sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Prefeitura investe R$ 110 mil em livros para as escolas da rede municipal

                                              Mais de oito mil volumes serão entregues em setembro


A Prefeitura investiu R$ 110 mil em mais de oito mil obras literárias. O objetivo é renovar o acervo das bibliotecas das escolas e estimular a leitura entre os alunos da rede municipal. “Os novos livros aguçarão o interesse dos alunos pela leitura, já que as bibliotecas terão opções inéditas”, diz a secretária de Educação Simone Mamede.

Os livros serão entregues às escolas em setembro e beneficiarão cerca de três mil alunos do ensino fundamental e infantil. “A educação está entre nossas prioridades. Por isso, continuaremos investindo nos profissionais da área, na aquisição de novos materiais didáticos, em tecnologias para modernizar as aulas e na reforma das escolas”, afirma o Prefeito Fernando Cabral.

www.bomdespacho.mg.gov.br

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Pesquisa mostra Aécio com 41,3% e Dilma com 32,5% dos votos em Minas

Aline Louise - Hoje em Dia

Pesquisa MinasEm Minas Gerais, se a eleição fosse hoje, o candidato à Presidência da República pela coligação “Muda Brasil”, Aécio Neves (PSDB), somaria 41,3,0% dos votos totais, contra 32,5% da presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição pela coligação “Com a Força do Povo”. Eduardo Campos (PSB), que concorre pela coligação “Unidos pelo Brasil”, teria 5,0%. Neste cenário, os votos brancos e nulos somariam 13,6%. Aqueles que não sabem ou não responderam são 5,4%. 

Se forem considerados apenas os votos válidos, Aécio aparece com 51%, Dilma com 40,1% e Eduardo Campos com 6,1%. Num eventual segundo turno, em Minas, Aécio venceria com 45,4% sobre 34,7 de Dilma. Brancos e nulos são 17% e não sabem ou não responderam 2,9%. Considerando apenas votos válidos, o tucano aparece com 56,7% e Dilma com 43,3%. Os dados são de pesquisa de intenção de voto realizada pelo Instituto Veritá, entre 21 e 25 de julho, com 3.077 entrevistados nas diversas regiões do Estado. A pesquisa foi registrada no TRE com o número 000056/2014 e no TSE com número 00242/2014 e tem margem de erro 1,77%.
 
Estadual

A relevância dos padrinhos políticos na hora da decisão do voto para governador é apontada pela pesquisa. Qua[/LEAD]ndo apresentados ao eleitor os apoios do senador Aécio Neves e do ex-governador Antonio Anastasia, o candidato Pimenta da Veiga (PSDB) sobre e chega ao empate técnico com seu concorrente Fernando Pimentel. Neste cenário, o tucano tem 34,1% dos votos, contra 33,7% de Fernando Pimentel, apoiado por Lula e a presidente Dilma Roussef. Os votos brancos e nulos somam 13,5% e não sabem ou não responderam 10,7%.

“Isso confirma um desconhecimento dos candidatos ao governo. Quando são colocados os padrinhos, o Pimenta leva uma vantagem sobre o Pimentel. Nossa projeção é de que antes de começar o horário eleitoral gratuito na TV, os dois estejam praticamente empatados. O que vai decidir essa eleição é quem tiver a melhor campanha e a melhor estratégia”, comenta o diretor do Instituto, Adriano Silvoni. 

Antes da apresentação dos apoios de cada candidato, Pimentel teria 28,2% dos votos, Pimenta da Veiga 18,8% e Tarcísio Delgado (PSB)ficaria com 4,4% da preferência do eleitorado. Os brancos e nulos seriam 24,9% e os que não sabem ou não responderam alcançariam 19,6%.
 

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Reuniões Ordinárias da Câmara Municipal retornam no dia 4 de Agosto

O recesso parlamentar está chegando ao final. Na segunda-feira, 4 de agosto, os vereadores retornam ao exercício com as reuniões ordinárias. Desde o início do mês, os trabalhos estavam interrompidos pela pausa nas sessões plenárias.

