sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Aos 25 anos, professor de Língua Portuguesa inaugura o Núcleo de Educação e Cultura Tipura

            Professor traz proposta inovadora em Educação e Cultura para a cidade de Bom Despacho



Eder Devid
Eder Deivid da Silva é daqueles seres que encontramos em nossas vidas e que logo percebemos que possui um pouco de aptidão em várias vertentes, seja educacional, cultural ou social. Graduado em Letras pela a Universidade Tecnológica Federal do Paraná, campus Pato Branco. Professor de Língua Portuguesa, escritor, poeta, músico, compositor, contador de histórias, produtor cultural – além de militante nas questões sociais e culturais. Não obstante, Eder consegue em sua vida pessoal e profissional trançar todos esses meios em seu cotidiano, já que Eder entende que a relação da educação está intrínseca com a Cultura e vice versa, bem como neste contexto temos o surgimento do Tipura.

Esse jovem idealizador nasceu em berço humilde, nas bandas do Triângulo Mineiro, sendo que veio ao mundo no dia 17 de dezembro de 1991 em Uberlândia. Ele viveu sua infância e juventude com os pais: Ana Maria da Silva e Antônio Marcio da Silva, juntamente das suas queridíssimas irmãs: Ester Deliane da Silva e Elionai Deliane da Silva. Eder, em sua molequice gostava de jogar bola e soltar pipa, além de que sempre que possível, procurava meios para ir à roça dos avós. Esse menino pacato e já tímido na sua infância desfigurava a admiração de todos, sempre observador, gostava de colocar-se na situação do próximo para entender melhor as relações humanas. Um garoto que com os seus dez anos, continha uma estatura alta, de modo que “facilitou” sua entrada no mercado de trabalho. Um vendedor de picolé, um garçom, um entregador de panfleto, sendo que não escolhia muito o serviço, mas vivia cada experiência como se fosse à última, pois ainda que jovem já compreendia que estava em um processo de formação humana e que as suas experiências seriam as bases para o seu sucesso no futuro.

Aos 14 anos, Eder veio junto de sua família para Bom Despacho, logo se matricularam na Escola Estadual Irmã Maria e começaram a realizar amizades extremamente significativas que auxiliaram no processo de adaptação em nossa cidade de Bom Despacho.

Eder perpassou em algumas empresas da cidade, mas nunca se absteve de estudar e de focar no seu caminho de luz. Este Eder, pessoal, foi aprovado na prova da PMMG, no entanto o seu perfil não condizia com esta instituição e recebeu a inaptidão. De imediato, Eder começou a pensar em seu perfil profissional, de modo que estudava Língua Portuguesa, junto do professor Tadeu, assim a sua aptidão desenvolvida nessas aulas proporcionou que Eder engendra-se para as Letras, de maneira que migrou para a cidade de Pato Branco no Sudoeste do Paraná, onde estudou e formou-se na Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Nesta instituição de ensino, Eder sempre fora um aluno aplicado ao Ensino e relacionou-se demasiadamente em relação à Extensão e a Pesquisa, além do movimento estudantil vivido de forma intensa em sua formação.

Eder perpassou pelos os estudos gramaticais, da linguagem e se enraizou nos estudos Literários, de maneira que seu estudo literário-musical em seu Trabalho de Conclusão de Curso: “Alguns pré-(textos) nas canções de Belchior” será impresso em forma de livro no ano de 2017, de modo que em outro momento abordaremos de maneira mais delongada sobre esta obra, pois abordar o nosso poeta compositor Belchior de forma reduzida, não se condiz pela a grandiosidade da sua produção poética.

Eder colou grau em Agosto de 2015, sendo que retornou para Bom Despacho, ainda sem desfazer as malas consegui vínculo com a escola que formara no Ensino Médio: Irmã Maria, bem como teve a oportunidade de lecionar no Wilson Lopes, além de trabalhar no Frei Anselmo na cidade de Nova Serrana.

Agora, Eder está em uma nova fase em sua vida que se consolidou na formação do Tipura. Nesta nova empreitada, juntamente com uma gama de profissionais, bem como professores,pedagogos,psicopedagogos,psicólogos e neurologistas, deste modo o Tipura leciona com uma visão multidisciplinar das necessidades de seus alunos, pois as dificuldades enfrentadas em determinadas disciplinas são resultantes, quase sempre, da ausência de contextualização que não foram devidamente assimilados. O Tipura trabalha com atendimento individual ou em grupo e personalizados. De maneira que seja focado numa atitude ética, profissional e extremamente acolhedora.

O Tipura visa auxiliar os seus alunos a desenvolverem suas autonomias educacionais, pois, assim, estarão não apenas superando suas dificuldades de aprendizagem, mas também maximizando as suas chances de êxito frente aos inúmeros desafios que a educação enfrenta diante de um mundo cada vez mais competitivo.

Texto: Núcleo de Educação e Cultura Tipura

Nenhum comentário:

Postar um comentário