quinta-feira, 30 de abril de 2015

Cemig informa atendimento e previsão do tempo para o feriado do Dia do Trabalho

Cemig informa que, em virtude do feriado do Dia do Trabalho, as agências e postos de atendimento da Empresa não funcionam no dia 1º de maio, sexta-feira.

Nesse dia, a Cemig orienta que os clientes solicitem serviços e realizem operações nos demais canais de relacionamento da Concessionária, como a agência virtual, as redes sociais, e o telefone – todos oferecem diversos serviços e informações sem qualquer custo.

Agência Virtual (www.cemig.com.br/atendimento) disponibiliza serviços e informações, com conforto, segurança e comodidade, sem a necessidade de sair de casa.

As redes sociais são outra opção disponibilizada pela Cemig para atendimento aos seus consumidores. O Cemig Atende, no Facebook (cemig.atende) e no Twitter (@cemig_atende), funciona 24 horas, todos os dias da semana.

Aos clientes que preferem contato telefônico, a Cemig oferece o Fale com a Cemig (número 116); e o serviço de mensagens SMS, o Cemig Torpedo (número 29810).

As agências e postos de atendimento da Cemig voltam a funcionar normalmente na segunda-feira (4/5), das 8 às 17 horas.

Previsão do tempo

Entre os dias 1º e 3 de maio chove pouco no Estado, com possibilidade de chuvas isoladas apenas no extremo Norte e Nordeste de Minas no feriado.

Capital e RMBH
Em Belo Horizonte e Região Metropolitana, não há previsão de chuva durante o feriado. As temperaturas mínimas devem ficar em torno de 16°C e as máximas, em torno de 27°C.

Interior
Durante o feriado,  não deve chover na maior parte do Estado. As temperaturas devem permanecer estáveis no Norte de Minas e no Vale do Jequitinhonha. Os menores registros ocorrem no Sul de Minas, podendo chegar a 7ºC na sexta, enquanto que os maiores devem ocorrer no Triângulo, onde ficam com máximas próximas dos 32°C.

Litoral
A presença de uma Zona de Convergência de Umidade sobre a Bahia contribui para a ocorrência de chuvas frequentes no litoral baiano na sexta-feira e no sábado, diminuindo no domingo, com temperaturas abaixo dos 29°C. Já nos litorais de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, não há previsão de chuvas significativas e as temperaturas máximas ficam acima dos 31°C no litoral fluminense, e em torno dos 29°C nos litorais paulista e capixaba.

Cidades Históricas
Das cidades históricas de Minas, apenas em Diamantina podem ocorrer chuvas isoladas na sexta-feira, enquanto que nas demais não há previsão de chuvas ao longo do feriado. As temperaturas devem ser mais baixas em Tiradentes e São João del-Rei, variando entre 11 e 24°C. Já em Diamantina, as temperaturas podem variar entre 13 e 23°C. Em Ouro Preto e Mariana, elas ficam entre 14 e 23°C.

Ass. Imp. Cemig

Bom Despacho luta contra a Dengue

Recentemente uma equipe de reportagem da TV Alterosa esteve em Bom Despacho para registrar o trabalho que a Secretaria Municipal de Saúde tem feito para combater a Dengue na cidade. Até o momento, houve cerca de 900 notificações e 70 casos confirmados. 

Segundo o LIRA (Levamento do Índice Rápido de Infestação do Aedes Aegypti) a cidade está com 13,1% de infestação, considerado bastante alto pelo estudo. 

" Esta pesquisa do Lira nos indica dois pontos: que é positividade de Lavas que nós temos no município e onde estão estas lavras, que 96% estão dentro de  residências ou dentro dos quintais", destacou a Secretária de Saúde de BD, Neide Braga. 

E para combater a infestação, a Secretaria Municipal intensificou o trabalho do fumacê. Donos de lotes vagos, que não fazem a limpeza, também estão sendo notificados. 

Campanha Nacional de Vacinação contra a Febre Aftosa começar nesta sexta-feira

Começa, nesta sexta-feira (1º/5), em Minas Gerais, a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Febre Aftosa.  A expectativa do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) é de que todo o rebanho, estimado em 23,5 milhões de bovinos e bubalinos, seja imunizado em todo o estado, até o dia 31 de maio. A vacinação é a única forma de proteger os animais contra a doença e deve ser feita duas vezes ao ano, em maio e em novembro. Nesta primeira etapa, os animais de todas as idades devem ser imunizados.
Minas Gerais é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como área livre de febre aftosa com vacinação. Segundo o fiscal agropecuário do IMA, Sérgio Luiz Lima Monteiro, a manutenção desse status é fundamental para os produtores e toda a cadeia produtiva da carne, leite e derivados. “Caso ocorra o aparecimento de focos da doença no país é disparado um alerta internacional, que faz com que os países importadores acionem as barreiras sanitárias e suspendam a compra de todos produtos de origem animal (animais vivos e produtos processados)”, explica.
Para se ter uma ideia do impacto econômico que um rebanho doente pode trazer ao estado, dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e analisados pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) mostram que o conjunto de produtos cárneos (bovino, frango, suíno e peru) somou US$ 974,6 milhões no ano passado, representando 12% do total de exportações do agronegócio mineiro. No caso de um embargo internacional, os demais produtos da pecuária também ficam prejudicados e não somente a bovinocultura.
O prejuízo para os pecuaristas não se restringe apenas ao bloqueio das exportações e queda imediata de seu faturamento. No caso da doença atingir o rebanho é necessário o sacrifício, tanto dos animais infectados como daqueles que tiveram contato com os animais doentes.
O diretor-geral do IMA, Márcio Botelho, reforça a importância de se manter o rebanho vacinado para a geração de divisas – por meio das exportações de produtos cárneos - para a economia mineira e brasileira. “É importante ressaltar também que ao longo dos anos os produtores têm garantido a vacinação dos animais e, com isso, dão uma importante contribuição para o agronegócio de Minas e do Brasil”, diz.

Procedimentos

Para adquirir a vacina basta o produtor se dirigir ao estabelecimento autorizado para a venda do produto, munido de carteira de identidade e CPF. Segundo o fiscal agropecuário Sérgio Monteiro, após a compra, a conservação correta é fundamental para garantir a eficácia na imunização do rebanho. “A vacina deve ser mantida em caixa de isopor com gelo, numa temperatura entre três e oito graus centígrados. Durante a aplicação, cuidar para que todo material esteja protegido na sombra”, orienta.
Para comprovar a imunização do rebanho é necessário preencher o Formulário de Declaração de Vacinação, também conhecido como Carta Aviso de Vacinação. O pecuarista acessa o site www.ima.mg.gov.br, faz o lançamento das informações (número de bovinos e bubalinos existentes em sua propriedade e os animais imunizados por idade e sexo), imprime e leva junto com a nota fiscal das vacinas ao escritório do IMA da sua região.
Nesta etapa, o preenchimento do Formulário de Declaração de Vacinação é regulamentado por uma resolução conjunta das secretarias de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e de Fazenda, que dispõe sobre a atualização cadastral do rebanho bovino. As informações do rebanho devem ser fornecidas ao IMA, no período de 1º a 31 de maio, durante a primeira etapa da campanha de vacinação.  Se realizada dentro do prazo, a atualização cadastral não acarretará ônus fiscal ao produtor.
É imprescindível também que o produtor atualize, nesse mesmo formulário, informações pessoais e da propriedade, como endereço para correspondência e telefones de contato.  O Formulário de Declaração de Vacinação não é exigido para a compra da vacina, apenas no momento da comprovação. O IMA alerta para a importância e obrigatoriedade da vacinação.  O produtor que deixar de imunizar seu plantel, poderá ser penalizado com multa de R$ 68,07 por animal não vacinado.

Ag. Minas

quarta-feira, 29 de abril de 2015

POLÍCIA MILITAR REALIZA OPERAÇÃO EM COMBATE À PERTURBAÇÃO CAUSADA POR SOM AUTOMOTIVO EM BOM DESPACHO

Na noite do dia 26 de abril de 2015 foi desencadeada uma operação em combate à Contravenção de Perturbação do Trabalho e Sossego Alheios e ao Crime Ambiental de Poluição Sonora na área central do município de Bom Despacho. 

Com um efetivo de cinco policiais militares da 50ª Cia PM, apoiados por dois fiscais municipais do Meio Ambiente, foram apreendidos dois veículos automotores munidos de aparelhagem irregular de som. 

Um dos condutores foi encaminhado à Delegacia de Polícia pela contravenção de perturbação do sossego e o outro recebeu voz de prisão pelo crime ambiental de poluição sonora, detectado pela medição de ruídos acima do permitido pela lei municipal com o aparelho decibelímetro. 

Observando os princípios legais exigidos, ações preventivas como a fiscalização de veículos com som automotivo causadores de perturbação serão intensificadas visando à conscientização dos condutores da cidade.


Assessoria de Comunicação Organizacional



POLÍCIA MILITAR RECUPERA MATERIAIS FURTADOS EM BOM DESPACHO

No dia 25 de abril de 2015, policiais militares da 50ª Cia PM abordaram um indivíduo com duas sacolas nas mãos transitando, em atitudes suspeitas, próximo à entrada do Batalhão de Polícia Militar. Ao visualizar o militar de serviço na sentinela, o suspeito evadiu correndo. 

Porém foi realizada a abordagem no indivíduo, um menor de 13 anos, o qual confessou ter arrombado a porta de entrada de um estabelecimento comercial e subtraído 16 caixas de som MP3, 01 MP3 modular, 01 headphone super bass, 12 preservativos, 15 baterias de celulares, 05 aparelhos de telefonia celular, 08 canetas diversas, 32 isqueiros, 11 tubos de cola, 02 controles de videogames, 09 pen-drives, 11 CD's, 14 DVD's, 24 pares de meias, 01 kit de chaves de fenda, 01 boné, 01 canivete, 01 mini MP3, 01 calculadora, 03 carrinhos chaveiro, 01 mini-revólver de brinquedo e R$35,01 em dinheiro. 

O adolescente negou-se a informar aos militares o local onde reside, dizendo ser natural da cidade de Pará de Minas e, acompanhado de uma conselheira tutelar, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Judiciária juntamente com os materiais apreendidos.


Assessoria de Comunicação Organizacional



POLÍCIA MILITAR RECUPERA MOTOCICLETA ROUBADA EM BOM DESPACHO

No dia 25 de abril de 2015, policiais militares da 50ª Cia PM compareceram ao Povoado da Garça, há aproximadamente 1,5 km da área urbana, onde, segundo denúncia anônima, havia uma motocicleta abandonada às margens da estrada vicinal. No local, os militares encontraram dois menores tentando dar partida na motocicleta, marca Tornado, de cor laranja. 

Ao visualizarem a guarnição, um dos adolescentes evadiu para um matagal, enquanto o outro menor foi contido. Após consulta ao sistema informatizado, verificou-se que a motocicleta apresentava o chassi raspado e havia sido roubada na cidade de Lagoa da Prata. 

O veículo foi removido ao pátio credenciado. O adolescente recebeu voz de apreensão e, acompanhado de sua genitora, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil.


Assessoria de Comunicação Organizacional


terça-feira, 28 de abril de 2015

Residência é furtada em Bom Despacho

Foto da camionete que foi furtada. 
Na última segunda-feira, 27, por volta das 14h30 a PM compareceu a Rua Picão Camacho no Bairro Babilônia após receber o chamado da vítima R.E.F, 26 anos, que relatou que dormiu na casa de seus pais e afirmou que deixou uma camionete Saveiro de cor vermelha junto com uma moto CRF 250 na garagem da sua residência. 

Moto furtada. 
Logo após retornar a sua casa, constatou que os veículos  foram furtados. Em relato a PM, a vítima acredita que  os autores  pularam o muro,  arrombaram  duas janelas e após revirarem todos os seus pertences, localizaram as chaves dos veículos e  o controle do portão eletrônica, e saíram pela garagem. 

A PM ainda segue em rastreamento dos autores. 

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Vereadores pedem lombofaixa no Bairro Esplanada

Local onde foi solicitada a Lombofaixa
Nesta segunda-feira, 27, os vereadores Pedro Paulo e Robertão  Cordeiro entraram com o pedido de instalação de uma lombofaixa na Av. Martinho Campos. O local da solicitação é nos fundos do Sétimo Batalhão, onde existe risco para a travessia de pedestres entre os bairros Vila Militar e Esplanada. 

De acordo com moradores próximos ao local, 'é muito perigoso quando os estudantes da Escola Benício de Abreu, localizada dentro do Sétimo Batalhão, atravessam a Av. Martinho Campos para seguirem rumo ao Bairro Esplanada. 

"Este local precisa urgente de lombofaixa, para que os estudantes e demais moradores  não corram o risco de quando atravessarem a rua", destacou o vereador Pedro Paulo em conversa com o Jornal Fique Sabendo. 

O requerimento foi aprovado por unanimidade e contou também com as assinaturas dos demais edis.