terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Bandeira tarifária de fevereiro é vermelha

                                          Consumidor continuará a pagar R$ 0,03 por kWh nas contas de fevereiro.

A partir do dia 1º de fevereiro, a bandeira tarifária em vigor será vermelha para todos os consumidores brasileiros, exceto para os estados do Amazonas, Amapá e Roraima, conforme divulgou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), na última sexta-feira (30/01). A bandeira vermelha significa um acréscimo de R$0,03 para cada kWh (quilowatt-hora) consumido.

O sistema de Bandeiras Tarifárias é composto por três bandeiras: verde, vermelha e amarela. Elas foram criadas para sinalizar se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de energia, para os quatro subsistemas do Sistema Interligado Nacional (SIN).

Sistema de bandeiras tarifárias
Desde junho de 2013, a Cemig avisa ao consumidor, por meio da Conta de Energia Elétrica, a bandeira tarifária que estaria em vigor no mês. Isso se deu em caráter de teste, com o objetivo de facilitar a compreensão do consumidor sobre esse novo sistema. Vale ressaltar que na Conta de Energia Elétrica não haverá nenhuma imagem de bandeira sinalizando a cor da tarifa vigente, mas será destacado, no campo "Valores Faturados", o custo adicional relativo à aplicação da bandeira tarifária vigente no período. Além disso, o consumidor poderá consultar, no site da Cemig e da Aneel a Bandeira Tarifária vigente naquele mês. 


Consumo  kWh por mês
Fatura Residencial Baixa Renda Resolução 1.700/14  sem impostos
Fatura Residencial Normal
Resolução 1.700/14  sem impostos

Bandeira Verde (sem aumento)

Bandeira Vermelha

Bandeira Verde (sem aumento)

Bandeira
 Vermelha
30
R$ 4,09
R$ 4,48
R$ 11,89
R$ 12,79
66
R$ 15,44
R$ 16,89
R$ 26,16
R$ 28,14
90
R$ 21,06
R$ 23,03
R$ 35,68
R$ 38,38
100
R$ 23,40
R$ 25,59
R$ 39,64
R$ 42,64
130
R$ 45,63
R$ 49,89
R$ 51,53
R$ 55,43
220
R$ 77,22
R$ 84,43
R$ 87,21
R$ 93,81
250
R$ 97,50
R$ 104,88
R$ 99,11
R$ 106,61
Fonte: Companhia Energética de Minas Gerais - Cemig

Economia de energia

A implantação das bandeiras tarifárias vai permitir que o consumidor gerencie melhor o consumo. Dessa forma, alguns hábitos simples podem ser adotados sem perda do conforto, proporcionando a utilização racional da energia elétrica. Além de reduzir a conta de energia no fim do mês, a população pode ajudar o país a recuperar de um ano em condições hidrológicas desfavoráveis.

Uma das principais medidas é a chave de temperatura do chuveiro para o verão, nesta época do ano. O chuveiro é um dos equipamentos que mais consome energia, devido à sua potência - que é muito alta. Mudando o seletor de temperatura da posição "inverno" para a posição "verão" a potência é reduzida em 30%, proporcionando uma redução no consumo ao final do mês de até 10%.

Outro eletrodoméstico que consome muita energia é a geladeira, devido ao seu tempo diário de uso. Um equipamento em bom estado de uso funciona 12 horas por dia, ou seja, 360 horas por mês, mas é comum encontrar geladeiras, em más condições de conservação, funcionando mais de 600 horas por mês.

Com relação ao ar condicionado, o ideal é que ele seja ligado depois de garantir que o ambiente a ser climatizado esteja totalmente fechado, verificando portas e janelas. O aparelho deve ser dimensionado de acordo com a área do ambiente a ser climatizado.

Essas e outras medidas são importantes para o consumo consciente da energia no Brasil. Seguindo essa tendência, o Programa Energia Inteligente, da Cemig, é focado na eficiência energética e promoção de iniciativas voltadas para uso consciente e eficaz da energia elétrica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário