sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Minas Gerais lidera exportação nacional de doce de leite

EUA, Reino Unido, Angola e Bolívia aparecem como os principais compradores do produto; em agosto, estado apresentou superávit de US$ 1,55 bilhão na balança comercial


O doce de leite tipicamente mineiro tem sido um dos destaques da balança comercial de Minas Gerais. Nos sete primeiros meses de 2016, além dos tradicionais produtos exportados (minério de ferro, café, açúcar, ouro e pedras preciosas), Minas Gerais foi o estado que mais exportou doce de leite no país (US$ 106,42 mil), seguido por São Paulo (US$ 27,07 mil) e Santa Catarina (US$ 13,06 mil). Os números, embora não tão expressivos quanto os de produtos tradicionais, mostra o esforço de Minas Gerais para agregar cada vez mais valor à sua pauta de exportações.  

Os dados compõem a balança comercial de Minas Gerais de agosto, divulgada mensalmente pela Exportaminas, unidade de comércio exterior do governo de Minas Gerais. De acordo com o levantamento, até julho deste ano, as remessas de doce de leite enviadas aos Estados Unidos representaram 83,8% das exportações mineiras do produto. Atualmente, o doce fabricado em Minas Gerais já caiu no gosto de países como Reino Unido, Angola e a vizinha Bolívia.

No último dia 21 de agosto, o doce de leite mineiro reafirmou sua posição de destaque no mercado nacional. Durante o 42º Concurso Nacional de Produtos Lácteos – realizado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), em Juiz de Fora (Território Mata) – os três primeiros lugares da competição que elegeu o melhor doce de leite do país foram mineiros. O campeão do concurso -- que contou com 11 categorias – foi o doce de leite de Viçosa. Em seguida as marcas Dom Coimbra e Boreal completaram o pódio. A avaliação foi feita por profissionais de universidades, centros de pesquisa, indústrias e dos serviços de inspeção federal, estadual e municipal. Foram julgados aspectos como: cor, textura, odor, aroma, sabor e consistência.

Avanço das exportações reforça superávit do estado

Paralelamente à diversificação dos produtos, as exportações mineiras continuam apresentando bom desempenho. Em agosto deste ano, o saldo da balança comercial de Minas Gerais, ainda segundo a Exportaminas, atingiu o montante de US$ 1,55 bilhão. Com o aumento de 19,6% em relação a julho, as exportações do estado totalizaram US$ 2,12 bilhões. Já as compras internacionais feitas por Minas Gerais em agosto foram de US$ 572,32 milhões.  Com o resultado positivo, Minas Gerais foi responsável por 12,5% das exportações e 4,5% das importações totais do país no período analisado.

A China mantém o posto de principal destino das exportações mineiras. O país asiático é responsável por 27% do total comercializado em agosto. Em seguida aparecem os Estados Unidos, com participação de 9%, seguido pela Holanda (6,5%), Reino Unido (5,2%) e Japão (4%).
Como nos meses anteriores, a China foi o principal fornecedor de Minas Gerais, com 21,4%, seguida por Estados Unidos (14%), Itália (9%), Alemanha (8%) e Argentina (7,5). Os principais produtos exportados por Minas Gerais foram minério de ferro, café, ferroliga, ferro fundido, ouro, pedras preciosas e açúcar. Já as compras internacionais do estado foram de máquinas e instrumentos mecânicos, máquinas e aparelhos elétricos, adubos e fertilizantes, produtos químicos orgânicos e automóveis.

Ag. Minas

Mais de 1.500 veículos serão leiloados pelo Detran em Belo Horizonte

Com valores iniciais entre R$ 30,00 e R$ 9.000,00, o bem será arrematado pelo maior lance dos participantes, pessoas físicas ou jurídicas



Polícia Civil, por meio do Departamento de Trânsito de Minas Gerias (Detran-MG), realiza entre os dias 12 e 15 de setembro dois leilões com mais de 1.500 veículos recuperáveis e sucatas. Os leilões acontecerão no Gaia Eventos, na Avenida Dom João VI, nº 925, no Bairro Palmeiras, em Belo Horizonte.

Image result for leilão de veiculos mg
Os editais com a relação completa dos veículos e endereço dos pátios para inspeção visual estão disponíveis no endereço eletrônico detran.mg.gov.br/veículos. Os interessados também devem preencher antecipadamente a ficha de cadastro no site.

Com valores iniciais entre R$ 30,00 e R$ 9.000,00, o bem será arrematado pelo maior lance dos participantes, pessoas físicas ou jurídicas. No entanto, as sucatas só poderão ser arrematadas por empresas cadastradas para desmonte.

O arrematante não precisará pagar as custas do tempo que o veículo permaneceu no pátio e os débitos de multas, IPVA e taxa de licenciamento serão retirados do prontuário do veículo, devendo quitar o DPVAT.

Os lotes serão pagos à vista, no prazo de três dias, e retirados conforme cronograma disponível no edital.

Sobre Leilão

Os veículos que vão a leilão são aqueles apreendidos por infração à legislação de trânsito ou recuperados de furtos e roubos, e que o proprietário não providenciou a retirada no prazo estabelecido na lei.

Quando o veículo chega aos pátios credenciados do Detran-MG, o dono recebe um comunicado pelos correios e tem 60 dias para retirar o carro. Depois desse prazo, o veículo passa por uma vistoria e se não houver impedimento legal, pode ser levado à leilão.

Antes, o proprietário é notificado mais três vezes por meio de edital, uma publicada na Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais (IOMG) e outras duas num jornal de grande circulação. Os comunicados estabelecem outros 30 dias para a retirada do veículo.

Ag. Minas

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Mais da Metade das Famílias Brasileiras estão endividadas

Image result for famílias endividadas brasilNo último dia primeiro de setembro, quinta-feira, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou o resultado da pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), na qual apontou que cerca de 58% das famílias brasileiras estão endividadas. O levantamento foi realizado durante o mês de agosto desse ano. 

Conforme avaliação da economista da Confederação, Mariane Hanson, o endividamento 'vinha caindo, não  em função de melhora das condições de vida das famílias brasileiras, mas em virtude do receio de consumir e do momento na qual atravessa a economia brasileira'. 

"As dívidas vinham diminuindo em função da retração do consumo. Essa mudança de comportamento pode indicar alguma melhora, porém, as altas taxas de juros e o mercado de trabalho desaquecido continuam sendo um entrave para a retomada das compras. As famílias ainda estão inseguras para consumir ou contrair novas dívidas”, explicou a economista ao site da Ebc Brasil. 

Na pesquisa realizada mês passado, há a constatação de que as dívidas das famílias estão entre cartão de crédito, cheque pré-datado, cheque especial, carnê de loja, empréstimo pessoal, prestação de carro ou seguro. O resultado também apresentou que entre 76,% das famílias endividadas, o cartão de crédito é o principal motivo, seguido de carnê com 15% e financiamento de carro com 11,1%. 

PM apreende menor que pretendia vender droga na Expobom

Image result for policia militar bom despacho mgNa noite do último sábado, 03, por volta das 21h30, durante patrulhamento pelo Bairro São José, próximo ao Parque de Exposições de Bom Despacho, a Polícia Militar avistou um adolescente, que tentou fugir após perceber presença dos militares, mas acabou sendo abordado pelos policiais. 

Na  busca pessoal do  menor, os militares encontraram dinheiro e papelotes de cocaína que estavam prontos para o comércio. 

Segundo o Boletim de Ocorrência, junto com o menor estavam 08 papelotes de cocaína e mais R$ 71,00 em dinheiro. Em relato aos policiais, o adolescente afirmou que estava a caminho da Expobom e que pretendia vender a droga durante o evento, por cerca de R$ 50,00 cada papelote. 

Conforme a Polícia, após a abordagem, o suspeito foi apreendido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil em Bom Despacho. 

Cartório Eleitoral de Bom Despacho divulga seções eleitorais

No próximo dia 02  de outubro, acontecerá em Bom Despacho a votação das eleições 2016. O eleitores locais irão votar para Prefeito e Vereador. No município há 03 candidatos para o  cargo de mandatário da cidade, enquanto que para a Câmara Municipal, existem 112 nomes almejando se sentar no Plenário do Legislativo. 

E para orientar os eleitores, o Cartório Municipal da 45 Zona Eleitoral de Bom Despacho divulga os pontos de votação para a realização das Eleições Municipais. 

Ao todo são 111 seções, sendo em distribuídas em Escolas Estaduais e Municipais, além nos Povoados da Zona Rural e no Distrito do Engenho do Ribeiro. Atualmente, a cidade tem mais de 35 mil eleitores. 

Além de Bom Despacho, o Cartório também informa os locais de votação para as eleições no Município de Moema, cidade há cerca de 22 km. Na cidade vizinha, há apenas 02 candidatos para prefeito.