Em Entrevista Vereador Fernando Branco confirma irregularidades feitas pela Copasa em Bom Despacho

Related image
Vereador Fernando Branco
O Jornal Fique Sabendo entrevistou nessa semana o Vereador Fernando Branco (PPS) para falar sobre a CPI da Copasa e também sobre a sua quase tentativa de disputar a presidência da Câmara para o ano de 2019, além destacar sua relação com o Executivo e e uma  possível candidatura à cadeira de mandatário da cidade em 2020. 


1) Em que foi baseado o Relatório da CPI da Copasa em Bom Despacho? 

Resposta: A CPI teve início em 18/09/2017 e terminou em 26/11/2018. Por mais de um ano, eu e os demais membros da CPI (Dra. Rose e Fernando Becker) investigamos os serviços prestados pela COPASA. Ouvimos dezenas de pessoas e juntamos centenas de documentos. O relatório é a conclusão de tudo o que se apurou. E posso dizer que a responsabilidade pela grave crise hídrica ocorrida em Bom Despacho no segundo semestre de 2017 é da COPASA, na medida em que não adotou as medidas necessárias para impedir que os consumidores de Bom Despacho fossem castigados severamente com o desabastecimento de água por vários dias, como ocorreu.

2) Quais as principais irregularidades encontradas pela CPI?
 Resposta: No relatório, além de considerar a COPASA a responsável pela grave crise hídrica ocorrida em Bom Despacho no segundo semestre de 2017, identificamos, dentre outras irregularidades, que a) os padrões de lançamento de efluentes realizados nas ETEs Chácara e Matadouro não estão de acordo com a Deliberação Normativa Conjunta COPAM/CERH-MG Nº 01/2008. b) a COPASA causou degradação ambiental, ao perfurar poços artesianos sem a devida licença ambiental durante a crise hídrica de 2017, bem como interligá-los na rede de água sem o devido tratamento necessário. c) A COPASA descumpriu, por décadas, a Lei Estadual 12.503/97, deixando de investir 0,5% das receitas operacionais na preservação e proteção ambiental da nossa bacia hidrográfica. d)  A ETE Chácara produz odores que afetam a população do bairro Jaraguá e adjacências. Dentre outras.
  
3) A Copasa diz que está investindo quase 9 milhões em Bom Despacho. De acordo com  o levantamento realizado pela CPI,  é possível ocorrer este investimento no município? 
Resposta: A COPASA não faz favor. É uma empresa e, como tal, visa o lucro e vê o usuário como um cliente, diferentemente do que ocorre com o Município, em que se deve governar para o bem do povo. Temos que lembrar que a COPASA está aqui em Bom Despacho há mais de 30 anos. A cidade cresceu, mas os serviços da COPASA não cresceram na mesma proporção. Fala-se na construção de um reservatório para o Bairro São Vicente há mais de 10 anos e dizem que agora vai sair. Fala-se na construção de uma barragem no Córrego dos Amados, após ter ocorrido a crise hídrica, coincidentemente, na mesma época em que o Prefeito encaminhou um Projeto de Lei para assumir o serviço de água a esgoto do município. Torço para que a COPASA cumpra, desta vez, com suas promessas para com os bom-despachenses, porque eu e as demais autoridades certamente vamos cobrar. Se cumprir, certamente investirá até mais de 9 milhões.

4) Houve a especulação de que tentaria a presidência da Câmara Municipal em 2019, porém não tentou. Tem como explicar melhor este caso? 
Resposta: Eu tinha esta pretensão, mas em uma câmara com 9 vereadores, você sabe se vai ser eleito ou não. No meu caso, durante as articulações, eu percebi que não teria votos suficientes para ser eleito, razão pela qual preferi apoiar a Dra. Rose, acreditando que ela poderia ter mais sucesso. Mas a verdade é que na política, aprendi que tem horas em que você deve escolher entre perder ou ir contra as suas convicções pessoais, sua ideologia.

5) Como é a sua relação com Executivo, já que o Prefeito Fernando Cabral é do seu partido? 
Resposta: Tenho uma relação boa e profissional com o Executivo e com o Prefeito Municipal. Como vereador, tenho o dever de fiscalizar e cobrar, mas sei que o Prefeito também quer o melhor para Bom Despacho, embora não concorde com muitas de suas ações e omissões.  Mas cada um tem suas prioridades e temos que respeitar.

6) O Senhor pensa em disputar a Cadeira para Prefeito de Bom Despacho em 2020? 

Resposta: Recentemente, um jornalista me fez esta mesma pergunta e ratifico que ainda não tenho essa resposta. Estou no segundo ano do meu mandato de vereador e pretendo cumprir os quatro anos com muita dedicação, discutindo e votando projetos pensando no melhor para todos. Mas, como já tive a oportunidade de dizer, o próximo Prefeito de Bom Despacho deve ter a consciência de que as exigências serão grandes. Ser Prefeito, hoje, é muito difícil, porque você tem que governar com poucos recursos e com todos exigindo todos os serviços. O cidadão que exige a capina da sua rua é o mesmo que exige ser atendido a qualquer hora no sistema de saúde, sem ter que esperar, e com todos os equipamentos funcionando 24 horas por dia. Mas, na atual conjuntura político-econômica, sabemos, não há dinheiro pra tudo, e temos que estabelecer as prioridades.   

7) Considerações finais

Resposta: Quero aproveitar para deixar aos meus amigos de Bom Despacho votos de um Feliz Natal e de um Ano Novo, cheio de realizações.  Acredito que, a partir de 2019, com o apoio do Deputado Estadual eleito, Professor Wendel Mesquita, filho de nossa terra, a quem tive o privilégio de apoiar em sua candidatura, poderemos trazer muitos recursos, ideias e projetos para nossa cidade.
   

Comentários