domingo, 13 de dezembro de 2020

Minas Gerais inaugura voos diretos para Nova Iorque, Boston e Miami

 




Com seis frequências semanais, novas rotas sairão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte e serão realizadas pela Eastern Airlines




Minas Gerais terá, a partir de março, três rotas de voo direto para os Estados Unidos. Boston, Nova Iorque e Miami receberão voos partindo do terminal do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. Com total de seis frequências semanais, o novo serviço será realizado pela empresa Eastern Airlines.


Esta será a primeira vez que a companhia aérea fará voos regulares no Brasil, e a capital mineira vai estrear as novas rotas contempladas pela empresa. Desse modo, BH e os mineiros terão ainda mais conectividade com o mundo.


Estratégico


O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte é um importante hub aeroportuário do país, conectando pessoas de todas as partes do Brasil e do exterior. Atualmente, 22 milhões de pessoas passam por ano no local.


“O anúncio de novas rotas saindo de Minas Gerais e chegando aos Estados Unidos em voos diretos representa um importante passo para o desenvolvimento do nosso estado. O aeroporto é lugar de conexão, unindo os mais diferentes interesses, seja turismo ou negócios, fomentando cada vez mais o desenvolvimento econômico”, destaca o governador Romeu Zema.


Rotas


Uma das rotas que será realizada em 2021 é a conexão direta para o Aeroporto JFK, em Nova Iorque. O local é um importante espaço de conexão, com destaque internacional. Os voos, operados pelo Boenig 767-300, já estão com passagens à venda.


Empresa


A Eastern Airlines é uma empresa americana que está em sua terceira geração. Trata-se de uma nova marca da antiga operadora charter Dynamic Airways. A Eastern original chegou a ser uma das maiores empresas dos Estados Unidos, com voos regulares para São Paulo e Rio de Janeiro.


“A vinda da empresa para o Brasil é parte do processo de consolidação do aeroporto como um dos principais instrumentos de diversificação da economia e do desenvolvimento. A implantação em Belo Horizonte fortalece a capital mineira como o principal hub da América do Sul”, ressalta o diretor da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi), Ronaldo Barquette.


Aerotrópole Mineira


Neste ano, para firmar Minas Gerais na rota do desenvolvimento econômico e social, foi inaugurado, em Confins, o primeiro Aeroporto Industrial do país. Com duas empresas já instaladas, o projeto tem o objetivo principal aumentar a competitividade das empresas brasileiras no contexto internacional e atrair investimentos externos para o Brasil.


O Aeroporto Industrial faz parte do Projeto Aerotrópole Mineira, gerenciado pela Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Agência RMBH), vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede). O projeto estabelece uma visão inteligente de ocupação do solo com governança ambiental, infraestrutura customizada, com a premissa de que o crescimento econômico é impulsionado pela mobilidade de negócios de base tecnológica.


“O aeroporto tem papel fundamental para o desenvolvimento econômico de uma região. A instalação de indústrias promove o fomento do hub e consolida a competitividade dos produtos brasileiros. A homologação do Aeroporto Indústria é a afirmação do desenvolvimento de Minas”, afirma o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio.



Ag. Minas


Nenhum comentário:

Postar um comentário