PADRE REGINALDO






Festa da Exaltação da Santa Cruz

Filhos e filhas,

Setembro é um mês com uma espiritualidade muito forte, pois é o mês da Palavra de Deus, da Festa da Exaltação da Santa Cruz, dos Arcanjos e também das Santas Chagas de Jesus, uma devoção que está levando muitas pessoas a um encontro profundo com Jesus.

Pelas suas Chagas fomos curados, pela sua cruz fomos libertados. Eterno Pai eu Vos ofereço as Santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristos, as Santas Chagas da nossa redenção, para a salvação, para a cura de nossas feridas. Preste atenção filhos e filhas, na profundidade dessa devoção.

Sobre o madeiro levou nossos pecados e por isso ter um crucifixo dentro de casa não é idolatria, pois os Santos quando passavam perto de um crucifixo beijavam as Santas Chagas. Não por acaso na Sexta-feira Santa, na Celebração da Paixão do Senhor é levantada por três vezes a Cruz para ser adorada. Depois dessa apresentação à assembleia, o sacerdote se prostra no chão, para em seguida beijar as Santas Chagas do Crucificado.

O sentido não é adorar a cruz pela cruz, mas o madeiro onde esteve nosso Salvador, onde verteu Seu Sangue que nos purificou. Sobre o madeiro levou os nossos pecados, em Seu próprio corpo, a fim de que mortos para os nossos pecados, vivêssemos para a justiça.

“É para isto que fostes chamados. Também Cristo padeceu por vós, deixando-vos exemplo para que sigais os seus passos. Ele não cometeu pecado, nem se achou falsidade em sua boca (Is 53,9). Ele, ultrajado, não retribuía com idêntico ultraje; ele, maltratado, não proferia ameaças, mas entregava-se àquele que julga com justiça. Carregou os nossos pecados em Seu corpo sobre o madeiro para que, mortos aos nossos pecados, vivamos para a justiça. Por fim, por suas chagas fomos curados”. (Is 53,5)

A profecia de Isaías é citada por São Pedro com seu cumprimento em Jesus Cristo. Na sua cruz, Cristo levou tudo que nos impedia da vida de filhos de Deus. Apesar de nossa inclinação original para o pecado, sempre estará presente o ato redentor de Cristo e nas Suas Chagas podemos nos refugiar, colocando nas Suas Chagas as nossas chagas e vergonhas.

São Bernardo de Claraval, em um de seus sermões, definiu maravilhosamente esse sentimento: “Onde encontrar repouso tranquilo e firme segurança para os fracos, a não ser nas Chagas do Salvador? Ali permaneço tanto mais seguro, quanto mais poderoso é Ele para salvar. O mundo agita, o corpo dificulta, o demônio arma ciladas; não caio, porque estou fundado sobre rocha firme. Pequei e pequei muito; a consciência abala-se, mas não se perturba, pois me lembro das Chagas do Senhor”.

A devoção das Santas Chagas de Jesus nos ensina que, por meio de suas chagas, somos curados, somos evangelizados, somos evangelizadores. Nos ensina que quando tocamos seu lado podemos abandonar a incredulidade, como fez Tomé. Ensina ainda que ao tocar suas chagas podemos experimentar a alegria da Ressurreição. E é essa alegria que todos que participam da Festa das Santas Chagas podem compartilhar, pois das Santas Chagas de Cristo, vem a misericórdia de Deus.

Deus abençoe,

Padre Reginaldo Manzotti

Nenhum comentário:

Postar um comentário