domingo, 7 de novembro de 2021

Vereador Fernando Cabral diz que não está cassado




Voto de relator do processo eleitoral no TSE contra o parlamentar circulou nas redes sociais neste final de semana em Bom Despacho 


Na última sexta-feira, 05, circulou em vários grupos da rede social WhatsApp, o arquivo em formato de PDF  do voto do Ministro Edson Fachin do STF, que pede o indeferimento da candidatura do Vereador Fernando Cabral. A votação ocorre em virtude do processo instaurado em 2016, quando ainda derrotou Haroldo Queiroz na disputa para prefeito de Bom Despacho e por decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais deveria ter sido afastado, porém, estava sob judice dos embargos declaratórios, uma espécie de trâmite que acontece na esfera judicial.


Em comentário publicado em um grupo de WhatsApp para amigos mais próximos,  o Vereador Fernando Cabral destaca que não está cassado. "Ainda não estou cassado. Se vier a ser, que assim que seja. Como sempre, temos que aguardar a decisão da Justiça. Se for desfavorável, temos que cumprir. Ponto final", destacou.


Ainda conforme o parlamentar na mesma publicação,  a decisão não afetará seus direitos políticos, uma vez que se refere à eleição passada. "Portanto, quem está comemorando meu impedimento futuro, se for com base nesta possível condenação, está errado. Ela não cuida de cessação de direitos políticos ", comentou.


Ao mesmo tempo, o ex-prefeito informou que irá recorrer da sentença do TSE.  " Mais por obrigação cidadã do que por vontade de me manter na política, caso eu seja condenado no TSE, recorrerei ao STF. Teremos que aguardar mais esta etapa", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário