 0800 28 32323

Se o fogo atingir a rede elétrica da Cemig, disque 116.

fonte: Cemig

Comentários