Radialista Roni Santos diz que foi vítima de Racismo no PA

A Tribuna Livre da Câmara Municipal sempre é usada pelos cidadãos que desejam reivindicar para um melhor desenvolvimento de  Bom Despacho. Na reunião da última segunda-feira, 9, o radialista Roni Santos participou da reunião e relatou que foi vítima de um ato racial no Pronto Atendimento Municipal na noite anterior (domingo). 

De acordo com o radialista, ele e mais um amiga precisaram ir a unidade para pedir atendimento para uma criança de 6 anos que chegou desmaiada na unidade. "Quando chegamos a portaria, o recepcionista pediu para que ela apresentasse o cartão do SUS. Como no momento ela não estava com ele, retornou a sua casa para pega-lo", disse. 

Ainda conforme Roni, ele e a mulher tentaram entrar no Pronto Atendimento. No momento da entrada, um atendente o expulsou e o chamou de 'nego' e 'macaco'. 

Diante do fato, o radialista comunicou o fato  a direção da Santa Casa, mantenedora do Pronto Atendimento, que prometeu tomar alguma providência. Já o vereador Maurício Ima, membro da Comissão de Saúde, prometeu que irá se reunir com diretoria hospitar, para cobrar um posicionamento sobre o assunto. 

Comentários