sábado, 7 de março de 2015

Residência é assaltada no Distrito do Engenho do Ribeiro

Na última sexta-feira, 06,  por volta das 16h, a PM compareceu ao Engenho do Ribeiro, distrito localizado há cerca de 15 km de Bom Despacho, após receber a informação de que uma residência havia sido assaltada por dois autores. 

Conforme o BO, dois indivíduos estavam armados com facão e encapuzados. As vítimas, um senhor de 54 anos e uma senhora de 56 anos relataram aos PMs, que dois homens fortes entraram na residência e anunciaram o assalto. O pai da senhora ouviu os gritos de socorro das vítimas e fez um barulho, momento em que os autores saíram em rumo desconhecido. 

A PM prendeu um suspeito de 18 anos, que já tinha passagens pela polícia e  apresentava ter as  características descritas pelas vítimas. Além dele, a PM também foi à casa de outro suspeito, sendo o possível comparsa, mas não  foi encontrado. Os dois autores também m  tem envolvimento com o tráfico de drogas. 

Exame capaz de diagnosticar dengue em 20 minutos pode chegar ao SUS neste primeiro semestre

A nova tecnologia de Diagnóstico Rápido da Dengue poderá reduzir o tempo de análise de amostras para 20 minutos e está sendo desenvolvida pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), em parceria com aUniversidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia de Minas Gerais (Hemominas). O protótipo está em fase de testes e inicialmente deve ser utilizado na Funed, que recebe anualmente cinco mil amostras de pacientes mineiros para exames laboratoriais. Se validado, o Diagnóstico Rápido da Dengue deverá ser disponibilizado em toda a rede do Sistema Único de Saúde (SUS), em lâminas descartáveis, na forma de pacotes com 25 ou 100 testes, ainda no primeiro semestre deste ano. 

O kit foi criado pelas pesquisadoras Alzira Batista Cecílio (Funed) e Erna Kroon (UFMG) e pode agilizar o tratamento contra a doença. O método traz uma pequena fita que, em contato com a amostra do paciente, se contaminado, reage à presença do vírus e muda de cor. “Com a essa nova técnica, o médico poderá tomar a decisão correta sobre o tratamento e ganhar tempo na ação contra a dengue”, acredita Cecílio. Para a analista da Unidade de Inovação e Tecnologia do Sebrae-MG, Andrea Furtado, a nova tecnologia também vai contribuir para economia nos sistemas de saúde mundiais. “Sem o diagnóstico rápido, atualmente, há um prejuízo de R$ 3,5 bilhões nos sistemas de saúde do mundo todo”, afirma Andrea. 

O novo kit de Diagnóstico Rápido da Dengue, que utiliza uma nova técnica conhecida como imunocromatografia, faz lembrar os aparelhos de monitoramento de glicemia, usado no diagnóstico de diabetes. A diferença é que o sangue coletado do paciente não é aplicado diretamente no kit: o teste é realizado com o soro separado das células sanguíneas e, por isso, a metodologia ainda exigirá a coleta de sangue do paciente. Para análise, o soro é colocado sobre a membrana – que integra a parte interna do suporte plástico que compõe o kit - juntamente com o diluente. A reação que pode indicar a presença de proteínas do vírus da dengue ou anticorpos produzidos, ocorre em 20 minutos.

Atualmente, os testes de diagnóstico da dengue são realizados a partir dos métodos MacELISA e ELISA, que se diferenciam principalmente pelo processo e tempo decorrido entre a análise do soro e o diagnóstico.

“No primeiro método, temos que desenvolver os reagentes, montar toda a plataforma de análise do soro em laboratório, procedimento que demanda três dias de trabalho”, explica o chefe do Serviço de Virologia e Riquetsioses, Glauco de Carvalho Pereira. Já o ELISA, segundo Glauco, por se constituir em um kit pronto garante a economia de tempo, reduzindo todo o processo de análise do soro para aproximadamente cinco horas. A metodologia MacELISA é considerada padrão ouro pelo Ministério da Saúde, sendo a técnica mais sensível utilizada atualmente, com maior índice de assertividade.


Ag. Minas

Vacinação contra o HPV é ampliada para meninas de 9 a 11 anos

Também serão vacinadas mulheres de 14 a 26 anos portadoras de HIV e Aids. Campanha começa nesta terça-feira

A vacina contra o HPV (papilomavírus humano) terá sua abrangência ampliada em 2015 e serão vacinadas meninas de 9 a 11 anos, além de mulheres de 14 a 26 anos que são portadoras de HIV e Aids. A meta é que 80% desse público seja imunizado, o que representa, em Minas Gerais, 478.679 meninas nessa faixa etária e 1.815 mulheres que convivem com o HIV/Aids. A vacina para esse novo público está disponível nas unidades de saúde a partir desde a terça-feira, 3 de março.

As meninas de 11 a 14 que ainda não receberam a primeira dose também serão vacinadas nessa etapa. Para as garotas que só receberam a primeira dose, a recomendação é que retornem à unidade de saúde para receber a segunda dose e dar continuidade ao esquema vacinal. “Devemos chamar atenção em Minas Gerais para as meninas que não receberam a segunda dose da vacina, lembrar que só com a primeira dose ela não fica protegida. Neste momento, o Ministério da Saúde está oferecendo a oportunidade para estas meninas de até 14 anos que receberam a primeira dose, tomar a segunda, e as meninas até 13 anos 11 meses e 29 dias que ainda não receberam a primeira dose, iniciar seu esquema de vacina HPV”, alerta a coordenadora de imunização da Secretaria de Estado de Saúde, Tânia Brant.

Na primeira etapa da campanha contra o HPV, iniciada em março de 2014, foram vacinadas 497.449 (103%) meninas de 11 a 14 anos em Minas Gerais, superando a meta de 80% preconizada pelo Ministério da Saúde. A vacinação ocorreu nas escolas e nas unidades básicas de saúde. No entanto, para a segunda dose, apenas 326.452 meninas mineiras (67%) retornaram às unidades de saúde.

O esquema vacinal contra o HPV é composto por três doses, sendo que a segunda dose deve ser tomada seis meses após a primeira, e a terceira cinco anos após a primeira. Apenas com o esquema vacinal completo é possível garantir a imunização.

A introdução da vacina HPV quadrivalente, que confere proteção contra HPV de baixo e de alto risco, no Sistema Único de Saúde, tem o objetivo de reduzir os índices de câncer de colo uterino, já que a doença tem relação direta com a infecção causada pelo vírus HPV. “O câncer é a terceira causa de morte entre as mulheres. Quando a menina é vacinada com as duas doses ela fica protegida para os HPV 16 e 18, que são responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo do útero e 90% para verrugas nos genitais com o HPV 6 e 11”, esclarece a coordenadora de imunização da SES, Tânia Brant.

Ag. Minas

sexta-feira, 6 de março de 2015

Sepultamento de Rodrigo será as 10h deste sábado em Bom Despacho

Bom Despacho recebeu a notícia do falecimento de Rodrigo Costa, 30 anos, pintor que sofreu um choque de mais de 3 mil volts, no último dia 20 de fevereiro. Na quinta-feira, 05, o bondespachense não resistiu a uma parada cardíaca. 

Por volta das 14 horas desta sexta-feira, 06,  foi confirmado seu falecimento por familiares nas redes sociais Facebook e Whatsapp. O corpo será sepultado as 10 horas deste sábado, 7, no cemitério Parque da Esperança em Bom Despacho. 

A equipe do Jornal Fique Sabendo presta as suas condolências a família de Rodrigo Costa. 

Empresas aderem a venda de Talão do Estacionamento Rotativo no centro de BD

Nos últimos dias os condutores bondespachenses tem convivido com a frequência de fiscais no trânsito da cidade, oficializados pela Prefeitura Municipal de Bom Despacho. A maioria tem sido advertido quando cometem algum tipo de infração ou se esquecem de adquirir um bilhete de estacionamento rotativo. 

Para facilitar a vida dos condutores, várias empresas aderiram à comercialização dos bilhetes do estacionamento rotativo. “A BDTRANS também fornece cartazes para que as empresas informem que têm o talão”, destacou o secretário de Desenvolvimento Urbano Renato Pontes.

Veja a lista dos pontos de venda: Salão do Pretinho e Sorveteria Splash (Praça da Matriz); Farmácia Tiradentes (Rua Faustino Teixeira); Office Celulares, Casa da Bala, De Maria Quitanda, Ótica Paris, Cia do Pastel e Loteria do Beto (Rua Doutor Miguel Gontijo); Help Lanches (Rua Doutor José Gonçalves), Le Sorelle, Ótica Visão, Banca de Revista da Irene, Frango e Cia, Drogaria São José, Kimênia Modas (Praça da Matriz); Ágora, Eletrônica Mineira, Bomboniere Gontijo (Faustino Teixeira); Banca de Revista do Max, Silvano Churrasquinho (Praça do Larguinho); A Todo Vapor, Acústica, Ótica Center (Alferes Tavares). 


PM localiza veículo roubado em Bom Despacho

Através de denúncia anônima, a PM compareceu a Rua Goiânia no Bairro Vila Gontijo em Bom Despacho para constatar a localização do veículo Fiat Fiorino, que estava estacionado desde a última terça-feira, dia 03 de março. 

Após fazer averiguação, ficou constatado que o veículo possuía queixa de furto/roubo. A perícia  foi acionada e logo depois de  seus trabalho, a camionete foi encaminha para um pátio cadastrado ao Departamento de Trânsito de Minas Gerais (DETRAN/MG) em Bom Despacho . 

Carro antigo pode ter problema com aumento do etanol na gasolina

CombustíveisO aumento do percentual de etanol anidro na gasolina, de 25% para 27%, pode causar problemas em veículos a gasolina produzidos antes da década de 90. Segundo o presidente da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, Edson Orikassa, esses carros podem apresentar alterações em itens feitos com borracha, como mangueiras de combustível, além de plásticos e metais, que tendem a oxidar com o etanol.

“Nos últimos anos, houve uma melhora grande desses materiais, mas pode ser que os veículos antigos ainda estejam sem tecnologia para se proteger desse ataque”, disse Orikassa. Nesses casos, a recomendação é que, até a conclusão de todos os testes, seja usada a gasolina do tipo premium, que não terá aumento do percentual de álcool, mas é mais cara – o litro custa cerca de R$ 4.

Para o professor de engenharia automotiva da Universidade de Brasília (UnB) Alessandro Oliveira, tanto os carros com carburador quanto os primeiros fabricados com injeção eletrônica podem sofrer as consequências do aumento do etanol na gasolina. “Essa frota já é bastante reduzida, mas tais veículos podem sofrer um pouco mais com essa gasolina com mais álcool, inclusive em termos de consumo de combustível”, explica.

Outro problema são os carros importados com motor a gasolina. Segundo Oliveira, a maior parte dos veículos modernos é capaz de se adaptar à nova mistura, mas ainda não há estudos que comprovem o efeito da mudança na durabilidade desses carros. “É sempre uma dúvida em termos de durabilidade: sabemos que alguns veículos já sentem alguns problemas com a gasolina com 25% de etanol”, disse Oliveira. Para ele, a gasolina premium também deve ser usada nesses casos.

Nos carros com motor flex, que representaram cerca de 88% dos veículos novos licenciados no ano passado, a mudança não terá nenhum impacto. “O carro flex está totalmente adaptado para esse tipo de aumento, tanto que se pode colocar apenas álcool que não tem problema”, afirmou Orikassa. No entanto, pode haver um pequeno aumento no consumo de combustível, mas será pouco sentido pelos motoristas. “Às vezes, até o aumento de temperatura e a umidade em um dia provocam aumento de consumo”, explicou Oliveira.

Na quarta-feira (4), ao anunciar a medida, o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, disse que os testes de durabilidade, no caso de carros movidos exclusivamente a gasolina, ainda estão sendo feitos pela entidade e devem ser concluídos no fim do mês. “Por isso, insistimos bastante para que a gasolina premium não sofresse nenhuma alteração em sua formulação, de forma que o consumidor tenha uma alternativa de abastecimento para os veículos movidos exclusivamente a gasolina.”

A nova mistura, que passa a valer a partir de 16 de março, vai ser aplicada à gasolina comum e à aditivada. De acordo com o Ministério de Minas e Energia, os resultados de testes feitos pelo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (Cenpes) da Petrobras não mostraram problemas técnicos para os veículos com o aumento da mistura.

Ag. Brasil

quinta-feira, 5 de março de 2015

Amigos fazem ação para ajudar família de Rodrigo em BH

A solidariedade pode fazer  muito a  diferença na vida das pessoas, principalmente quando este sentimento entra em campo para ajudar a quem mais precisa. Nesta semana, amigos da família do pintor Rodrigo Costa lançaram bilhetes de uma ação, mais conhecido como 'rifa'.  

O objetivo segundo os organizadores é arrecadar recursos para que os familiares de Rodrigo instalados em BH,  possam se manter, enquanto o pintor estiver  internado nas dependências do Hospital João XXIII. "Acho que neste momento, nós devemos ajudar a família de Rodrigo", destacou  um dos idealizadores em  conversa com o Jornal Fique Sabendo. 

Os pontos de venda  são Loja Imperial Disc Laser e Salão do Pretinho na Praça da Matriz, Bar do Marquinho no bairro Esplanada, além de algumas pessoas que estarão vendendo nas ruas de Bom Despacho. Os interessados devem adquirir o bilhete ao valor de R$ 5,00 cada. O prêmio está relacionado no conteúdo do cupom. 

Esperança

A esposa de Rodrigo, Fabrícia Lázara, gravou um áudio no Whatsapp no qual informou que  seu marido abriu os olhos nesta última quarta-feira, 04, e a reconheceu com  um largo sorriso. 

quarta-feira, 4 de março de 2015

PM encontra droga em casa de mulher agredida pelo companheiro

Após denúncia anônima, a  PM compareceu a rua Pio XII para socorrer uma mulher de 30 anos, que estava aos gritos por socorro. Ela foi  agredida por seu  companheiro, um homem de 18 anos. 

Conforme a ocorrência, assim que a polícia chegou a residência, foi solicitado a saída  dos moradores, tanto da mulher quanto do rapaz, este que se recusou a sair. Porém a vítima saiu do interior da casa e mostrou  algumas lesões que estavam em seu corpo. O agressor tentou fugir, mas acabou sendo preso, e  posteriormente encaminhado  para a Delegacia de Policia Civil em Bom Despacho. 

Após a prisão do autor, a PM pediu a autorização à vítima para que fosse realizada uma busca em sua residência. No quintal da casa, a polícia encontrou 377 gramas de maconha , que estavam escondidos debaixo de um telha, tendo sido embrulhados numa sacola plástica. 

A vítima foi levada ao Pronto Atendimento Municipal, onde foi atendida pelo médico plantonista, sendo constadas lesões nos olhos, nas costas, testa, coxa esquerda e joelho. 

terça-feira, 3 de março de 2015

Vereador Pedro Paulo requer redutores de velocidade na Av. Dr Roberto

Veículo que se chocou a um poste na Av. Dr Roberto no último sábado, 28/02.
A Av Dr. Roberto de Melo Queiroz é  uma das vias mais transitadas de Bom Despacho atualmente . Usada geralmente para o uso de caminhadas, a avenida também é considerada um trajeto para chegar ao centro da cidade. 

Como está tendo um  grande fluxo de veículos, a avenida tem se tornado palco de alguns acidentes. Constantemente, carros caem no canal do Córrego dos Machados e isso tem preocupado bastante gente, principalmente moradores e pessoas que trabalham pelo local.  

Para se ter ideia da gravidade que apresenta o trânsito na avenida, no último sábado, dia 28, um veículo se chocou a um poste que ficava próximo a um estabelecimento comercial. No entanto, o acidente não teve feridos. 

Para tentar acabar com este tipo de problema, o vereador Pedro Paulo apresentou ao plenário da Câmara Municipal, na última segunda-feira, 2, o requerimento de solicitação de instalação de quebra-molas e também de uma  lombo-faixa próxima a onde funciona uma escola. " O trânsito na Av Dr. Roberto  está ficando cada vez mais perigoso. Como agora tem uma escola, seria extremamente importante a instalação de redutores de velocidade e  de uma lombo- faixa ali próximo", destacou em plenário. 

O requerimento foi aprovado por unanimidade. 

segunda-feira, 2 de março de 2015

Aneel define aumento de 21,39% para tarifa residencial da Cemig

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o aumento da conta de energia elétrica para os consumidores de energia do País, na última sexta-feira (27/2). A Aneel publicou os percentuais a serem aplicados nas novas tarifas das empresas de distribuição de energia elétrica, exceto a Ampla (RJ), a Companhia Energética do Amapá, a Amazonas Energia, a Boa Vista Energia (RR) e a Companhia Energética de Roraima. Para os consumidores residenciais da Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig, o aumento foi  de 21,39%.

Na média geral, o impacto do reajuste para os consumidores da Cemig, incluindo os consumidores livres, cativos de média e alta tensão, como indústrias e setor de serviços, foi de 28,8%.

Essa mudança na tarifa corresponde a uma revisão tarifária extraordinária promovida pelo órgão regulador nas empresas de distribuição. As revisões extraordinárias ocorrem quando há mudanças significativas nos custos dos componentes tarifários, para mais ou para menos, e que precisam ser repassados para os consumidores. A nova tarifa ficará em vigor até o próximo dia 7 de abril, quando a Cemig passará por um reajuste tarifário ordinário, igualmente previsto no contrato de concessão, e novas tarifas serão publicadas.

O consumidor vai perceber a variação decorrente da revisão tarifária extraordinária na fatura em abril próximo. Isso acontece porque as datas de leituras das contas de energia são distribuídas ao longo do mês, de forma que, em março, os consumidores pagarão a parcela do consumo ocorrido antes de 2 de março com a tarifa antiga e a outra parte do consumo, posterior à mesma data, com a tarifa nova.

Por exemplo, o consumidor cuja leitura for realizada em 15 de março próximo terá, em março, metade de sua energia (equivalente a 14 dias de consumo, de 16/2 a 1º/3) faturada pela tarifa anterior e a outra metade (equivalente ao mesmo período de tempo, de 2/3 a 15/3) pela tarifa agora publicada. A partir de abril, todos os consumidores receberão a conta com as novas tarifas.

Bandeiras tarifárias
Na sexta-feira (27/2), a Aneel também divulgou novos valores para as bandeiras tarifárias, que valerão a partir de março. A bandeira verde indica condições favoráveis de geração de energia e, nesse caso, a tarifa não sofre acréscimo. Na bandeira amarela, as condições de geração são menos favoráveis e, por isso, a tarifa tem acréscimo de R$ 2,50 (sem impostos) para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos (e suas frações). Se houver condições mais custosas de geração, a bandeira vermelha é acionada é há um acréscimo de R$ 5,50 (sem impostos) para cada 100 kWh consumidos – e suas frações.

O sistema de Bandeiras Tarifárias é composto por três bandeiras: verde, vermelha e amarela. Elas foram criadas para sinalizar se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de energia, para os quatro subsistemas do Sistema Interligado Nacional (SIN). A cor da bandeira vigente nas contas de energia em março será vermelha para todos os consumidores brasileiros, exceto para os estados do Amazonas, Amapá e Roraima. A bandeira vermelha significa um acréscimo de R$ 0,055 (sem impostos) para cada kWh (quilowatt-hora) consumido.

Ainda na primeira semana de março terá início uma campanha nacional para esclarecer os consumidores e estimular o uso consciente e o combate ao desperdício de energia elétrica.

Consumidores de baixa renda
Os consumidores classificados como baixa renda são clientes beneficiados por um subsídio, inclusive nas Bandeiras Tarifárias, pagando valor inferior ao custo da energia consumida. Até 30 kWh mensais, o benefício resulta num desconto aproximado de 65%. Para o consumo entre 31 e 100 kWh, 40%, e para a faixa de 101 a 220 kWh é de 10%. O aumento das tarifas dos consumidores de baixa renda pela revisão extraordinária é a mesma do residencial pleno, ou seja, 21,39% em relação à tarifa anterior.

Impostos na fatura
Conforme determina a Constituição Federal, a Cemig é obrigada a realizar a cobrança de tributos diretamente na conta do consumidor e repassá-los às autoridades competentes. Os tributos federais de PIS/Pasep e Cofins foram mantidos na tarifa. 

Também permanece o ICMS, um tributo estadual, que é cobrado diretamente na fatura do consumidor e repassado integralmente ao governo estadual. No caso de Minas Gerais, os consumidores residenciais com consumo inferior a 90 kWh/mês são isentos desse tributo.

Ass. Imprensa Cemig

domingo, 1 de março de 2015

Militar de folga envolve em discussão com Agente de Trânsito em Bom Despacho

Motos n (1)
Motos a serem usadas pelos fiscais de trânsito de BD. 
Nesta semana a Prefeitura Municipal de Bom Despacho oficializou a entrada de fiscais de trânsito para trabalhar no centro da cidade.  De acordo com a Secretaria de desenvolvimento urbano, 'o objetivo é ajudar na fiscalização e na organização do trânsito local, além dar mais segurança aos cidadãos'. 

Porém neste último final de semana, um policial militar que estava de folga  foi advertido por um agente em torno da Praça da Matriz e o episódio gerou um registro de ocorrência por desacato. 

Segundo a ocorrência, o militar que está lotado  na Sétima CIA de Policiamento Independente, foi advertido por não estar usando cinto de segurança, sendo que logo depois respondeu da seguinte maneira: Você é Polícia? Ha vai ca..." . No mesmo momento, o agente ofendido solicitou ao policiamento  o registro de ocorrência por desacato. 

Conforme  relato a PM, o militar de folga  esclareceu que foi advertido aos gritos e que não  sabia se era um agente, pois o mesmo usava apenas um colete. 

Nesta semana, os agentes já autuaram inúmeros  motoristas que apresentaram infrações  de trânsito no centro da cidade. Os condutores bondespachenses  devem prestar atenção ao trafegar pelo local.