TOQUE DE BOLA

Por Sérgio Cunha


A volta do Campeonato Mineiro

Cruzeiro faz contas pra se classificar às semifinais

 

Depois de mais de 100 dias de paralização, o Campeonato Mineiro retorna neste domingo (26). Esqueça qualquer tipo de aglomeração neste momento conturbado de Covid-19. Não haverá torcida nos estádios e as partidas seguirão um forte protocolo de segurança dos órgãos de Saúde. Pela manhã, o Villa Nova visita o Uberlândia (10h) no Parque do Sabiá e o Cruzeiro recebe o URT (11h) no Mineirão. Já às 16h, teremos o repeteco do antigo Clássico das Multidões entre América x Atlético no Horto Muito Louco, o Tupynambás joga no Ronaldão contra a Caldense e o Patrocinense enfrenta o Boa Esporte no estádio Pedro Alves do Nascimento. O Coimbra e Tombense fecham a reabertura do certame às 21h30 na Arena Independência.

Em quinto lugar com apenas 14 pontos, o Cruzeiro precisa vencer as duas partidas e torcer para tropeços de Atlético, Tombense e Caldense. Ficar de fora da próxima fase seria mais um vexame para a vitoriosa história celeste. Somente o América garantiu a classificação antecipada. A última rodada será disputada na quarta (29) para definir os quatro semifinalistas. Os detalhes te conto aqui no Toque de Bola. Joguem suas fichas!

Everson e Sasha no Galo?

Mesmo o goleiro Rafael tendo o respaldo da diretoria atleticana, o técnico Jorge Sampaoli mantém seu desejo de contar com um arqueiro que saiba jogar com os pés. Além de um argentino, o nome de Everson chegou a ser ventilado na Cidade do Galo e o Santos foi logo rechaçando qualquer proposta, como fez anteriormente com o meia Soteldo. Mas a crise econômica no Peixe pode mudar a situação. O goleiro tenta sua saída da Baixada Santista pedindo na Justiça a rescisão de contrato. O atacante Sasha fez o mesmo caminho. O Atlético monitora a situação de longe e pode receber os jogadores sem custo nenhum, apenas arcando com os salários. Don Sampa conhece bem os jogadores e eles cairiam como uma luva em seu esquema tático. O presidente alvinegro praiano prometeu levar o caso para o conselho de ética da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) caso o Galo contrate os atletas. Será?

O dia que Palhinha foi humilhado no Chico Marques

As resenhas virtuais são a febre neste mundo louco de coronavírus. Seja nas lives no Instagram, nas conversas em vídeos nos grupos do WhatsApp ou até mesmo nos papos individuais. E foi assim que parabenizando o Vantuil pela assinatura do contrato profissional do seu filho Luiz Fernando no Atlético, o antigo meia da Associação contou-me sobre duas partidas que marcaram a sua carreira no futebol. Uma delas já foi contado aqui no Toque de Bola na visão de uma travessura de criança no empate da seleção bondespachense contra o Valério, de Itabira. No outro jogo contra o América Mineiro, o escrete municipal perdeu por 1x0 com chute de longe do Anderson, mesmo depois do goleiro Berreca operar milagres no lendário estádio Chico Marques. Palhinha, que seria campeão mundial no São Paulo alguns anos depois, tentou pegar a bola do Vantuil e tomou duas canetas. Daquelas humilhantes mesmo. Os companheiros de Coelhão, Raimundinho e Gilmar caçoaram dele e não deu outra: Palhinha apelou. Reclamou que estava recebendo “forte marcação”. Pouco depois fingiu uma contusão e pediu pra sair. Bons causos do futebol! Vantuil jogou no Tricolor da Vila Aurora, Olegarense, Sport e Nestlé de Ibiá, Sparta de São Gotardo, Dorense de Dores do Indaiá, Cruzeiro de Luz, Democrata e Guarani de Divinópolis.

De pai para filho

Nesta última semana uma imagem fez um enorme sucesso nas redes sociais do Especialista Ari. Seu filho Leandro, de apenas 5 anos, tocando instrumento musical junto do pai e entoando cânticos do Cabuloso. “Esse é o meu novo parceiro de batuque, em breve no Mineirão”, derreteu o artilheiro. Além de fazer sucesso nos gramados do futebol veterano em Bom Despacho, Arigol também bate um bolão na música com participações no Samba de Primeira e no Dubatuke. E o pequeno Leandro começa a seguir os passos do pai. Este menino vai longe!

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário