Vereador cobra posicionamento da Prefeitura

A Reunião Ordinária de segunda-feira (8) teve dentre os destaques a cobrança de posicionamento sobre os diversos pedidos encaminhados ao Executivo. O motivo seria a falta de respostas objetivas aos requerimentos.

Ao não responder adequadamente às solicitações dos vereadores, a situação está gerando descontentamento, uma vez que estes vereadores são cobrados pela sociedade e anseiam pela solução do problema ou alguma argumentação do Poder Executivo sobre os pedidos requeridos. O vereador Dr. Fernando Pediatra, por exemplo, tem feito várias requisições que foram enviadas à Prefeitura, no entanto, seus pedidos não retornam com justificativas aceitáveis.

Está havendo um problema sério na relação dos vereadores com o Poder Executivo em nosso município. Não temos respostas às informações solicitadas pela Câmara ao Poder Executivo. Os requerimentos não estão sendo respondidos com clareza, não temos as informações técnicas solicitadas”, disse.

Ainda segundo Dr. Fernando, as informações solicitadas pelo legislativo tem em resposta somente os dizeres: “os requerimentos foram encaminhados para o setor competente para análise”. O edil classificou estas declarações como insatisfatória, inadequada e desrespeitosa com a autoridade legislativa.

“Esta resposta não é satisfatória, não é adequada e é desrespeitosa com a autoridade do município que somos nós vereadores. O Poder Executivo tem a obrigação legal, inclusive com risco de estar cometendo uma infração grave na questão da legislação brasileira ao não responder adequadamente aquilo que foi questionado por um vereador do município”, ressaltou.

Requerimentos

Ainda nesta reunião, o vereador elaborou dois requerimentos direcionados ao Executivo. Em um deles, Dr. Fernando cobra informação sobre a entrega dos uniformes escolares aos alunos da rede municipal de ensino e no outro solicita que o Centro de Zoonoses seja administrado pela Associação Bicho Amigo.

Conforme Dr. Fernando, os uniformes deveriam ter sido entregues no início do ano letivo e que até estes dias não haviam sido entregues. Dr. Fernando denominou como situação inaceitável e solicitou informações a respeito do assunto.


Sobre o Centro de Zoonoses, o vereador disse que a cidade está com excesso de cães nas ruas, além do perigo da leishmaniose, o que pode comprometer a saúde pública e que a associação teria melhores condições para receber, tratar estes animais e encaminhá-los para adoção, conforme o caso.

Comentários