terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Julgamento dos Embargos declaratórios do Prefeito Fernando e Vice Dr Bertolino é retirado de pauta do TRE/MG

Resultado de imagem para fernando cabral bom despacho mgNa última segunda-feira, dia 10 de fevereiro, estava agendado para acontecer o julgamento dos Embargos Declaratórios do Prefeito Fernando Cabral e do Vice Dr Bertolino Costa Neto no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE/MG). Entretanto, o órgão retirou a pauta do debate e seu julgamento ainda será numa nova data, não divulgada por enquanto. 

Entretanto, segundo Jarbas Leandro, advogado da chapa denunciante, o julgamento poderá acontecer em breve, já que o processo transcorre desde o final de 2016, ano que aconteceu o pleito que provocou o pedido de cassação do mandatário Fernando Cabral e de seu vice Dr Bertolino, ambos vencedores da eleição municipal daquele ano. 

"Agora devemos aguardar uma nova data para acontecer o julgamento dos Embargos Declaratórios, pois o Tribunal  tem as suas prioridades", comentou em conversa com o Jornal Fique Sabendo. Desde quando foi anunciada a última dada para julgar os embargos declaratórios, houve uma grande expectativa na população de Bom Despacho, já que o futuro da cidade depende muito do que votado na sessão. 

O que acontece? 

Caso seja efetivada a cassação do Prefeito Fernando Cabral e do vice Dr. Bertolino, a atual presidente da Câmara de Bom Despacho, Vereadora Joice Quirino assume o Poder Executivo da Cidade e depois terá 30 dias para convocar novas eleições municipais para Prefeito e vice. Em caso de vitória ou não, o novo ou a nova mandatária terá que disputar uma reeleição em outubro, devendo ficar somente mais 04 anos no comando da administração municipal, já que o pouco período de gestão tampão já conta como eleição. Já Cabral, se perder irá entrar com um recurso junto ao TSE (Tribunal Superior  Eleitoral) e STF (Supremo Tribunal Federal)  para tentar se manter no cargo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário