sábado, 21 de março de 2015

Prefeitura faz campanha de adoção de cartas da Páscoa de crianças e adolescentes do Ana Rosa e Realengo

Para alegrar a Páscoa de uma das crianças e adolescentes dos Bairros Ana Rosa e Realengo a Prefeitura faz campanha para a população adotar uma cartinha e participar da Campanha Apadrinhe Nesta Páscoa, promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Social. A partir do dia 23, as cartinhas poderão ser escolhidas no Bolsa Família (Rua da Olaria, 112, Centro).

Mais de 100 crianças e adolescentes contam com sua bondade. Elas fazem parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Prefeitura. Por meio das atividades que organizamos elas interagem mais uns com os outros e com suas famílias, aprendem e ficam longe das drogas”, afirma a secretaria de Desenvolvimento Social Rosimaire Santos. Mais informações pelo telefone 3521-3673.

www.bomdespacho.mg.gov.br

Congresso avança em proposta que cria programa de combate ao bullying


MPs fiscalizam escolas públicas do país para averiguar as instalações e o atendimento às crianças. Na foto, a Escola Municipal Professor Helena Lopes Abranches, em Gardênia Azul (Tânia Rêgo/Agência Brasil)A proposta estabelece para profissionais de educação e famílias iniciativas de prevenção e combate ao bullying nas 
escolas
Tânia Rêgo/Agência Brasil




O Brasil está mais próximo de uma política de combate ao bullying nas escolas. Denominado Programa de Combate à Intimidação Sistemática, a proposta (PLC 68/2013) foi aprovada pelo Senado, em turno suplementar, na quinta-feira (19). Como sofreu alterações na Comissão de Direitos Humanos da Casa, terá de voltar à Câmara dos Deputados antes da sanção presidencial.


O texto define bullying como “sequência de episódios de violência física ou psicológica, intencionais e repetitivos, praticados reincidentemente por indivíduo ou grupo contra outro indivíduo ou grupo, em uma relação de desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas, produzindo na vítima prejuízos psicológicos, físicos ou morais”.



Entre outros pontos, a proposta destaca que  ataques físicos, insultos pessoais, xingamentos, comentários sistemáticos, apelidos, ameaças por quaisquer meios e até grafites depreciativos podem carcterizar a prática.


A proposta não trata de criminalização, mas de ações para prevenir e combater o bullying nas escolas. Além da publicação bimestral de relatórios das ocorrências de violência em escolas e redes de ensino, o texto determina que profissionais de educação deverão ser capacitados para implementar iniciativas de discussão, prevenção e solução do problema.


As famílias e responsáveis também serão orientadas sobre como identificar e enfrentar as situações de bullying, bem como garantir assistência psicológica, social e jurídica às vítimas e agressores.


Para a professora do Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília (UnB), Ângela Branco, as maiores vitimas de bullying são as que apresentam maior dificuldade social de se defender. “Essas pessoas são particularmente afetadas no seu desenvolvimento. Elas começam a se sentir inferiores e, às vezes, até culpadas pelas agressões. Vão internalizando, transformando-se em pessoas inseguras, ansiosas e angustiadas.”

Ângela Branco acrescentou que a prática pode levar as vítimas a problemas graves de depressão e até a transtornos que mais adiante se transformarão em profunda agressividade. “Vítimas de bullying podem se tornar agressores futuros”, alertou a professora, destacando a importância da proposta.

Na avaliação da assessora política do Instituto de Estudos Socioeconômicos e especialista em Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes, Márcia Acioli, o bullying tem dois reflexos principais: o impedimento do desenvolvimento social e naturalização da violência, que, muitas vezes, banaliza o ato.


“Nenhum homem homofóbico começa a ser homofóbico com determinada idade. É um clima que permite que ele cresça não reconhecendo a humanidade do outro. Tem a ver com a educação escolar, mas também está na televisão e família. É a educação no sentido de formação do sujeito cidadão”, concluiu Márcia Acioli.

sexta-feira, 20 de março de 2015

Motocicletas são furtadas em Bom Despacho

Duas motocicletas foram furtadas em Bom Despacho nesta semana. Uma delas foi furtada em Praça da Inconfidência, no centro da cidade,  e outra no Bairro Santa Ângela. Os dois veículos são da marca Honda. 

Conforme o BO, a motocicleta que havia sido furtada na Praça da Inconfidência foi localizada no Posto Jalé, há 18 Km de Bom Despacho na rodovia Br 262, e logo após rebocada para um pátio cadastrado ao Detran/MG em Nova Serrana. A outra ainda não  apareceu. 

Conforme o BO, a Polícia segue em rastreamento dos autores. 

Copasa faz comunicado a População de Bom Despacho

A Copasa informa que o abastecimento de água na cidade de Bom Despacho será interrompido a partir das 9h da manhã do próximo domingo (22/03), para manutenção programada de energia elétrica pela Cemig.
           
A normalização do abastecimento ocorrerá, gradativamente, a partir das 15h do mesmo dia, (22/03)

A Copasa pede a colaboração dos moradores. Para não faltar, cada gota conta.

Fonte: Assessoria de Imprensa Copasa

quinta-feira, 19 de março de 2015

Prefeitura quer cobrar IPTU 'diferenciado' de residências que são usadas por profissionais

                                                 Projeto está em pauta da Câmara Municipal 

O comércio de Bom Despacho não anda nas suas melhores situações de Mercado. A prova disso são as inúmeras empresas que já fecharam as portas na cidade. Com isso, a economia local tende a sofrer com falta de renda per-capita na cidade. 

Recentemente, o Prefeito Municipal Fernando Cabral enviou a Câmara Municipal, o projeto de Lei 06/15  que determina a cobrança diferenciada de IPTU (Imposto Predial,  Territorial e Urbano), para o  empreendedor individual (antigo autônomo) que utiliza a sua  residência como local de trabalho. O projeto ainda está em pauta na mesa dos vereadores. 

Atualmente, inúmeros profissionais de Bom Despacho  atuam como empreendedores individuais e  utilizam suas residências como local de trabalho. Uma dos fatores pode ser  para evitar o pagamento de aluguel de imóvel comercial, que na maioria das vezes chega a ser exorbitante  e outro é  por oferecer mais comodidade e praticidade no momento de efetuar as suas funções trabalhistas. 

A Câmara Municipal ainda não comunicou quando irá votar o projeto. 


Motorista de caminhão é roubado na Br 262 próximo a Bom Despacho

A PM compareceu ao pátio do estabelecimento comercial  Via Lanches, na rodovia Br 262,  próximo a Bom Despacho, após receber denúncia de roubo de um motorista de caminhão. Da vítima, um homem de 45 anos, foram levados pelos ladrões um aparelho celular e R$ 65,00 em dinheiro. 

Conforme a ocorrência, a PM chegou a um local, onde supostamente estariam os envolvidos, sendo 4 suspeitos, com idades entre 18 a 33 anos. Junto com eles, os policiais apreenderam R$ 62,00 em dinheiro, 02 celulares, 01 pino de cocaína, 02 buchas de maconha, 01 pedra de crack, 01 chaves de fenda e 01 alicate torquês. 

Os autores são de Belo Horizonte e já possuem passagens pela Polícia. Eles foram reconhecidos pela vítima, e logo após, encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil em Bom Despacho. 

quarta-feira, 18 de março de 2015

Residência é assalta em Bom Despacho

A onda de assaltos está aumentando em Bom Despacho. Desta vez, houve mais um assalto a mão armada na rua Santo Antônio do Monte, no Bairro do Rosário, na última terça-feira, 17. Os bandidos levaram um celular e mais R$ 100,00 em dinheiro. 

Conforme a PM, a vítima relatou que dois indivíduos entraram  com facas na sua casa, e um deles chegou até mirar os seus dois filhos na cozinha, enquanto o outro lhe exigia os bens. 

Após o roubo, os ladrões fugiram em rumo desconhecido. A Polícia ainda segue em rastreamento dos autores.