Durante o período de interrupção, no entanto, as demais atividades da Câmara funcionaram normalmente. Na última reunião ocorrida dia 30 de junho, o presidente da Casa, Maurício do Ima (PV) fez um balanço dos trabalhos desenvolvidos. Ao todo foram 240 requerimentos, 45 projetos de lei aprovados, 20 resoluções e 1 audiência pública.

Eventos em breve

As atividades na Câmara deverão ser ainda mais intensas que o semestre passado, principalmente, pela maior aproximação da sociedade aos trabalhos legislativos. A exemplo do que ocorreu nos meses anteriores ao recesso, haverá mais três reuniões itinerantes. A próxima sessão contemplará o bairro Babilônia e adjacências.

Além disso, uma novidade para esta legislação será a Câmara Jovem. A proposta é trazer 27 alunos do ensino fundamental e médio para o ambiente legislativo e despertar neles a consciência de cidadania.

Outro evento será a solenidade de entrega dos títulos de Cidadania Honorária, Medalha Coronel Tininho e Diploma do Mérito Municipal programado para o dia 17 de outubro.
Ainda neste semestre, será discutido e votado o Código de Obras.

Serviços

A Câmara conta, ainda, com os seguintes serviços: Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC) com os setores de psicologia, jurídico e assistência social; Procon e, mais recentemente, com o Posto de Identificação para a emissão da carteira de identidade e certidão de antecedentes criminais da Polícia Civil.

Lembrete: As Reuniões Ordinárias ocorrem nas segundas-feiras às 19h. Quem não puder acompanhar no Plenário, pode assistir pela internet no endereço eletrônico www.camarabd.mg.gov.br no link "Transmissão ao Vivo". Pela rede social Facebook, você também pode conferir o andamento das sessões. É só seguir a página www.facebook.com/camarabd

Por: Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Bom Despacho

Prefeitura reforma Rotatória, mas vacila no Português

foto: Facebook
Erro de Português vira motivo de Chacota

A Prefeitura Municipal de Bom Despacho começou a concluir nesta quarta-feira, dia 30 de julho, a obra que está reformando a Rotatória que fica entre os cruzamentos da Rua do Rosário e Avenida Carlos Cardoso de Carvalho, no Bairro São José. E numa das escritas das faixas de pedestres, a palavra Pare ficou com a letra  E invertida. 

O erro está sendo mostrado e discutido no Facebook. "Olha o que está rodando geral nas redes sociais. Uma vacilada feia, por parte da empresa contratada pela Prefeitura de Bom Despacho para sinalizar a rotatória no bairro São José", comentou o radialista Maurício Reis em seu post. 

Iniciada na última semana, a obra está em fase de conclusão. A Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal, pretende termina-la o mais rápido possível. 

terça-feira, 29 de julho de 2014

7º BPM SEDIA TREINAMENTO DE ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR

Nos dias 23 e 24 de julho de 2014, no 7º Batalhão de Polícia Militar de Bom Despacho, foi realizado um treinamento de Atendimento Pré-Hospitalar – APH, para assistência dos serviços médico e de resgate aos usuários da BR 262. O curso, que foi administrado pelo Grupo Concebra/Triunfo, contou com aulas teóricas e práticas de desencarceramento, sinalização viária e salvamento em altura. 

O objetivo do treinamento foi capacitar socorristas e resgatistas que atuarão na rodovia no trecho que permeia os municípios de Bom Despacho a Campos Altos. Policiais militares da 50ª Cia de Policiamento também participaram das atividades.

Assessoria de Comunicação Organizacional do 7º BPM




segunda-feira, 28 de julho de 2014

Pronatec abre inscrições para cursos profissionalizantes

Cursos oferecidos em parceria com a Prefeitura aumentam renda familiar


O Programa Nacional de Acesso ao Ensino técnico (Pronatec) está com inscrições abertas em Bom Despacho. Os interessados devem comparecer à sede do Bolsa Família (rua da Olaria, 112, Centro) com copia da identidade, CPF, comprovante de endereço e de escolaridade.

O curso de Encanador terá duração de três meses e acontecerá de 18h30 às 22h. São 40 vagas disponíveis e as inscrições vão até o dia 31 de julho. Os alunos do curso terão bolsa auxílio de R$7,50 por dia de curso, material didático e uniforme.

Outros cursos -

 Os demais cursos serão de curta duração: corte e preparo de carnes, aves e peixes (11 à 15 de agosto), decoração de balões (8 à 19 de setembro), corte e escova (20 à 31 de outubro) e montagem de arranjos florais (10 à 21 de novembro).

Os cursos são oferecidos pelo Pronatec em parceria com a Prefeitura.

www.bomdespacho;mg.gov.br

Pequenas e médias empresas resistem à crise e pagam mais impostos em 2014


Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil Edição: Luana Lourenço

O baixo crescimento da arrecadação federal no primeiro semestre, de apenas 0,28% acima da inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), não se deve ao desempenho de todos os setores da economia. De acordo com a Receita Federal, a queda na arrecadação está sendo puxada pelas grandes empresas, principalmente do setor financeiro. Ainda com lucros maiores em relação ao ano passado, as pequenas e médias empresas continuam a pagar mais impostos em 2014.
Segundo o Fisco, o pagamento do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) das empresas que declaram pelo lucro presumido – modalidade que abrange as menores companhias – cresceu 6,38% acima da inflação no primeiro semestre, de R$ 22,32 bilhões nos seis primeiros meses de 2013 para R$ 23,74 bilhões em 2014. O pagamento com base na estimativa mensal de lucro, que abrange as maiores empresas, caiu 14,29%, também descontado o IPCA, de R$ 55,49 bilhões para R$ 47,56 bilhões na mesma comparação.

A queda do pagamento de tributos pelas grandes empresas foi puxada pelas entidades financeiras, cuja estimativa mensal de IRPJ e CSLL caiu 32,77% neste ano descontada a inflação, de R$ 22,14 bilhões para R$ 14,88 bilhões. Contribuiu para a diferença o pagamento de R$ 3 bilhões de Imposto de Renda decorrente da oferta inicial de ações na bolsa de valores da BB Seguridade, unidade de SEGUROS do Banco do Brasil. O desembolso, que inflou a arrecadação federal em maio do ano passado, não se repetiu em 2014.

Como as grandes empresas são as principais pagadoras de tributos no país, esses fatores frearam o crescimento da arrecadação em 2014. De acordo com o Fisco, o Imposto de Renda Pessoa Jurídica e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido são os tributos cuja receita mais caiu em 2014: R$ 4,49 bilhões em valores corrigidos pela inflação acumulada.

Em relação às pequenas e médias empresas, parte do desempenho favorável está relacionado à manutenção do consumo, apesar da desaceleração da economia. De dezembro de 2013 a maio de 2014, as vendas cresceram 1,71% em relação ao mesmo período anterior (dezembro de 2012 a maio de 2013), de acordo com a Pesquisa Mensal de Comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O fenômeno beneficia principalmente o comércio, ramo que abriga a maior parte das empresas de pequeno e médio porte.

Tradicionalmente, o crescimento das vendas seria refletido em maior arrecadação de outros  tributos, como o Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). No entanto, em 2014, os dois tributos acumulam queda real de 2,54% – R$ 3,2 bilhões em valores corrigidos pelo IPCA.

A queda na arrecadação desses dois tributos, no entanto, não se deve ao comportamento do comércio, mas às mudanças no PIS/Cofins das mercadorias importadas, que tiveram o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) retirado da base de cálculo por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado.