sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

POLÍCIA MILITAR APOIA FISCAIS DO PROCON EM BOM DESPACHO

Nos dias 21 e 22 de Janeiro de 2014, militares da 50ª Companhia de Polícia Militar realizaram uma operação em apoio aos Agentes Fiscais do PROCON/MG, juntamente com Agentes da Agência Nacional de Petróleo- ANP. 

O alvo da operação foi fiscalizar os estabelecimentos comerciais revendedores de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) na cidade de Bom Despacho. A operação contou com 18 policiais militares e 03 viaturas. 

Foram fiscalizados 71 estabelecimentos comerciais, sendo apreendido 59 Botijões de gás e lavrado 03 autuações e 06 notificações com orientações aos comerciantes para não revender gás sem autorização.

Assessoria de Comunicação Organizacional do 7º BPM



quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Para diminuir acidentes, Prefeitura lança campanha de Conscientização do Trânsito em BD


Educacao no transito site

Nos últimos dias tem sido dificil a vida de quem anda pelo trânsito de Bom Despacho. Inúmeros veículos e pedestres se tumultuam diante da falta de sinalização e também da falta de educação de vários motoristas. 

Pata tenta amenizar este ponto negativo, a Prefeitura Municipal lançou em seu site uma campanha de conscientização do trânsito. Os principais temas são para acenar  ao 'atravessar a faixa de pedestre' e para os condutores 'reduzirem a velocidade quando se aproximar da indicação'. 

No início de Janeiro, uma senhora morreu quando estava atravessando uma faixa de pedestre em Plena praça da Matriz. 

POLÍCIA MILITAR REALIZA OPERAÇÕES EM BOM DESPACHO

No dia 18 de Janeiro de 2014 a Patrulha de Operações composta por militares da 50ª Companhia de Polícia Militar, desencadeou operações Blitz policial, Batida Policial e Corredor de Segurança, que foram realizadas na área central de Bom Despacho, por todo o Complexo do bairro Cidade Nova e também no distrito do Engenho do Ribeiro.  

O objetivo é proporcionar à comunidade, maior sensação de segurança, realizando abordagens a elementos em atitude suspeita, fiscalização de condutores e veículos, atuando de maneira preventiva e repressiva, visando evitar aumento do índice de criminalidade. 

Na ocasião também foram entregues panfletos informativos com dicas PM aos condutores e demais pessoas abordadas.



Assessoria de Comunicação Organizacional - 7º BPM

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Percentual de inadimplentes cai e endividados crescem em janeiro

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil Edição: Valéria Aguiar

O percentual de famílias inadimplentes, que estão com dívidas ou contas em atraso, caiu em janeiro deste ano, na comparação com dezembro e janeiro de 2013. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o percentual de inadimplentes neste mês ficou em 19,5%
.
Em dezembro de 2013, o percentual havia sido 20,8%. Em janeiro do ano passado, o percentual havia ficado em 21,2%. Em média, o tempo de atraso da dívida ou conta é de 63,3 dias em janeiro deste ano, mas 47,5% dos inadimplentes têm atraso de mais de 90 dias.

Do total de famílias, 6,5% não terão condições de pagar suas contas ou dívidas, o mesmo percentual de dezembro de 2013 e um pouco abaixo dos 6,6% de janeiro do ano passado.
Por outro lado, o percentual de endividados aumentou para 63,4% em janeiro deste ano, ante os 62,2% de dezembro de 2013 e 60,2% de janeiro daquele ano. Entre os endividados, 75,9% têm dívidas com o cartão de crédito, 16% com carnês, 13,4% com financiamento de carro, 8,7% com crédito pessoal e 7% com financiamento de casa.


Justiça de Minas bloqueia bens do senador Zezé Perrella


 


André Richter - Repórter da Agência Brasil Edição: Carolina Pimentel

A Justiça de Minas Gerais determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do senador Zezé Perrella (PDT-MG) e do deputado estadual Gustavo Perrella (SDD-MG), filho dele. Ambos são sócios de uma empresa que teria feito contratos sem licitação com o governo do estado, segundo o Ministério Púbico de Minas Gerais (MP-MG).

Atendendo pedido do MP, a juíza Rosimere das Graças do Couto, da 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual e Autarquias de Belo Horizonte, entendeu que medidas solicitadas pelo Ministério Público devem ser aceitas para garantir a investigação do processo instaurado e o eventual ressarcimento aos cofres públicos. A magistrada determinou que os cartórios de Registros de Imóveis e o Detran façam o bloqueio dos bens até o limite de R$ 14,58 milhões, valor dos desvios apontados na denúncia
.
“Estou a entender que, de fato, diante da existência de indícios da prática da atos de improbidade administrativa, justifica-se a decretação da quebra de sigilos bancários e fiscal para que sejam informadas as movimentações financeiras existentes daqueles que, em tese, direta ou indiretamente, possam estar envolvidos na prática dos supostos ilícitos”, decidiu a juíza.

Em nota divulgada à imprensa, o senador negou que tenha ocorrido qualquer irregularidade nos contratos e afirmou que vai recorrer da decisão. “O senador Zezé Perrella está totalmente tranquilo, uma vez que todo o procedimento realizado, entre a empresa de sua família e a Epamig,  sempre esteve pautado nas normas legais aplicáveis, não havendo qualquer ilegalidade que denote improbidade administrativa, conforme será demonstrado ao longo do processo”, diz a nota.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Confiança do consumidor na economia cai ao menor nível dos últimos quatro anos



Marli Moreira - Agência Brasil



São Paulo – O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), medido pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), caiu 3,5% em comparação a dezembro último e 17,9% sobre janeiro de 2013, atingindo a marca de 131,7 pontos. O resultado foi o mais baixo desde março de 2009, quando o indicador ficou em 128,95 pontos. A escala que mede o ICC vai de zero a 200 pontos e quanto mais alto o resultado, maior a confiança do consumidor na economia.

Em dezembro de 2013, a confiança chegou a 136,6 pontos e em janeiro do ano passado 156,1 pontos. O ICC é formado por outros dois índices: o Índice de Expectativa do Consumidor que recuou 2% sobre o mês passado (132,8 pontos) e 18,8% na comparação com janeiro de 2013 (163,5 pontos) e o Índice das Condições Econômicas Atuais – que registrou queda de 17,3% em relação a dezembro de 2013 para as faixas de renda inferior a dez salários mínimos.

Na avaliação dos economistas da FecomercioSP, o resultado reflete a expectativa de um ano difícil com pouca expansão da economia e da renda e orçamento familiar mais comprometido, diante de uma inflação em alta, elevação de impostos e reajuste dos combustíveis.