domingo, 1 de janeiro de 2017

Segundo FIRJAN, Bom Despacho ocupa o Trigésimo Lugar em Índice de Desenvolvimento Municipal

Tabela de Classificação IFDHM
Quando a Prefeitura de Bom Despacho anuncia que a Cidade Sorriso  é a Quarta Melhor  de se viver em Minas Gerais, muita discussão começa a transcorrer na política local por causa desse debate. A revista IstoÉ foi o órgão responsável por essa divulgação e   adotou métodos,  critérios e demais indicadores sócioeconômicos para chegar a essa conclusão.  Por este ponto,  o município conseguiu a  colocação entre as 5 primeiras de MG, após uma análise de dados pesquisados pelo veículo de comunicação, ocorrido em meados de 2015, que se constatou dentre as 32 cidades melhores de se viver de pequeno porte no país, adequados em um estudo de 50 mil habitantes .  

Pois bem, segundo a FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), Bom Despacho  ocupa atualmente a 30 posição do Estado de Minas Gerais em IDHM (Índice de Desenvolvimento  Humano Municipal) consolidado e na está  333 posição do país. 

Em 2015, a entidade  publicou esse balanço que apontou a classificação dos municípios,  tendo como ano base de 2013, e os critérios adotados  para fazer o levantamento foram os setores de Educação, Saúde e Geração de Emprego e Renda, todos esses dados obtidos pelo Ministério das Cidades.

Gestão Fiscal

Tabela de Classificação IFGF
O mesmo órgão também publicou em 2016 o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) tendo como ano base de 2015, avaliação realizada em 4.688 municípios brasileiros. O método avalia a responsabilidade das prefeituras no que diz respeito a administração de tributos pagos pela sociedade. Desta vez, Bom Despacho obteve uma destaque maior, ficando na 21 posição do estado de Minas Gerais e na 218 colocação do Brasil. 

De acordo com a FIRJAN, a análise do IFGF é composta dos seguintes indicadores: Receita Própria, Gastos com Pessoal, Investimentos, Liquidez e Custo da Dívida. As informações para esse estudo, conforme a entidade,  são repassadas pela Secretaria do Tesouro Nacional. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário