segunda-feira, 20 de julho de 2020

Produtores rurais de BD aprenderam cultivo sustentável e integrado de hortaliças e peixes


Agora, Prefeitura montará 10 unidades de produção. Por meio delas, muitas famílias terão renda extra e a cidade ganhará com alimentos mais saudáveis.

Para aumentar a renda de famílias e pequenos produtores afetados pela crise da pandemia, sábado (18), a Prefeitura lançou um projeto de cultivo por aquaponia, que consiste em unir num mesmo sistema a produção de hortaliças e peixes.

O projeto modelo foi implantado na Fazenda Vilaça, onde 20 pessoas aprenderam mais sobre a técnica. “Com esse projeto mudaremos muita coisa em nossa cidade. Agora é colocar em prática”, disse feliz Andréia Dias, que é umas das produtoras que fez parte da primeira turma do curso de aquaponia.

Andréia

Ênio

“Aprimorarei minhas atividades com o plantio de hortaliças e ainda criarei peixes”, elogiou o produtor, Ênio Gonçalves.

O instrutor do curso, Juliano Jáber aprovou a turma com louvor. “Todos se mostraram muito interessados. Parabenizo a Prefeitura por implantar na cidade um modelo de cultivo sustentável, que une a produção de diferentes alimentos saudáveis”, afirmou.

Juliano

Segunda etapa do projeto – na segunda etapa do projeto, a Prefeitura montará 10 unidades de cultivo por aquaponia na Fazenda Moreiras. Do curso de sábado, serão selecionadas as 10 famílias que trabalharão nas unidades. “Todo o processo terá apoio dos técnicos da Prefeitura, mas as famílias ficarão com a renda da comercialização das hortaliças e peixes”, destacou o agrônomo da Prefeitura, Leanderson Rever.

Além de ajudar essas famílias, essas unidades serão modelo para agricultores que queiram implantar esse sistema em suas propriedades.


fonte: bomdespacho.mg.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário