quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Governo do Estado vai agilizar aplicação de R$ 600 milhões em ações de combate à falta de água no semiárido

Encontro da equipe do Governo de Minas Gerais em Montes Claros reuniu prefeitos de mais de 80 municípios do Norte de Minas e destacou importância de parceria com governo federal

Secretário de Governo, Odair Cunha, e representantes do governo durante o encontro.
O Governo de Minas vai agilizar a aplicação de aproximadamente R$ 600 milhões já disponibilizados pelo Governo Federal para o combate à seca no Norte de Minas. A decisão foi anunciada em Montes Claros, nesta quinta-feira, 26, durante encontro da equipe do Governo de Minas Gerais com prefeitos e lideranças de mais de 80 municípios do Norte de Minas, no auditório da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams).

Com o objetivo de tratar da crise de abastecimento de água que afeta duramente a região, a reunião contou com a presença dos secretários de Estado Odair Cunha (Governo), Paulo Guedes (Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste) e Tadeu Leite (Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana), além da presidente da Copasa, Sinara Meireles.

Para Odair Cunha, é fundamental a parceria com o governo Dilma para superar o desabastecimento de água no estado. “Aplicar os recursos já disponibilizados pelo Governo Federal para o Norte de Minas e os vales do Jequitinhonha e Mucuri se constitui num passo fundamental para superar os problemas de abastecimento que essas regiões têm enfrentado”, destacou o secretário.

A presidente da Copasa, Sinara Meireles, voltou a ressaltar a necessidade de a população evitar o desperdício de água, uma vez que não se tem previsão de como será o comportamento do clima nos próximos meses. Ela lembrou que o problema da falta de água já é uma questão bem conhecida da realidade do Norte de Minas e dos vales do Jequitinhonha e Mucuri e, para superar essa situação o Governo do Estado vai agilizar a aplicação de R$ 600 milhões em obras de expansão e implantação de novos sistemas de abastecimento.

Entendimentos com Brasília

O secretário Paulo Guedes lamentou o fato de que os recursos, disponibilizados pelo Governo Federal desde 2012, ainda não foram utilizados pelo estado. “O Governo de Minas Gerais vai acelerar o cronograma de implantação de sistemas de abastecimento de água em 516 comunidades do semiárido mineiro, a instalação de 34 mil cisternas e construção de 996 pequenas barragens”, disse.

O secretário informou que nesta quarta-feira (25/2) o Governo de Minas Gerais iniciou entendimentos com o Ministério da Integração no sentido de acelerar a tramitação dos projetos de construção das barragens de Berizal e Congonhas. A previsão é de que nos próximos 15 dias o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) deverá publicar o edital de licitação para construção da barragem de Congonhas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário