quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Samu Centro-Oeste começa a funcionar em Janeiro​

Domingos Sávio solicitou audiência para cobrar dos entes federados; Ministro e Secretário firmaram compromisso


cisurg_mail
Domingos Sávio convocou a audiência para tirar o SAMU do papel
O Ministro da Saúde, Ricardo Barros e o Secretário de Estado de Saúde, Nalton Cruz, pactuaram o funcionamento do SAMU centro-oeste para janeiro próximo, durante a audiência solicitada pelo deputado federal Domingos Sávio. Participaram da audiência, além do deputado Domingos Sávio, uma comitiva de Minas Gerais liderada pelo Secretário de Estado de Saúde, Nalton Cruz, o presidente do CIS-URG e prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, o primeiro vice-presidente e prefeito de Bom Despacho, Fernando Cabral, o secretário geral e prefeito de Luz, Ailton Duarte, o secretário Executivo do Consórcio, José Márcio Zanardi o gerente de Logística, Dárcio Abud e o diretor médico, Dr. Marco Aurélio Lobão. Participaram, também, os deputados Toninho Pinheiro (PP/MG) e Jaime Martins (PSB/MG). O Secretário de Atenção Primária, Francisco de Assis Figueiredo, compôs a equipe do Ministro. 

Domingos Sávio revelou que o intuito da reunião era apresentar ao Ministro a importância do Ministério fazer o credenciamento e cumprir as etapas finais para liberar o recurso que garanta o custeio do SAMU do Centro-Oeste. “O Ministro, depois de ouvir minha explanação e ouvir o Secretário de Estado de Saúde, Nalton Cruz, assumiu o compromisso de atender às solicitações do Governo de Minas, que o solicitou que coloque em dia e passe a pagar pelo repasse do Consórcio do Sul de Minas, visto que o Governo de Minas vem arcando sozinho há algum tempo. Com este compromisso assumido, o Secretário de Minas compactuou, atendendo ao nosso pedido, que a partir de janeiro, tomará todas as providências para imediato funcionamento do SAMU Oeste”, relatou.

O parlamentar revelou que a reunião foi sem bandeiras, em prol de um bem comum. “Esta reunião foi decisiva para pontuarmos os obstáculos que enfrentamos há mais de dois anos para que o SAMU saia do papel. Ela foi suprapartidária, somando esforços, convergindo em prol da região centro-oeste mineira. Sinto-me honrado por ter proporcionado esta audiência que, creio eu, será definitivamente resolutiva para o nosso intuito de salvar vidas”.

Com a efetivação dos serviços, serão cerca de 360 profissionais, nas 24 unidades básicas, com médicos socorristas e plantonistas, além da sede de monitoramento do 192, em Divinópolis. São 18 hospitais, em toda região oeste que receberão um adicional para ter um atendimento prioritário para as situações de urgência e emergência.   

Ass. Im. Dep. Federal Domingos Sávio 

Nenhum comentário:

Postar um comentário