sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Governo cria renda emergencial para combater extrema pobreza



Benefício de R$ 39 será concedido por três meses, podendo ser prorrogado em função da pandemia de Covid-19.

Decreto 48.038, assinado pelo governador Romeu Zema (Novo) e publicado na edição desta sexta-feira (11/9/20) do Minas Gerais, Diário Oficial do Estado, institui a renda emergencial temporária de R$ 39 para famílias em situação de extrema pobreza.

O auxílio tem por finalidade reduzir os efeitos socioeconômicos decorrentes da pandemia de Covid-19 e é destinado a pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

A renda emergencial será concedida a pessoas com renda per capita mensal familiar de até R$ 89, até o limite de três parcelas, de acordo com a disponibilidade financeira e orçamentária, podendo ser prorrogada enquanto durar o estado de emergência em saúde pública decorrente da pandemia.

A concessão da renda emergencial temporária será coordenada pela Subsecretaria de Assistência Social da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), que poderá contratar empresa especializada para a execução do pagamento do benefício, atendimento às famílias beneficiárias e demais procedimentos relativos à concessão.

--
Assessoria de Imprensa da ALMG

Nenhum comentário:

Postar um comentário